Lula em Paris: mídia é corresponsável pela eleição de um fascista no Brasil

Imagem
“Paris sempre estará ao lado daqueles cujos direitos são desrespeitados”
(Anne Hidalgo prefeita de Paris a Lula)
Imagem

O grupo Globo confirma outra vez quano o asunto é Lula o tratamento é de claro boicote. A entrega do título de cidadão honorário de Paris ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na tarde desta segunda-feira 2 na Prefeitura da capital francesa, foi ignorada pelos veículos do grupo. Tanto a página na internet do jornal O Globo quanto o portal G1, do mesmo grupo, não noticiaram o evento.

Lula recebeu o prêmio das mãos da prefeita de Paris, Anne Hidalgo, que afirmou que era uma honra também para a cidade que o ex-presidente recebesse o título. Em seu discurso na cerimônia, que teve também as presenças da ex-presidente Dilma Rousseff e do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, Lula criticou a imprensa no Brasil.

“O candidato que venceu aquelas eleições, dono de um histórico de ataques à democracia e aos direitos humanos, foi poupado pelas grandes redes de televisão de enfrentar em debates o companheiro Haddad. Essa mídia, portanto, é corresponsável pela ascensão de um presidente fascista ao governo do Brasil”, disse Lula em referência a Jair Bolsonaro e às eleições de 2018. Leia aqui a íntegra do discurso de Lula na cerimônia.

Série C 2020 terá quadrangular para definir acesso

Paissandu e Remo conseguiram aprovar a proposta de quadrangulares na segunda fase da Série C 2020, em substituição ao mata-mata para decidir acesso à Série B. O novo formato foi aprovado na reunião do Conselho Técnico da competição, que foi realizada no começo da tarde desta segunda-feira, na sede da CBF, no Rio. A configuração dos dois grupos ficaram assim definidos: 1A 2B 3A 4B / 1B 2A 3B 4A.

Fábio Bentes e Ricardo Gluck Paul

A reunião teve a participação dos presidentes Ricardo Gluck Paul (PSC) e Fábio Bentes (Remo), acompanhados pelo vice-presidente da FPF, Maurício Bororó. A proposta nasceu de um estudo feito pela diretoria do Paissandu, a fim de diminuir os riscos de erros de arbitragem, como ocorreu na partida entre Náutico x PSC no mata-mata do acesso em 2019.

Durante a reunião do conselho técnico, os clubes decidiram encerrar a fase de mata-mata que decide o acesso para a Série B. Agora, o critério de classificação será através de dois quadrangulares, com times das chaves A e B, se enfrentando em fases de ida e volta.

Os dois melhores colocados de cada chave garantem o acesso a Série B de 2021 e seguem para a fase seguinte, para definir o campeão da 3ª da terceira divisão. Pelo novo sistema, os clubes terão que disputar 24 jogos para chegar ao acesso: 18 na primeira fase, mais 6 na segunda. (Com informações de Guilherme Guerreiro, na Rádio Clube)

Lula é homenageado com o título de cidadão honorário de Paris

A prefeita de Paris Anne Hidalgo, concedeu hoje ao ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva o título de cidadão honorário da capital francesa. A cerimônia foi realizada no início da tarde na prefeitura, com Dilma Rouseff e Fernando Haddad na plateia. Lula foi recebido por gritos da plateia e discursou em português, lembrando os dias na cadeia e se referindo ao ex-juiz a atual ministro da Justiça Sergio Moro como “criminoso”.

Lula e Anne Hidalgo

“Eu tomei a decisão de me entregar [em abril de 2018], eu poderia não ter sido preso, poderia ter iso para uma embaixada, mas mesmo com mais de 70 anos decidi ir até a Polícia Federal porque alguém tinha que provar que o juiz Moro era criminoso e que os representantes do Ministério Público que me acusaram eram mentirosos”, disse.

Lula disse, ainda, que o Brasil vive “o resultado de um processo de enfraquecimento do processo democrático” e um cenário de “desprezo mesquinho pelos direitos do povo”.

O ex-presidente falou também sobre a “felicidade ilimitada” por estar em liberdade e por ter ao lado a noiva, Rosângela. Ela acompanhou a cerimônia no palco, ao lado de Dilma Rousseff e Fernando Haddad. De acordo com a prefeitura de Paris, “a cidadania honorária é concedida em caráter excepcional a pessoas que se destacaram particularmente na defesa dos direitos humanos, a fim de afirmar o apoio de Paris nessas lutas e proteger os destinatários dessa distinção”.

O nome de Lula foi aprovado para receber o título em outubro do ano passado pelo Conselho de Paris, que destacou que “os direitos civis e políticos do ex-presidente do Brasil foram desprezados”.

Ver imagem no Twitter

Lula, Dilma e Haddad almoçaram hoje com o presidente francês François Hollande. “Conversamos muito sobre a conjuntura no Brasil e na França e as tarefas que precisamos cumprir para retomar os governos de inclusão e com mais justiça social”, disse o petista, ao publicar fotos do encontro no Twitter.

Ontem, o ex-presidente e os dois companheiros de partido se reuniram com lideranças políticas francesas. Estavam presentes o deputado francês Eric Coquerel e o líder do grupo França Insubmissa, Jean-Luc Mélenchon, que visitou Lula em Curitiba quando o ex-presidente estava preso na sede da Polícia Federal. (Do UOL)

Ex-ministro nega romance com Michelle

O ex-ministro da Cidadania deputado Osmar Terra (MDB-RS) respondeu por meio do Twitter às insinuações feitas por uma coluna da revista Isto É, sobre um possível caso extraconjugal com a primeira dama Michele Bolsonaro. Há duas semanas, no dia 21 de fevereiro, a revista publicou uma nota sugerindo que a primeira dama Michele Bolsonaro estivesse demonstrando desconforto no casamento e sugeriu que ela tem um caso o ex-ministro Osmar Terra.

O assunto esteve entre os assuntos mais comentados no Twitter durante este final de semana e na manhã desta segunda-feira (2). O ex-ministro Osmar Terra respondeu na sua conta no Twitter criticando a imprensa. Segundo ele, esta é mais uma tentativa de opositores afetarem a imagem do presidente e de sua família.