Gilmar estende suspeição de Moro a todas as ações da Lava Jato contra Lula

O ministro Gilmar Mendes estendeu a suspeição de Sergio Moro para outros dois processos em que o ex-juiz da Lava Jato atuou contra Lula: o do sítio de Atibaia e o Instituto Lula. O pedido da defesa foi feito em abril e reiterado hoje pelos advogados do ex-presidente. Com a decisão, as investigações de todos esses casos ficam anuladas, e eles voltam para a primeira instância.

Gilmar decidiu sozinho porque se tornou relator do processo, por ter vencido o julgamento de março da Segunda Turma que, por 3 a 2, julgou Moro parcial no processo do triplex.

“Nos três processos, houve a persecução penal do paciente em cenário permeado pelas marcantes atuações parciais e ilegítimas do ex-juiz Sergio Fernando Moro. Além disso, diversos dos fatos ocorridos e que fundamentaram a decisão da Turma pelo reconhecimento da suspeição são compartilhados em todas as ações penais, como os abusos em conduções coercitivas e na decretação de interceptações telefônicas, o levantamento do sigilo da delação premiada de Antônio Palocci Filho com finalidades eleitorais em meio ao pleito em curso naquele momento, entre outros”, escreveu Gilmar Mendes na decisão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s