Série C: resultados definem grupo e tabela da segunda fase

Com o empate entre Remo e PSC e a vitória do Vila Nova sobre o Jacuipense, o Remo permaneceu na segunda colocação e o PSC caiu para o quarto lugar do grupo A da Série C. Com isso, o grupo D da próxima fase será formada por Ypiranga, Remo, Londrina e PSC. A primeira rodada da segunda fase da Série C, grupo D, é a seguinte:

Primeira rodada, 12 ou 13/12:

PSC x Ypiranga, em Belém;

Londrina x Remo, em Londrina.

Série C: Leão e Papão definem futuro na competição

Previsão do tempo aponta chuva na hora do Re-Pa | Rádio Clube do Pará

Remo e Paissandu se enfrentam mais uma vez na temporada, desta feita pela 18ª rodada da Série C. O jogo começa às 17h deste sábado (5), no estádio Jornalista Edgar Proença. Pela primeira vez em muito tempo, será um clássico sem caráter decisivo ou fundamental para classificação. Os times já estão classificados para a próxima fase da competição e irão definir apenas lugar nos dois grupos que serão formados.

O Remo é o mandante e está na segunda posição do Grupo A, com 30 pontos. Em 17 jogos, venceu oito, empatou seis e perdeu três. O PSC é o terceiro colocado, com 28 pontos, contabilizando quatro vitórias nas últimas quatro rodadas. Tem oito vitórias, quatro empates e cinco derrotas. No turno, o Remo venceu por 3 a 2.

Para o duelo, o técnico Paulo Bonamigo não poderá escalar o meia Eduardo Ramos e o atacante Wallace, que precisaram retornar ao Departamento Médico nesta semana e devem ficar de fora por duas semanas. Com alguns atletas pendurados, como Marlon e Lucas Siqueira, o técnico não pretende poupar jogadores.

João Brigatti, do Paissandu, informou na sexta-feira que não vai poupar atletas, mesmo os que têm dois cartões amarelos, como Nicolas, Tony e Uilliam.

Prováveis escalações:

REMO – Vinícius; Ricardo Luz, Mimica, Jansen e Marlon (Dudu Mandai); Charles, Lucas Siqueira (Julio Rusch) e Felipe Gedoz; Hélio Borges, Salatiel e Eron (Ermel). Técnico: Paulo Bonamigo.

PSC – Paulo Ricardo; Tony (Wylliam), Perema, Micael e Bruno Collaço; Uchôa, Wellington Reis e Juninho (Mateus Anderson); Vítor Feijão (Uilliam), Nicolas (Jefinho) e Marlon. Técnico: João Brigatti.