Quem deu ao medíocre Caio Ribeiro, bolsonarista de armário, o poder de censurar Raí?

Por Kiko Nogueira, no DCM

Caio Ribeiro não é apenas um comentarista ruim, um campeão de platitudes. Caio Ribeiro é um idiota também fora da TV. Do alto de seu ego, resolveu repreender Raí por bater em Bolsonaro e sugerir que o sujeito pegue o boné.

Diretor do São Paulo, o mesmo clube que fez a fama de Caio, Raí criticou o presidente por “inventar crises políticas ou de interesses próprios, familiares, no meio de uma pandemia”.

“Se perder a governabilidade, eu torço e espero uma renúncia para evitar o processo de impeachment, que sempre é traumático”, disse.

Ainda honrou o irmão. “Bom, se vocês acharam o meu depoimento forte, imagina o Sócrates”, afirmou, lembrando sua “importância gigantesca na história do país”.

Segundo Caio, Raí “falou muito pouco de esporte e muito sobre política”.

“Ele, por mais que ele fale que é a opinião pessoal dele, hoje é o homem forte do São Paulo e as declarações e opiniões que emite respingam na instituição. Na hora que ele fala de renúncia, dos hospitais públicos e tudo isso, me parece que tem conotações políticas em relação a preferências”, pontuou.

E daí? Algum problema com relação a preferências?

Caio é censor? Quem lhe deu esse poder? A Globo?

Em 2018, Tiago Leifert escreveu um artigo na falecida GQ no mesmo tom.

Segundo Tiago, “tem muita coisa contaminada por aí. Precisamos imunizar o pouco espaço que ainda temos de diversão. Textão é no Facebook. Deixem o esporte em paz”.

O mundo encantado de Caio e Tiago é o do ignorante feliz. O planeta Neymar. 

O futebol brasileiro padece desse mal: atletas e dirigentes bem pagos e hipócritas, evangélicos chegados no pecado e fãs de um fascista no vestiário.

Raí honra a tradição de Sócrates, Reinaldo, Tostão, Juninho Pernambucano.

Por que eles não deveriam protestar diante do desastre humanitário protagonizado por Bolsonaro?

Porque o Caio não quer?

Infelizmente para Caio Ribeiro, existem homens como Raí, atletas e torcidas no mundo inteiro têm a mania de se indignar com iníquos sem pedir-lhe permissão.

Um comentário em “Quem deu ao medíocre Caio Ribeiro, bolsonarista de armário, o poder de censurar Raí?

Deixe uma resposta