Marin das Medalhas é libertado por risco de coronavírus

Marin é liberado de prisão nos EUA por risco de coronavírus - Crédito: REUTERS/Brendan McDermid

O ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) José Maria Marin teve aprovado na última segunda-feira, 30, um pedido de liberação da prisão nos Estados Unidos devido ao risco de contrair o novo coronavírus. Os advogados citaram a pandemia da covid-19 em sua solicitação, que foi acatada pela juíza distrital Pamela Chen, do Brooklyn, em Nova York. Ainda restavam nove meses para ele cumprir pena.

Um dos advogados responsáveis pela defesa de Marin, Julio Barbosa, confirmou a informação ao portal UOL. O ex-presidente da CBF, porém, ainda não tem data de soltura confirmada. 

O pedido foi feito no último domingo, 29, em caráter de urgência. Os procuradores do caso concordaram com a redução e o imediato encerramento da pena. Chen considerou que já foi registrado o cumprimento de 80% da sentença. 

Em 2018, Marin, que também foi governador de São Paulo nos anos 1980, foi sentenciado a quatro anos de prisão pela mesma juíza por crimes cometidos quando foi presidente da CBF, entre os anos de 2012 e 2015. Ele foi preso na Suíça e depois extraditado para os Estados Unidos. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s