Leão vai doar parte da venda de ingressos virtuais para ajudar no tratamento de Bira

Para a retomada do futebol azulino após a paralisação por conta do novo coronavírus, a diretoria do Leão prepara a venda de ingressos virtuais para o jogo contra o Águia, domingo, às 15h30, no estádio Evandro Almeida.

Uma parte do valor arrecadado com as vendas será repassada para custear o tratamento do ex-jogador Bira, ídolo do clube no final dos anos 70 e começo da década de 80, que luta contra graves problemas de saúde. Os bilhetes virtuas serão comercializados a R$ 10,00.

Com 64 anos, Ubiratã Silva do Espírito Santo (Bira) recebe ajuda de amigos e torcedores do Remo e do Internacional (RS). O ex-jogador vive em Macapá (AP), onde convalesce de enfermidade no fígado. Bira é o maior artilheiro da história do Parazão com 32 gols marcados na edição de 1979, sendo o quinto maior goleador da história do Remo, com 115 gols.

O adeus da Rainha da Saudade

A cantora Cleide Moraes, de voz marcante, conhecida como Rainha da Saudade, viajava na estrada de Mosqueiro, próximo a Santa Bárbara, quando a Kombi em que estava foi atingida por um veículo que na via oposta. Testemunhas disseram que o motorista do outro carro estaria embriagado, informação ainda não confirmada pelas autoridades. Cleide morreu no local.

O músico Miguel, que dirigia a Kombi, sofreu lesões leves e já recebeu alta do hospital. Ele chegou a publicar uma foto com a banda durante a apresentação de domingo, em Icoaraci. Na legenda, o músico agradeceu a Deus pelo primeiro show depois de quatro meses, que estava inativa devido à quarentena pelo novo coronavírus.

O corpo da cantora será velado na sede do Rancho Não Posso Me Amofiná, seguindo os cuidados determinados pelas autoridades durante a pandemia. Já o enterro será na terça-feira (28), às 9h, no cemitério São Jorge, no bairro da Marambaia.

No vídeo, o clipe de “Entre o Céu e o Mar”, de Cleide Moraes.

Maré leva carros de luxo de veranistas que furaram a quarentena em Salinas

Maré leva carros de luxo após moradores furarem quarentena e dormirem em praia de Belém - Alex Ribeiro/Agência Pará - Alex Ribeiro/Agência Pará

Dois automóveis de luxo foram levados pela maré na praia do Atalaia, em Salinópolis, neste fim de semana. Os veículos, que valem mais de R$ 150 mil, cada um, atolaram por volta de 6h da manhã de ontem na praia de Atalaia, em Salinópolis. O Detran informou que os motoristas teriam amanhecido na areia, violando o decreto que restringe o horário de permanência, que vai de 7h às 19h, em razão da pandemia.

Um vídeo (de O Liberal) que circula nas redes sociais mostra a maré cobrindo parcialmente os carros – uma caminhonete Mitsubishi modelo Triton, avaliada em R$ 149 mil, e um Audi Q3, de R$ 179 mil.

Segundo o Detran, “a situação começou quando o condutor do Audi não percebeu a forte maré no local e atolou. O proprietário da caminhonete Triton tentou ajudar, mas também acabou com o veículo atolado”..

MULTA

Carros do Detran foram acionadas, mas não puderam ajudar porque “havia risco para as viaturas”. “Um trator também foi utilizado na tentativa de puxar os veículos, mas foi em vão. Os automóveis só foram rebocados quando a maré baixou”, confirmou o departamento. A Secretaria de Turismo de Salinópolis não soube informar se a multa em descumprimento ao decreto chegou a ser aplicada aos donos dos carros.

Além da proibição de banho após 19h, a prefeitura determinou o distanciamento social entre grupos familiares e proibiu som automotivo nas praias. No último boletim divulgado pela prefeitura, de 22 de julho, o município contabilizava 508 casos confirmados de covid-19 e 39 óbitos.

Imagem

O secretário de Turismo de Salinópolis, Júlio Vieira, admite que na praia do Atalaia é permitida a entrada de carros na areia como forma de substituir as barracas, situação que gera esse tipo de acidente com veículos há muitos anos. A praia tem extensão de 20 quilômetros.

Remo apresenta Alemão, candidato a “xerife” da zaga

Boa relação com o XV, 'prioridade defensiva' e briga por vaga no time: Gilberto Alemão é apresentado pelo Remo - Crédito: Samara Miranda/Remo

O Remo apresentou oficialmente nesta segunda-feira o zagueiro Gilberto Alemão, última aquisição para a reta final do Campeonato Paraense e candidato ao posto de “xerife” da zaga azulina. “A motivação aqui está muito grande. Estou muito feliz de ter recebido o convite e ter dado tudo certo a minha vinda ao Remo. É um enorme clube que merece um destaque maior no cenário nacional, que merece voltar a viver cenários maiores”, disse o zagueiro de 30 anos.

“A negociação foi tranquila porque eu tinha uma boa relação com o XV de Piracicaba. Espero ter uma boa relação aqui e desempenhar um bom papel no Remo. Fui recíproca a negociação. O Remo queria que eu viesse, eu também queria. No XV não houve problema para a minha vinda, mesmo eu tendo um mês de contrato ainda. Não houve empecilho nenhum”, destacou.

Gilberto Alemão passa a ser uma das opções do técnico Mazola Junior para compor a dupla de zaga titular. Com Fredson suspenso e Kevem machucado, o zagueiro terá oportunidade de disputar um lugar já para a reestreia do Leão no Parazão, domingo (2), diante do Águia, embora Mimica e Neguete venham treinando juntos desde a retomada da preparação.

“Todos querem jogar. Claro que na hora da escolha a gente deixa para o Mazola. Mas temos que deixar a cabeça dele ferver, deixar ele na dúvida. Todos têm que treinar bem, se empenhar ao máximo para ele tomar a melhor decisão possível em prol do clube”, afirmou.

Novato na competição estadual, Alemão quer estar o “mais rápido possível” pronto para ajudar o Remo nesta reta final do estadual. “Vim duas vezes aqui para jogar contra. Era Brasileirão. Estadual vou ter a oportunidade agora. Espero poder jogar e ajudar a minha equipe. Faltam dois jogos e depois já é o mata-mata para as finais. Espero estar o mais rápido possível à disposição para poder ajudar a minha equipe e ficar a critério do professor Mazola a escolha dele para entrar em campo ou não”, disse.

De estilo forte, o zagueiro também participa bastante do jogo ofensivo. Marcou 12 gols em 47 jogos pelo XV de Piracicaba nas duas últimas temporadas. Só em 2020 foram dois gols em dez jogos.

É a primeira vez que o zagueiro vai defender um clube do Norte. No currículo, ele tem passagens pelo Volta Redonda, Icasa, Red Bull Bragantino, Novorizontino, Botafogo (SP) e Paraná Clube. Além disso, conquistou dois acessos para a Série B, um com o Icasa e outro com o Botafogo.

INSS altera regras de empréstimos consignados para aposentados e pensionistas

A Instrução Normativa nº 107 autoriza, a partir desta segunda-feira, 27, mudanças nas regras de empréstimos consignados para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), aprovadas pelo Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS), durante o estado de calamidade pública, que vai até 31 de dezembro de 2020. O desbloqueio para empréstimos consignados – aquele em que o desconto é diretamente na conta -, agora ocorre em 30 dias após a concessão do benefício.

Revisão da vida toda” permite aumento de benefício para ...

O prazo anterior era de 90 dias. Segundo normativo do INSS, o desbloqueio do benefício é realizado por meio de uma pré-autorização — instrumento indispensável para que as informações pessoais do segurado fiquem acessíveis e o contrato seja formalizado.

O procedimento é realizado todo pela internet e deve conter documento de identificação do segurado e um termo de autorização digitalizado. O tempo de carência para desconto da primeira parcela foi modificado também.

As instituições financeiras ou entidades de previdência complementar poderão ofertar prazo de carência para o início do desconto da primeira parcela no benefício previdenciário, para o pagamento de empréstimos nas modalidades consignação e retenção, no prazo máximo de 90 dias, a contar do início do contrato. (Do site oficial do INSS)

Banco do Brasil é assaltado em operação suspeita com BTG Pactual

Em operação suspeitíssima, BTG Pactual ganhou descontão na compra de carteira de crédito do Banco do Brasil

Por Dacio Malta*

Ele vendeu, por míseros R$ 370 milhões, uma carteira de crédito do Banco do Brasil no valor de R$ 3 bilhões ao BTG Pactual  —  banco criado por Paulo Guedes.

Sabem qual foi a última vez que o Banco do Brasil fez operação parecida? Nunca.

Tudo foi feito sem licitação, sem concorrência, sem absolutamente nada. Por que só R$ 370 milhões também é um mistério.

Para João Fukunaga, diretor executivo do Sindicato dos Bancários de São Paulo e coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), “a venda da carteira de crédito para o BTG Pactual, dita de vanguarda, é bastante suspeita ao beneficiar, pela primeira vez, um banco fora do conglomerado e que justamente foi criado pelo ministro bolsonarista. Como saber se o BB não está sendo usado para interesses escusos do Paulo Guedes?”.

Como quem entende de economia é o Posto Ipiranga, ele faz o que bem entende, já que o capitão não entende nada de nada.

E, mais pra frente, quem sabe se torne também beneficiário dessa transação. Ou assalto, se preferirem.

Há quem acredite que a mamata acabou.

*Dacio Malta trabalhou nos três principais jornais do Rio – O Globo, Jornal do Brasil e O Dia – e na revista Veja.

A frase do dia

“Minha mãe tinha 40 anos de carreira e no dia 14 de novembro ela ia fazer um mega show, mas esse desejo foi interrompido. Ela deixou muitos corações apaixonados, muitos casais também se uniram ao ouvir as músicas dela. Eu peço que vocês amem os pais de vocês, conversem mais, se abracem, deixem de brigas. É muito doloroso não poder abraçar minha mãe agora”.

Brenda, filha da cantora Cleide Moraes, vítima de acidente fatal na ponte de Mosqueiro no domingo à noite