Remo cobra explicações de FPF e CBF pela presença de torcedores no jogo em Tucuruí

Torcedores pressionaram diretoria do Remo no Navegantão — Foto: Reprodução

A presença de um grupo expressivo de torcedores no estádio Navegantão, domingo, por ocasião do jogo entre Independente e Remo, gerou revolta no lado azulino. O presidente Fábio Bentes e outros diretores reclamaram no ato, foram hostilizados e agora cobram explicações da Federação Paraense de Futebol e da CBF pela presença não autorizada de público acompanhando a partida.

De acordo com o presidente do Remo, ficou claro que torcedores puderam entrar para ver a partida, autorizados pelo clube mandante, o que não é permitido em nenhuma competição oficial pelos protocolos de saúde e segurança sanitária vigentes em razão da pandemia da covid-19.

“Infelizmente aconteceu esse episódio lamentável no Navegantão. Na verdade, eu queria entender como é que tanta gente conseguiu entrar para assistir à partida. A gente sabe que existe toda uma regulamentação, não pode haver torcida dentro do estádio e o que a gente viu ali foram famílias inteiras, marido, mulher, crianças, pessoas trajando bermuda, pessoas que visivelmente não estavam trabalhando, estavam ali torcendo. Acho que as imagens falam por si só”, disse Bentes, em vídeo divulgado pela assessoria do Leão.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o presidente e membros da diretoria do Remo pressionados e acuados por torcedores nas arquibancadas do Navegantão. Segundo Bentes, o fato ocorreu durante o intervalo, quando o placar ainda estava em 0 a 0.

“E a gente, no intervalo do jogo, foi acuado, acusados de um monte de coisas. De comprar juiz, de ter feito sacanagem no jogo de dia em Belém, coisa que obviamente não aconteceu. A gente por pouco não foi agredido. E eu queria explicações. Acho que providências precisam ser tomadas. Nós, do Clube do Remo, vamos representar sobre o ocorrido e eu espero que a Federação, a CBF, que estavam presentes, posicionem-se. Episódios como esse são lamentáveis para o futebol brasileiro”, criticou Bentes.

Remo e Independente Tucuruí fizeram jogo válido pelas quartas de final da Copa Verde. O Galo Elétrico venceu por 3 a 1 no tempo normal, placar que levou à decisão nas cobranças de pênaltis, pois o Remo havia vencido o primeiro jogo por 2 a 0. Nas penalidades, o Leão levou a melhor, por 3 a 0.

2 comentários em “Remo cobra explicações de FPF e CBF pela presença de torcedores no jogo em Tucuruí

  1. Ninguém do Remo viu essas pessoas estranhas antes de o jogo começar e pediu providências para a retirada delas ao juiz e aos representantes da FPF e da CBF na partida? É quase certo que viram e deixaram pra lá, sem avaliar as possíveis consequências adversas da presença de torcida do time adversário.

    Curtir

  2. Miguel, é elementar que os dirigentes do Remo viram os “estranhos” no estádio, antes e durante o jogo mas como tinham 200% de certeza que o time iria golear o Independente – pois foram “promovidos” de Série, se calaram….
    A propósito, nos jogos realizados no Mangueirão, nesta última Série C, esses mesmos “estranhos” eram vistos nas telas de TV…!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s