Há 50 anos…

O mundo do futebol ficou fascinado com a cabeçada de Cristiano Ronaldo no 2º gol da Juventus contra a Sampdoria nesta semana. Há 50 anos, o Rei Pelé já fazia gols e protagonizava grandes jogadas dentro da área, aproveitando sua excepcional impulsão. Apesar de mais baixo que CR7, Pelé foi um dos maiores cabeceadores da história do futebol.

Fifa planeja realizar Copa do Mundo feminina a cada 2 anos

A Copa do Mundo de Futebol Feminino pode ser realizada a cada dois anos, indicou o presidente da Fifa, Gianni Infantino, nesta sexta-feira. “Com o torneio da França, em 2019, tivemos mais de um bilhão de telespectadores em todo o mundo e alguns números incríveis em países onde o futebol feminino normalmente não está nem perto do jogo masculino, como Itália, Brasil ou Inglaterra”, disse Infantino, enquanto discutia o assunto.  “Este tremendo sucesso desencadeou algumas propostas, nas quais já estamos trabalhando”, completou.

O italiano explicou ter ficado interessado em uma proposta da Federação Francesa de Futebol para dobrar a frequência do Mundial por causa de seu “incrível impacto para o desenvolvimento do jogo” comparado ao torneios de futebol de clubes. “Isso geraria benefícios e impulso que se encaixam exatamente no que o jogo feminino precisa no momento. É algo que devemos colocar em discussão. Precisamos ver que tipo de grandes eventos podemos criar. Então, estamos estudando isso, é claro”, declarou. Atualmente, a competição é disputada a cada quatro anos, com a seleção norte-americana tendo levantado o troféu em 2015 e novamente em julho.

A tartaruga e o poste

“Enquanto suturava um ferimento na mão de um velho gari, o médico do Mais Médicos e o paciente começaram a conversar sobre o país, o governo, e fatalmente sobre o Bolsonaro. O velhinho disse:
— Bom, o senhor sabe, o Bolsonaro é como uma tartaruga em cima do poste…
Sem saber o que o gari quis dizer, o médico perguntou:
— O que significa uma tartaruga num poste?
Calmamente, o gari explicou:
— Quando o senhor vai indo por uma estradinha, vê um poste, e lá em cima tem uma tartaruga tentando se equilibrar. Isso é uma tartaruga num poste.
Diante da cara de interrogação do médico, o velho acrescentou:
— A gente não entende como ela chegou lá; não acredita que ela esteja lá; sabe que ela não subiu lá sozinha; sabe que ela não deveria nem poderia estar lá; sabe que ela não vai fazer absolutamente nada enquanto estiver lá; não entende porque a colocaram lá. Então, tudo o que temos a fazer é ajudá-la a descer de lá. E providenciar para que nunca mais suba, pois lá em cima, definitivamente, não é o lugar dela.”

(Autoria desconhecida)

Delegado indicia brigadistas pelos incêndios em Alter do Chão

A Polícia Civil indiciou 4 brigadistas pelos incêndios que atingiram a Área de Proteção Ambiental de Alter do Chão, no Oeste do estado, em setembro deste ano. O advogado deles diz que a conclusão é “precipitada”. Em relatório de quarta-feira (18), obtido pelo G1, o delegado Waldir Freire Cardoso (foto) aponta como responsáveis pelas queimadas os brigadistas Daniel Gutierrez Govino, João Victor Pereira Romano Marcelo Aron Cwerner e Gustavo de Almeida Fernandes, e Ronnis Repolho Blair, conhecido como “Cebola”, que foi treinado pela brigada, mas não a integra.

O documento diz que várias linhas investigativas foram apontadas, inclusive a participação de grileiros de terra ou de incêndios para limpeza de terrenos que teriam fugido ao controle. Mas, segundo o delegado “a investigação tomou rumo em direção à atividade dos líderes da Brigada de Alter do Chão”.

Segundo Cardoso, que assumiu o inquérito após determinação do governo do Pará, os indícios recolhidos na investigação “demonstram a participação ativa dos referidos Brigadistas nos eventos” e que havia “o interesse destes em disseminar registros fotográficos em âmbito nacional e internacional com a finalidade de promoção da tragédia e em benefício de auferirem vantagens financeiras através de vultosas doações em dinheiro, por parte de pessoas de boa fé de todo o globo.”

Os 5 vão responder por dano a unidades de conservação e áreas de proteção ambiental (pena de 1 a 5 anos de prisão), concurso de pessoas (que pode agravar a pena) e associação criminosa (1 a 3 anos de prisão).

O advogado dos 4 brigadistas, Fernando da Nóbrega Cunha, classificou a conclusão como “precipitada” e negou que seus clientes sejam responsáveis pelos incêndios. “Me parece, com todo o respeito, açodada e precipitada essa conclusão do inquérito e o indiciamento de pessoas inocentes”, disse o advogado Fernando da Nóbrega Cunha. O G1 ainda não procurou a defesa de Ronnis Blair, o 5º indiciado.

O indiciamento significa que o delegado responsável pelo caso vê indícios concretos de que o investigado cometeu determinado crime. Ao ser formalizado, com base nas evidências colhidas durante a apuração, o documento tem de passar pelo Ministério Público.

Uma vez nas mãos do MP, o relatório é analisado pelos procuradores que, caso considerem haver provas suficientes contra o indiciado, são os responsáveis por apresentar denúncia à Justiça.

GRILEIROS

A investigação que levou ao indiciamento dos brigadistas foi alvo de questionamentos após a detenção deles, em 26 de novembro – eles acabaram soltos dois dias depois (veja o vídeo divulgado por eles logo após a soltura), e o governo do Pará trocou o delegado responsável pelas apurações.

Além disso, no dia seguinte à prisão, o Ministério Público Federal (MPF), que desde 2015 apura a grilagem de terra em Alter do Chão, pediu acesso ao inquérito e afirmou que investigações apontavam “assédio de grileiros, ocupação desordenada e para a especulação imobiliária como causas da degradação ambiental” na região.

(Com informações do G1)

Corporativismo aflorado. Substituto mantém a linha de investigação do primeiro presidente do inquérito. Enquanto isso, o MPF e a PF apontam grileiros, fazendeiros e empresário do amo imobiliário como principais suspeitos. Fundamentos bozonarianos contaminam a Polícia em todo o país.

Neymar é único brasileiro na lista das maiores fortunas

O Cuponation, plataforma de descontos online pertencente da alemã Global Savings Group, compilou dados dos artistas mais bem pagos deste ano e fez comparações com uma lista semelhante divulgada no ano passado, além de dar ênfase ao único artista brasileiro apresentado.

Foi divulgado recentemente pela Forbes o ranking anual dos 100 artistas mais bem pagos do mundo de 2019, na qual o jogador de futebol Neymar aparece em sétimo lugar, além de ser o único brasileiro da lista, com estimativa de ganho de 105 milhões de dólares, cerca de R$ 427 milhões. 

Ao comparar este dado com o de uma lista semelhante divulgada no ano passado, em que o futebolista tinha acumulado um valor de US$ 90 milhões, há um aumento significativo de 16,66% em seu patrimônio. 

É válido lembrar o atacante é um dos jogadores mais bem pagos do futebol europeu e já se aproxima da marca de 400 gols feitos na carreira. Atualmente jogando na casa do Paris Saint-Germain, o atleta recebe um salário de 36,8 milhões de euros anualmente.

Apesar de haver apenas 16 pessoas do sexo feminino dentre 100 artistas do ranking, os dois primeiros lugares são ocupados justamente por mulheres, sendo elas a cantora Taylor Swift, com o valor apurado em US$ 185 milhões (R$ 752 milhões) e a modelo Kylie Jenner, contabilizando US$ 170 milhões (R$ 691 milhões). Veja a lista completa com todos os artista no infográfico interativo do Cuponation

Ao calcular, o Cuponation constatou que entre o dinheiro recebido pelo Neymar e a primeira colocação do ranking, a diferença, em reais, é de mais de R$ 350 milhões. Comparado com o artista da última posição (Celine Dion), o jogador ganha R$ 270 milhões a mais – os valores foram convertidos no dia 17 de dezembro de 2019.