Alepa aprova voto de repúdio ao governo federal por corte de verbas na educação

A deputada Marinor Brito (PSOL-PA) aprovou por unanimidade, na sessão desta quarta-feira (12) da Assembleia Legislativa, requerimento com voto de repúdio ao presidente Jair Bolsonaro que estará em Belém, nesta quinta-feira (13), cumprindo agenda oficial.

Segundo a líder do PSOL, o governo Bolsonaro continua perseguindo a educação pública em todo o país. No último dia 06, o Ministério da Educação divulgou nota afirmando que planeja um corte de R$ 4,2 Bilhões em despesas discricionárias, o que corresponde a 18,2% da verba destinada às universidades e institutos federais em 2021, em comparação com 2020.

“É uma situação preocupante, pois atinge grandes pólos de ensino no Pará, como: UFPA, Ufopa, Unifesspa e Ufra. Têm casos, em que o corte afeta custeio, investimento e assistência estudantil. O IFPA, por exemplo, terá o orçamento, de quase R$ 68 milhões em 2020, diminuído para algo em torno de R$ 53 milhões”, protestou.

“A Educação e a Pesquisa são dois dos motores do desenvolvimento humano para uma sociedade mais justa e igual. Por isso, a necessidade e importância em defendê-las. A gestão do presidente Bolsonaro em todas as áreas é um desastre, na educação não seria diferente. Por isso, requeiro votos de repúdio aos ataques do governo federal à Educação”, concluiu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s