Jornalista é ameaçado após denunciar compra de software de espionagem pelo Gabinete do Ódio

www.brasil247.com - Jornalista Jamil Chade

O jornalista Jamil Chade, do Uol, denunciou nesta segunda-feira, 17, no Twitter, que está recebendo ataques e ameaças de defensores do governo Jair Bolsonaro. Segundo ele, “contas falsas” estão lhe enviando mensagens nas suas redes sociais.

“Isso é resposta à matéria que publicamos sobre a tentativa do Gabinete do Ódio de comprar tecnologia de espionagem”, explicou. Chade ainda mandou uma mensagem aos bolsonaristas: “vocês não nos intimidarão. Vocês não vencerão”.

O jornalista, no Uol, informou que um integrante do Gabinete do Ódio, máquina de fake news liderada pelo vereador e filho do presidente, Carlos Bolsonaro, esteve na feira aeroespacial Dubai AirShow, no dia 14 de novembro, no stand de Israel, que esteve pela primeira vez no local. Segundo Chade, o interesse do integrante era “municiar” o gabinete informal “com uma poderosa ferramenta espiã, para ser usada, em especial, neste ano eleitoral”.

Empresas israelenses estiveram fortemente presentes em Dubai no ano passado após haver normalização das relações entre Israel e os Emirados Árabes Unidos, para onde Jair Bolsonaro (PL) fez viagem luxuosa com grande comitiva.

Segundo Chade, “o evento ainda foi usado para consolidar a aproximação entre movimentos de extrema-direita do mundo. Além do Brasil, o governo populista da Polônia manteve encontros com empresas de Israel e, nas últimas semanas, Varsóvia anunciou acordos como resultado dos contatos realizados em Dubai”.

ESPIONAGEM

Uma fonte que esteve na comitiva presidencial de Bolsonaro afirmou à Chade que um aliado de Carlos Bolsonaro conversou com um representante da empresa DarkMatter, “composta por programadores israelenses egressos da Unidade 8200, força de hackers de elite vinculada ao exército de Israel”, informa o colunista.

A empresa tem sede em Abu Dhabi e desenvolveu sistemas capazes de invadir computadores e celulares de alvos, inclusive desligados. O jornalista também informou que uma fonte ligada ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e à Agência Brasileira de Inteligência (Abin) que integrantes do gabinete também “tem mantido conversas em paralelo com a empresa Polus Tech com o objetivo também de obter programas espiões”.

A Polus Tech tem sede na Suíça, mas tem como CEO o programador israelense Niv Karmi, um dos ex-fundadores da NSO Group, empresa dona da poderosa ferramenta espiã Pegasus, sistema hacker de espionagem que foi denunciado pelo ex-funcionário da NSA (agência de segurança dos Estados Unidos) Edward Snowden como ferramenta de governos autoritários para espionar opositores.

Lewandowski supera Messi e Salah e é eleito melhor do mundo

Imagem do evento

O polonês levou o prêmio da Fifa entre os homens. O atacante do Bayern de Munique venceu o prêmio The Best, anunciado pela Fifa nesta segunda-feira, em cerimônia na Suíça. Ele superou os finalistas Messi e Salah. No feminino, Alexia Putellas foi escolhida a melhor jogadora do planeta.

Este foi o segundo prêmio The Best seguido de Lewandowski, que já havia eleito o melhor jogador do mundo na temporada 2019/2020.

“Estou muito honrado de vencer este troféu, me sinto orgulhoso e feliz. Claro que ele também pertence a todos os me us companheiros e treinadores, porque todos trabalharam muito para ganhar os jogos e títulos”, afirmou o polonês, ao receber o prêmio.

Lewandowski marcou 69 gols em 69 jogos por Bayern de Munique e Polônia na temporada 2020/2021. Além disso, foi campeão alemão e da Supercopa da Alemanha. Pelo terceiro ano seguido, o atacante foi o maior artilheiro da Europa.

Imagem

Fora da disputa do prêmio de melhor jogador do mundo, Neymar foi o nome escolhido como melhor do mundo por ninguém menos que Lionel Messi, segundo colocado no Fifa The Best. Como capitão da Argentina, o craque do PSG foi um dos participantes da eleição. Além de Neymar, ele escolheu outro colega de time em segundo lugar, Kylian Mbappé, e o também francês Karim Benzema, do Real Madrid, em terceiro.

Confira outros premiados no The Best:

Copa do Brasil: definidos adversários de PSC, Castanhal e Tuna na 1ª fase

Sorteio da primeira fase da Copa do Brasil 2022

Foram definidos nesta segunda-feira, 17, os confrontos da primeira fase da Copa Intelbras do Brasil 2022! Através de sorteio na CBF, 80 clubes conheceram seus confrontos na abertura da competição e, de quebra, tiveram definidos os duelos na etapa seguinte da competição. Os representantes paraenses na primeira fase terão os seguintes adversários: Trem-AP x PSC, Castanhal x Vitória-BA e Tuna x Novo Horizontino. O Remo, campeão da Copa Verde, entrará na terceira fase da competição.

Nesta fase da Copa Intelbras do Brasil, os duelos serão disputados em jogo único, com mando do time com pior posicionamento no Ranking (potes E, F, G e H). O vencedor do confronto se classifica automaticamente para a fase seguinte, e o time visitante (melhor ranqueado) terá a vantagem do empate.

Confira os confrontos, junto com os 20 chaveamentos definidos para a próxima fase:

(*Vencedor do confronto será mandante na Segunda Fase)

Chave 1

Moto Club x Chapecoense*

Icasa x Tombense

Chave 2

Bahia de Feira x Coritiba

Pouso Alegre x Paraná*

Chave 3

Mirassol x Grêmio

Azuriz x Botafogo-SP*

Chave 4

URT x Avaí*

Ceilândia x Londrina

Chave 5

União Rondonópolis x Atlético-GO*

Nova Venécia x Ferroviário

Chave 6

Porto Velho x Juventude

Real Noroeste x Operário*

Chave 7

Ferroviária x Vasco da Gama

Grêmio Anápolis x Juazeirense*

Chave 8

Atlético-BA x CSA*

Trem x Paysandu

Chave 9

São Raimundo-RR x Ceará*

Tuna Luso x Grêmio Novorizontino

Chave 10

ASA x Cuiabá

Lagarto x Figueirense*

Chave 11

Altos x Sport

Costa Rica x ABC*

Chave 12

Sousa x Goiás*

Nova Iguaçu x Criciúma

Chave 13

Globo x Internacional*

Humaitá x Brasiliense

Chave 14

Rio Branco x Vila Nova

Maricá x Guarani*

Chave 15

Sergipe x Cruzeiro

Tuntum x Volta Redonda*

Chave 16

Portuguesa x CRB*

Operário x Sampaio Corrêa

Chave 17

Campinense x São Paulo*

São Raimundo-AM x Manaus

Chave 18

Cascavel x Ponte Preta

Tocantinópolis x Náutico*

Chave 19

Salgueiro x Santos

Fluminense x Oeste*

Chave 20

Castanhal x Vitória*

Glória x Brasil

Trajano lamenta fim da marca ESPN Brasil: “Em lágrimas, me calo”

José Trajano concede entrevista ao UOL Esporte em um bar de São Paulo - Reprodução/TV UOL

A decisão do Grupo Disney de mudar a nomenclatura de seus canais e acabar com as marcas ‘ESPN Brasil’ e ‘Fox Sports’ não agradou a uma parcela de seus telespectadores. Um deles, em especial, foi um dos fundadores da emissora no país: José Trajano. Em seu Twitter, o jornalista afirmou estar “em lágrimas” e lamentou o ocorrido após “27 anos de muita história”.

“Quando o relógio passar da meia-noite, esta marca não existirá mais. 27 anos de muita história, luta, perseverança, lágrimas, vitórias, derrotas, camaradagem, sangue nos olhos, momentos inesquecíveis para quem começou ou se revelou ali. A história se faz. E eu,em lágrimas, me calo!”, escreveu.

Desde a fusão entre os canais da ‘ESPN Brasil’ e da ‘Fox Sports’, em 2020, o Grupo Disney fez mudanças na grade e também na lista de profissionais. Agora, a emissora passará por uma padronização nos nomes dos canais. A partir desta segunda-feira (17), a nomenclatura dos canais esportivos da Disney será: A ‘ESPN Brasil’ passa a se chamar ESPN; A ‘ESPN’ se torna ESPN2; A ‘ESPN2’ vira ESPN3; E o ‘Fox Sports’ será ESPN4. Não haverá mudança nos nomes apenas dos canais ESPN Extra e Fox Sports2. Além destes canais esportivos, o grupo do Mickey conta também com a plataforma de streaming Star+.

Como forma de homenagem à marca que foi extinta, o UOL Esporte preparou uma lista com 10 momentos marcantes da emissora no Brasil:

Waldemar Lemos no Flamengo

Em 2003, Eduardo Moraes, diretor do Flamengo na época, afirmou que o novo técnico do Flamengo era Waldemar Lemos. Instantaneamente, torcedores que acompanhavam a entrevista começaram a reclamar da escolha para o comando técnico. O jornalista da ESPN Brasil Cícero Melo questionou: “E por que o Waldemar, hein?”. Eduardo, assustado, mal conseguia falar e passou a ouvir: “Ah, ah, ah, fora, Waldemar! Ah, ah, ah, fora, Waldemar!”. Até hoje é considerada uma das apresentações mais desastradas do futebol brasileiro, que teve transmissão da emissora.

Amigão, inconformado, deixa o Linha de Passe

O apresentador Paulo Soares, o “Amigão”, é famoso pelo bom humor. Isso não quer dizer, porém, que ele já não tenha dado suas estressadas na ESPN Brasil. Durante um “Linha de Passe” em 2006, ele ficou inconformado após o comentarista José Trajano pedir para os membros do programa pararem de falar do Palmeiras, pois o assunto já estaria saturado. “Amigão”, que pretendia continuar tratando do Verdão, se revoltou e abandonou o programa. O pedido de Juca Kfouri (“Paulinho, volta aí”) até hoje é lembrado pelos “fãs de esporte” do canal.

Bate-Bola com Mauro, PVC, Lucio de Castro e João Canalha

O Bate-Bola da ESPN teve diversos formatos e modificações em sua equipe. No entanto, a “formação” com João Canalha, Mauro Cezar Pereira, PVC e Lúcio de Castro foi a que mais agradou o público e é lembrado por muitos até hoje.

Juan Pablo Sorín x Alê Oliveira

Antes do início da Copa do Mundo de 2014, Alê fez um vodu ao espetar um boneco com a camisa da argentina. Sorín levou a sério a brincadeira e pediu para Alê se desculpar com ele e o povo argentino, causando constrangimento.

PVC x Felipe Melo

Pouco antes da Copa do Mundo de 2010, PVC e Felipe Melo bateram boca durante um programa da ESPN. Na ocasião, o jornalista questionou a temporada que o meio-campista havia feito pela Juventus e acabou irritando o atleta, que perguntou “você é jornalista?” e ouviu de volta “você é jogador?”.

Em uma live recente transmitida no canal do Allianz Parque no YouTube, o jogador relembrou o episódio: “Ele (PVC) teve sorte porque eu não tinha tanta experiência para falar como hoje eu tenho”, disse Felipe Melo. “Porque um camarada que fica me enchendo o saco para fazer entrevista comigo e na primeira entrevista, logo após o Felipe Melo saber que tinha sido convocado para uma Copa do Mundo, o cara começa a fazer um monte de pergunta sem nexo… era o momento de o Felipe falar de como estava o coração naquele momento tão importante”.

“Aí eu pergunto se ele é jornalista, ele pergunta se eu sou jogador… ele que veio atrás de mim. Aí acabei desligando o telefone porque naquela época eu não tinha experiência pra responder. Mas é outra coisa também que já foi solucionada, logo depois ele me ligou e nós conversamos, tanto que voltei lá. Acontece, faz parte, ficou para trás”, lembrou Felipe.

Amigão e Antero

A ESPN Brasil foi responsável por unir uma das duplas mais carismáticas da televisão fechada: Paulo Soares e Antero Greco. Desde 2000, eles apresentam juntos o SportsCenter e ganharam popularidade por diversos momentos de descontração. Recentemente, ambos renovaram seus contratos com os canais Disney.

ESPN e SporTV juntas no dia da morte de Rodrigo Rodrigues

Em julho de 2020, ESPN e Sportv decidiram realizar uma transmissão conjunta de 30 minutos para homenagear o apresentador Rodrigo Rodrigues, que teve morte encefálica por trombose no cérebro. A transmissão simultânea é um “crossover” entre os programas “SportsCenter” e “Troca de Passes”. Pelo lado da ESPN Brasil, participaram a apresentadora Marcela Rafael e o comentarista Paulo Calçade. Já pela parte do Sportv, fizeram a homenagem o apresentador Fred Ring e o ex-jogador e comentarista Paulo Nunes.

Despedida de Everaldo Marques

O narrador Everaldo Marques caiu no choro durante o último programa dele como profissional da ESPN, em fevereiro de 2020. O jornalista, hoje no SporTV, deixou a emissora após quase 15 anos. Logo no começo do programa, Evê foi homenageado com lances de algumas narrações históricas. Ele se emocionou ao assistir a momentos dele mesmo narrando, como as finais da NBA, a medalha de ouro do vôlei feminino nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, além de imagens do Super Bowl LIV.

O programa ainda teve o top 10 feito pelo narrador de suas melhores narrações na ESPN. O terceiro lugar na lista de narrações ficou com Tracy Porter, que conseguiu a interceptação contra o Indianapolis Colts para dar a vitória e o primeiro Super Bowl ao New Orleans Saints, em 2010.

Jornalistas choram após título do Atlético-MG

Os jornalistas da ESPN, Mario Marra e Mariana Spinelli, choraram ao vivo no ano passado durante o SportsCenter. Ambos são torcedores declarados do Atlético-MG e ficaram bastantes emocionados com o título do Campeonato Brasileiro conquistado pelo Galo após 50 anos.

Mauro Cezar “prevê” o 7 a 1

Em um programa do Bate Bola, que aconteceu antes da semifinal entre Brasil e Alemanha na Copa do Mundo de 2014, o jornalista Mauro Cezar Pereira previu o favoritismo do lado dos alemães. “A posse de bola vai ser da Alemanha, troca muito mais passes do que o Brasil. Amanhã é o duelo da técnica contra a força, o Brasil é a seleção mais faltosa da Copa. A Alemanha é a que troca mais passes, 224 passes a mais que o Brasil por jogo. Teremos o Brasil marcando, jogando duro. E a Alemanha tentando jogar. O cenário tá pronto e não vai mudar. Os jogadores deles são assim, muito técnicos”, disse o jornalista à época.

(Transcrito do UOL)