Eduardo Ramos e João Diogo voltam aos treinamentos no Leão

Eduardo Ramos e João Diogo

Depois de desfalcar o Remo na última rodada, o meia-atacante Eduardo Ramos e o atacante João Diogo voltaram a treinar neste terça-feira (13). Os atletas haviam testado positivo para Covid-19 e, por isso, ficaram em isolamento desde a semana passada.

A primeira atividade no retorno dos atletas precisou ser em separado do restante do elenco. Eles voltam a treinar com o time a partir desta quarta-feira (14), de acordo com o protocolo da CBF.

O Leão volta a campo no sábado (17), às 17h, para enfrentar o Ferroviário (CE), na Arena Castelão, em Fortaleza (CE). O jogo é válido pela 11ª rodada da Série C e terá transmissão ao vivo pela RBATV/Band.

Bernie tenta cornetar Lewis

A imagem pode conter: 2 pessoas, óculos de sol, texto que diz "AMD IBS PETRONAS Packard PhotoGrid"

“Ex-chefe da Fórmula 1, Bernie Ecclestone criticou o modo como @lewishamilton age e se veste. “Se eu não soubesse que ele é piloto, nunca saberia. Bastava olhar para Schumacher e Piquet para saber o que faziam”, comentou Ecclestone.

Automaticamente, Bernie Ecclestone diz que Lewis Hamilton não era para ser piloto, porque não atende o imaginário dele de como deveria ser um piloto. Como deveria ser um piloto de fórmula 1?

Segundo o imaginário de Bernie, deveria ser branco.

(Transcrito do Facebook)

Mobilização funcionou: Tourinho é nomeado reitor da UFPA

REITOR EMMANUEL ZAGURY TOURINHO FOTO ALEXANDRE DE MORAES 4

A mobilização democrática funcionou: saiu a nomeação do professor Emmanuel Tourinho para reitor da UFPA. Tourinho foi eleito por ampla maioria como 1º colocado na lista tríplice e sua nomeação esteve pendente por várias semanas. A nomeação saiu hoje no Diário Oficial da União.

O esforço juntou entidades e figuras das mais diversas áreas, em defesa da autonomia universitária. Um dos defensores da nomeação de Emmanuel Tourinho foi o senador Jader Barbalho (MDB-PA), que se posicionou publicamente e enviou mensagem ao presidente Jair Bolsonaro.

Imagem

Eleito com 92,7% dos votos válidos da consulta acadêmica e primeiro nome da lista tríplice, o professor Emmanuel Zagury Tourinho foi reconduzido à Reitoria da Universidade Federal do Pará através de portaria publicada no Diário Oficial da União (reprodução acima) desta quarta-feira, 14, com data de ontem, 13 de outubro.

Pelo ato, o presidente da República nomeou e reconduz Tourinho ao cargo de reitor da maior instituição pública de ensino superior da Pan-Amazônia.

Leão tenta contratação de atacante que não emplacou no Náutico

Atacante Salatiel em treino do Náutico — Foto: Caio Falcão/CNC

O Náutico negocia com o Remo a liberação por empréstimo do atacante Salatiel. O clube pernambucano também pode emprestar o meio-campista Lucas Paraíba aos azulinos. O atacante deve ser emprestado ao Leão para a disputa da Série C, que termina em janeiro de 2021.

Um dos artilheiros da Série C 2019 pelo Sampaio Corrêa, com oito gols, Salatiel foi peça importante no time maranhense, vice-campeão da competição, derrotado exatamente pelo Náutico.

Contratado pelo Timbu, Salatiel não conseguiu se destacar com a camisa alvirrubra. Marcou apenas dois gols em 24 partidas e perdeu lugar no time titular. Muito criticado pela torcida, virou terceira opção para a posição de centroavante, atrás de Kieza e Paiva.

Papão pode perder dois titulares antes do fim da Série C

Jogadores do Paysandu aquecendo antes do treino — Foto: Jorge Luiz/Paysandu

Em meio aos problemas enfrentados na Série C, o PSC corre o risco de perder dois titulares absolutos nas próximas semanas. Vinícius Leite e Perema têm propostas para deixar o clube e analisam a possibilidade. O atacante é pretendido pelo Avaí (SC), que disputa a Série B, e o zagueiro teria ofertas do exterior.

Leite é o mais cotado para sair e já teria informado à diretoria sobre sua disposição. Ele tem contrato até o início de novembro. Já Perema ainda avalia se aceita proposta para se transferir ao final do contrato.

Vinícius Leite deve deixar o Paysandu nos próximos dias — Foto: Jorge Luiz/Ascom Paysandu

Maradona dá invertida em Macri: “Cagou a vida de 2 gerações de argentinos”

Maradona e Maurício Macri

Em entrevista ao canal Todo Notícias (pertencente ao Grupo Clarín), na noite desta segunda-feira (12), Macri insistiu em seu discurso de criticar as medidas do governo de Alberto Fernández, especialmente as quarentenas para conter a propagação do coronavírus, mas fez seus ataques mais importantes à sua maior rival histórica, a vice-presidenta Cristina Kirchner.

“Tive que fazer algo duríssimo quando fui presidente do Boca Juniors (nos Anos 90), que foi mandar o Maradona embora, porque ele também era meu ídolo, e ídolo de todos os argentinos. Mas isso permitiu fazer um Boca melhor. O peronismo está diante do mesmo desafio, que é o de se separar da Cristina Kirchner. Eu a comparo com Maradona, mas só na irracionalidade, não no talento”, disse Macri.

“A você, Mauricio, tenho que dizer que você não me expulsou de lugar nenhum. Fui eu que saí do futebol, para proteger a saúde dos meus pais. Essa decisão foi minha e não fiz mal a ninguém”, começou dizendo o ex-jogador. “Não importa quantas bravatas você jogue, no fundo, sabe que o grande problema das suas decisões é que elas cagaram a vida de duas gerações inteiras de argentinos. Assuma o que você fez, querido. Até o seu pai já te disse isso”, continuou a mensagem.