Liberada capacidade de 50% nos estádios de Belém

Fenômeno Azul — Foto: Lívia Alencar

Os estádios de Belém poderão receber até 50% de sua capacidade de público. A decisão foi tomada em reunião realizada pela manhã entre representantes da Secretaria Municipal de Saúde, Sespa, autoridades da segurança pública, dirigentes da FPF e dos clubes (foto abaixo). A decisão acatou parcialmente a solicitação dos clubes, que pediam também a liberação do acesso de crianças acompanhadas pelos pais ou responsáveis e permissão para venda de bebida e comida nos estádios, ambas negadas pela Prefeitura de Belém. Nova reunião prevista para novembro vai discutir o acesso de menores e a venda de bebidas.

A ampliação da capacidade dos estádios (antes era de 30%) foi decretada pelo Governo do Estado, que publicou, nesta quinta-feira (14) uma versão atualizada do Decreto Estadual 800/2020, que institui o sistema de bandeiramento e das demais medidas de controle contra a covid-19. O dispositivo legal autoriza a ocupação máxima de 50% de público em eventos esportivos, desde que respeitados todos os protocolos sanitários de segurança nos ambientes, determinados pelos municípios.

“A atualização foi possível porque as experiências dos jogos, que já ocorreram, foram muito bem sucedidas em relação ao cumprimento das normas e dos protocolos. E, além disso, a situação da pandemia continua melhorando, a vacinação está avançando no Estado, permitindo que o governo faça este avanço no aumento da taxa de ocupação nos estádios”, explicou o procurador-geral do Pará, Ricardo Sefer.

De acordo com os dados da Secretaria de Saúde Pública (Sespa), disponibilizados no site do Vacinômetro, 40,84% da população paraense já recebeu a 1ª dose de imunizantes contra a doença, e 26,03% receberam as duas doses das vacinas.

Reunião entre os clubes e a Sesma — Foto: Divulgação

O Remo foi o primeiro clube a se manifestar por um aumento de espaço para a comercialização de ingressos. O clube teve prejuízos com a abertura do Baenão nos dois confrontos que fez pela Série B como mandante, contra Náutico e Coritiba. Com o decreto, a capacidade estádio salta de 4.137 para 6.896 pessoas.

O PSC seguiu o mesmo caminho. Apesar de a diretoria não falar em perdas no jogo contra o Botafogo-PB, na Curuzu, o prejuízo foi expressivo. O aumento da capacidade deve baixar o preço das entradas, que hoje está com valor mínimo de R$ 100,00. A Curuzu, que com os 30% abrigava 5.407 espectadores, passa para 9.012 com os 50%.

O decreto estadual também permite a realização de eventos privados com audiência superior a 300 pessoas, limitada a ocupação a 75% da capacidade do estabelecimento, com o acesso das pessoas condicionado à apresentação da carteirinha de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS). Ou seja, a realização dos eventos está vinculada à capacidade dos espaços físicos e ao fato de as pessoas comprovarem, pelo menos, uma das duas doses de vacinas aplicadas pelo SUS, a partir do 14º dia de recebimento do imunizante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s