Servidores públicos fazem paralisação de 24 horas contra a reforma administrativa

Trabalhadores e trabalhadoras dos serviços públicos municipais, estaduais e federais cruzam os braços nesta quarta-feira, 18, dia de Greve Nacional contra a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) e contra o governo Bolsonaro. A paralisação é acompanhada de atos públicos realizados em todo o Brasil, com expectativa de levar milhares de pessoas às ruas em mais de 500 cidades. O movimento que acontece hoje foi aprovado em 30 de julho, por mais de cinco mil servidores que estiveram presentes ao Encontro Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras do Serviço Público (realizado virtualmente).

O Sinasefe Nacional convocou suas bases e seções sindicais a se mobilizarem e construírem esta greve, realizando assembleias locais para deliberar a adesão ao movimento de 24 horas e se integrando aos comitês regionais de mobilização para ações conjuntas do funcionalismo público. A luta é em defesa de serviços públicos de qualidade para a população, contra a Reforma Administrativa e pelo Fora Bolsonaro!