Histórias gloriosas da Estrela Solitária

O Botafogo Bicampeão Carioca, exatamente 30 anos atrás, 1x0 em cima do Vasco.
Em pé: Paulo Roberto, Ricardo Cruz, Carlos Alberto Santos, Wilson Gottardo, Gonçalves e Renato.
Agachados: Dozinete, Luisinho, Valdeir, Djair e Carlos Alberto Dias, autor do gol do título.

O Botafogo sagrou-se bicampeão carioca de 1990, exatamente 30 anos atrás, marcando 1 a 0 sobre o Vasco na final. Na formação acima (em pé): Paulo Roberto, Ricardo Cruz, Carlos Alberto Santos, Wilson Gottardo, Gonçalves e Renato. Agachados: Donizete Pantera, Luisinho, Valdeir The Flash, Djair e Carlos Alberto Dias, autor do gol do título.

Toffoli quer quarentena eleitoral de 8 anos para juízes, promotores e procuradores

Transcrito do Estadão

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, voltou a defender que magistrados e membros do Ministério Público sejam submetidos a uma ‘quarentena’ de pelo menos oito anos caso queiram abandonar as carreiras no Judiciário para disputar eleições.

Toffoli defendeu que o período de inelegibilidade servirá para evitar a ‘utilização da magistratura e do poder imparcial do juiz para fazer demagogia, aparecer para a opinião pública e se fazer candidato’.

“Quem quer ser candidato, seja como magistrado, seja como membro do Ministério Público, tem que deixar a magistratura, tem que deixar o Ministério Público, e tem que haver um período de inelegibilidade sim. (…) Eu já disse isso várias vezes a senadores da República não só nessa legislatura como em legislaturas anteriores”, disse.

O ministro pediu que o Congresso Nacional aprove dispositivo para impedir candidaturas de magistrados antes do período de inelegibilidade que deve ser determinado por lei.

“A imprensa começa a incensar determinado magistrado e ele já se vê candidato a presidente da República sem nem conhecer o Brasil, sem nem conhecer o seu Estado, sem ter ideia do que é a vida pública. Quer ir para a política, pode ir, pode ir. Sai da magistratura, e tenha um período de inelegibilidade. E eu volto a pedir ao Congresso Nacional que estabeleça prazos de inelegibilidade para membros da magistratura e do Ministério Público que deixarem suas carreiras. Para que não possam magistrados e membros do Ministério Público fazer dos seus cargos e das suas altas e nobres funções meios de proselitismo e demagogia”, disparou.

Papão elabora ‘projeto ídolo’ para manter Nicolas na Curuzu

Paysandu está perto de anunciar a renovação de contrato com Nicolas — Foto: Jorge Luiz/Paysandu

Ídolo da torcida do Papão desde o ano passado, o atacante Nicolas, 30 anos, tem sido sondado por outros clubes para se transferir antes do Brasileiro da Série C. Nos últimos dias, especulações surgiram sobre o possível interesse do Figueirense pelo jogador, que já atuou em Santa Catarina defendendo o Criciúma. O próprio Nicolas desmentiu os boatos.

A história surgiu de uma brincadeira no Instagram do ex-zagueiro bicolor Victor Oliveira, que disse “esperar” Nicolas no Figueirense. Por enquanto, não há qualquer manifestação por parte do clube catarinense.

Em entrevista, ontem, o presidente Ricardo Gluck Paul revelou que o PSC elabora um “projeto ídolo” para garantir a permanência de Nicolas na Curuzu após o vencimento de seu contrato, em novembro. A intenção é oferecer vantagens ao jogador e renovar com ele por mais dois anos.

“É um jogador que não faz só gol, mas tem atitude, muita raça, entrega dentro do jogo, deixa a alma dentro do campo. A torcida do Paysandu gosta do cara que briga, que luta. Ele tem um comportamento fora de campo excelente como ídolo, se engaja nos movimentos sociais, de minorias, atende as solicitações da torcida. Estou cuidando disso junto com ele para uma renovação por mais uma ou duas temporadas. Risco de sair tem, pode assinar um pré-contrato, mas estamos trabalhando para manter o Nicolas”, disse Ricardo.