Confirmados mais seis nomes da equipe de Edmilson Rodrigues

O jornalista Aldenor Araújo Júnior, graduado pela UFPA, será o chefe de gabinete do prefeito Edmilson Rodrigues. Aldenor (foto) foi coordenador dos mandatos de Edmilson na Assembleia Legislativa do Estado do Pará e na Câmara Federal e também coordenou a campanha de Edmilson a prefeito. Foi chefe de gabinete e coordenador de Comunicação Social (Comus) nas gestões anteriores de Edmilson.

Imagem

A engenheira civil Ana Valéria Borges será a nova titular da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) na gestão Edmilson Rodrigues. Ela é graduada pela UFPA com mestrado em Engenharia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ana Valéria lecionou nas áreas de pesquisa operacional e custos logísticos. É autora de artigos publicados nas áreas de transporte e saneamento. 

Atuou profissionalmente como engenheira nas áreas de planejamento, operação e projetos de transporte. Desde 2005 é técnica em Regulação de Serviços Públicos na Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon), onde também exerceu funções de gerente dos grupos técnicos de Transportes e de Saneamento. Também coordena o grupo temático Planos Municipais de Saneamento Básico da Câmara Técnica de Saneamento Básico, Recursos Hídricos e Saúde (CTSAN) da Associação Brasileira das Agências de Regulação (Abar).

André Cunha será o novo titular da Coordenadoria Municipal de Turismo (Belemtur) na gestão do prefeito Edmilson Rodrigues. Ele é empresário e  graduando em Gestão Pública. “Precisamos investir no turismo, especialmente nas ilhas do Combu, Mosqueiro, Outeiro e Cotijuba, e implementar o Festival Nacional do Açaí, no qual vamos trabalhar o açaí para ser consumido como alimento, mas também em cosméticos e artesanato, entre outros, envolvendo vários setores da economia”, citou.

Deivison Costa Alves será o secretário municipal de Urbanismo (Seurb). Ele já foi secretário municipal de Esporte, Juventude e Lazer de Belém (Sejel) e assessor parlamentar na Assembleia Legislativa. Atualmente, ocupa cargo de assessor parlamentar na Câmara Federal. Deivison é graduado em Licenciatura em Matemática pela Unama e lecionou nas redes pública e privada. “Entre as obras importantes da Seurb está a conclusão do BRT, que, junto com a Semob, promoverá a integração do sistema de transporte rodoviário. Vamos trabalhar intensamente na revitalização de praças e orlas de Outeiro, Mosqueiro e Icoaraci”, ressaltou o futuro titular da Seurb.

O engenheiro Maikenn Souza vai assumir a administração regional de Outeiro (ADMO) na gestão Edmilson Rodrigues. Ele é engenheiro sanitarista e ambiental graduado pela UFPA e engenheiro de Segurança do Trabalho pela Faculdade Ideal (Faci), com especialização em Gestão, Consultoria, Auditoria, Perícia e Fiscalização Ambiental e Sanitária pelo Instituto de Ensino Superior da Amazônia (Iesam). Ele foi secretário municipal de Habitação (Sehab), presidente da Coordenadoria Municipal de Turismo de Belém (Belemtur) e atua profissionalmente como engenheiro sanitarista.

Imagem

A delegada da Polícia Civil Christiane Ferreira da Silva (foto/arquivo pessoal) vai assumir a direção da Defesa Civil na gestão do prefeito eleito Edmilson Rodrigues. Ela é graduada em Direito pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e tem especializações em Gestão Estratégica em Defesa Social e em Processual Penal e Direito Penal. Christiane atua como delegada há 15 anos e já desempenhou várias funções na Polícia Civil, como delegada geral adjunta e diretora do Atendimento a Grupos Vulneráveis e da Divisão de Atendimento ao Adolescente (Data). Foi vice-presidente do Programa de Proteção à Criança e Adolescente Ameaçada de Morte.

Nomes já divulgados dos titulares da gestão do prefeito Edmilson Rodrigues:

Administração Distrital de Icoaraci (ADIC)- Ellana Silva
Administração Regional de Outeiro (AROUT)- Maikenn Souza
Belemtur- André Luiz Cunha
Chefia de Gabinete- Aldenor Araújo Júnior
Cinbesa- Bruno Batista
Comus- Keyla Negrão
Coordenadoria da Mulher- Lívia Noronha
Coordenação das Políticas de Segurança Alimentar e Nutricional (Copsan) – Merilene Silva Costa
Defesa Civil- Delegada Cristiane Lobato
Fundação Municipal de Assistência ao Estudante (FMAE)- Bruna Cavalcante
Fumbel- Michel Pinho
Funbosque- Alickson Lopes
Funpapa- Alfredo Costa
Fundo Ver-O-Sol- Georgina Galvão
Guarda Municipal de Belém (GMB)- Joel Ribeiro
Instituto de Assistência dos Servidores de Belém (IASB)- Dr Chiquinho
Instituto de Previdência do Município de Belém (IPMB)- Edna D’Araújo
Ouvidoria- Márcia Kambeba
Procuradoria Geral do Município de Belém (PGM)- Alberto Vasconcelos
Promaben- Rodrigo Rodrigues
Secon- Apolônio Brasileiro
Sefin- Káritas Rodrigues
Segep- Cláudio Puty
Sehab- Rodrigo Moraes
Sejel- Carolina Quemel
Semad- Jurandir Novaes
Semec- Márcia Bittencourt
Semma- Sérgio Brazão
Semob- Ana Valéria Borges
Sesan- Ivanise Gasparim
Sesma- Maurício Bezerra
Seurb- Deivison Costa Alves
*Secretaria Extraordinária de Cidadania e Direitos Humanos (pasta a ser criada): Max Costa

(Com informações de Enize Vidigal; foto: Mácio Ferreira)

Venezuela, quem diria, começa a vacinar população contra covid-19 em janeiro

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela, anunciou ontem (29) que o país já está com tudo pronto para o início da vacinação já nos primeiros dias de janeiro de 2021. As primeiras pessoas a terem acesso à imunização serão profissionais da saúde e pessoas pertencentes aos grupos de risco, incluindo imigrantes de qualquer país.

“Firmamos contrato para 10 milhões de doses da vacina Sputnik V. Elas serão distribuídas gratuitamente para toda a população que vive na Venezuela, seja colombiano, equatoriano, peruano, português ou italiano. Não vamos fazer como o bárbaro terrorista sanguinário Ivan Duque”, criticou Maduro, em referência à decisão do presidente da Colômbia de vetar o acesso à vacina para os imigrantes venezuelanos que vivem no país. Para Nicolás Maduro está foi uma decisão criminosa, nazista e xenófoba.

Pelo Twitter, a vice-presidenta executiva da República Bolivariana da Venezuela Delcy Rodríguez agradeceu a Rússia e disse que “nenhum bloqueio criminoso irá minar o sagrado direito de nosso povo de ter acesso à vacina para controlar uma das pandemias mais terríveis que a humanidade já sofreu”.

Bolsonaro é personalidade mundial do ano na promoção do crime e da corrupção

Organized Crime and Corruption Reporting Project (OCCPRP), Projeto de Relatório sobre Crime Organizado e Corrupção, elegeu o presidente Jair Bolsonaro (sem Partido) como a personalidade do ano de 2020 por seu papel na promoção do crime organizado e da corrupção.

O OCCPRP é um consórcio de centros de investigação, mídia e jornalistas fundado em 2006, que operam na Europa Oriental, Cáucaso, Ásia Central e América Central. De acordo com o relatório deste ano, “eleito após o escândalo Lava Jato (Lava Jato) como candidato anticorrupção, Bolsonaro se cercou de figuras corruptas, usou propaganda para promover sua agenda populista, minou o sistema de justiça e travou uma guerra destrutiva contra a Amazônia região que enriqueceu alguns dos piores proprietários de terras do país”.

O relatório diz ainda que “Bolsonaro venceu o duvidoso prêmio por pouco de dois outros líderes populistas, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente turco, Recep Erdogan”. O documento dia ainda que “os finalistas também lucraram com a propaganda, minaram as instituições democráticas em seus países, politizaram seus sistemas de Justiça, rejeitaram acordos multilaterais, recompensaram círculos internos corruptos e tiraram seus países da lei e da ordem democráticas para a autocracia. O oligarca ucraniano Ihor Kolomoisky completou a lista dos finalistas”.

De acordo com Louise Shelley, diretora do Centro Transnacional de Crime e Corrupção (TraCCC), da George Mason University, que participou do painel do prêmio. “Todos são populistas causando grandes danos aos seus países, regiões e ao mundo. Infelizmente, eles são apoiados por muitos, o que é a chave do populismo”. (Da Revista Fórum)