Time de Xavi abre hoje o Mundial de Clubes no Qatar

O Mundial de Clubes da Fifa em 2019 começa nesta quarta-feira, no Qatar, e terá nada menos do que Xavi Hernández, ex-jogador do Barcelona e agora treinador, como principal destaque do jogo de abertura entre Al Sadd, representante do país sede e Hienghene, da Nova Caledônia, campeão da Champions League da Oceania. A bola rola às 14h30 (de Brasília). Xavi é o atual treinador do Al Sadd, que terá apenas sua segunda participação no Mundial de Clubes, sendo a primeira em 2011.

O ex-Barcelona foi jogador do clube do Qatar nas últimas três temporadas e se tornou o comandante da equipe em maio. Já o Hienghene participa pela segunda vez consecutiva.

O Hienghene é o atual campeão da Liga dos Campeões da Oceania, é bem verdade, no entanto, o que pouco se fala é que a equipe tecnicamente não é um time profissional. A maioria dos jogadores da equipe joga futebol de forma amadora, e o capitão da equipe, Bertrand Kai, de 36 anos de idade, falou sobre a experiência de estar novamente no Mundial de Clubes da Fifa. (Do UOL)

Senadora "Moro de saias" é cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico

A maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) votou hoje (10) a favor da cassação do mandato da senadora Selma Arruda (Podemos-MT) por abuso de poder econômico e caixa dois nas eleições do ano passado.

Até o momento, cinco dos sete ministros que compõem o plenário votaram pela cassação da senadora e dois suplentes que formaram a chapa. Faltam dois votos. A Corte ainda deve decidir nesta noite se novas eleições serão convocadas pela Justiça Eleitoral do Mato Grosso.

Em abril, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Mato Grosso cassou o mandato da senadora pela suposta omissão de R$ 1,2 milhão na prestação de contas da campanha do ano passado. Porém, Selma Arruda e seus suplentes puderam recorrer ao TSE.

Durante o julgamento, o advogado Gustavo Bonini Guedes, representante da senadora, afirmou que a parlamentar não praticou caixa dois e abuso de poder econômico. 

“A senador Selma Arruda foi eleita com base nas plataformas de combate à corrupção, que sempre defendeu como juíza no Mato Grosso, determinado a prisão de presidente da Assembleia Legislativa e ex-governador”, disse a defesa.

Lateral artilheiro: Pikachu iguala marca de Breitner

Ao marcar o gol do Vasco contra a Chapecoense, domingo, na rodada final do Campeonato Brasileiro, o paraense Yago Pikachu atingiu a marca de 103 gols na carreira, igualando-se ao craque alemão Paul Breitner, campeão mundial em 1974 e lateral com mais gols marcados no futebol moderno.

Pikachu pode superar Breitner já no começo do próximo ano, na partida do Vasco contra o Bangu, pelo Campeonato Carioca, e se tornar o lateral com mais gols na história do futebol mundial.

Lava Jato recicla contra Lulinha acusação que foi arquivada em 2012

Do Jornal GGN

A narrativa que a Lava Jato criou contra Lulinha para investigá-lo, em Curitiba, por causa de negócios do grupo Gamecorp com a Oi/Telemar, já foi alvo de dois inquéritos no passado. E ambos terminaram arquivados em Brasília e São Paulo, em 2012.

Na Justiça de Brasília, tramitou desde 2006 o inquérito civil. Já a investigação criminal nasceu em 2008 no Rio de Janeiro, onde fica a sede da Gamecorp, e depois foi transferida para São Paulo.

As suspeitas eram de que o grupo Gamecorp, que pertence a Lulinha e sócios, teria recebido, somente em 2005, R$ 5 milhões da Oi numa transação supostamente vinculada a um decreto de Lula que alterou a regra das teles, facilitando a fusão da Telemar com o Brasil Telecom.

Na área criminal, o próprio Ministério Público Federal admitiu que “o inquérito policial foi instaurado a partir de requerimento fundado em notícias jornalísticas, sem que fossem carreadas outras provas que apontassem concretamente eventuais vantagens.”

E civil, “não foi possível obter qualquer prova que demonstre efetivamente que o investimento da Telemar na Gamecorp exerceu influência na posterior alteração da norma que veio a permitir a compra da Brasil Telecom”.

Além disso, “tampouco se obteve prova de que o investimento se deu em razão da presença do filho do presidente da República no quadro societário da Gamecorp.”

A Lava Jato em Curitiba reciclou a história, e agora alega suspeita de que todos os pagamentos feitos, de 2005 a 2016, somando R$ 130 milhões, têm algum vínculo com decisões já tomadas por Lula durante sua passagem pelo governo federal.

Para justificar que o caso agora deve tramitar em Curitiba, a força-tarefa liderada por Deltan Dallagnol aponta a suposta existência de um possível elo entre os pagamentos ao Gamecorp e a compra do sítio de Atibaia pelas famílias Bittar e Suassuna. (Leia mais aqui)

Leia mais: MPF em Curitiba força elo entre sítio e Oi para justificar ação contra Lulinha

PSC dispensa Tiago Luís e empresta Willyam

Em curta nota divulgada no começo da tarde desta terça-feira, o PSC comunicou a saída do meia Tiago Luís e o empréstimo do volante Willyam ao Aparecidense-GO. 

“O Paysandu Sport Club informa que, nesta terça-feira (10), chegou a uma decisão em comum acordo com o atleta Tiago Luis para acertar sua rescisão contratual. O jogador tinha vínculo com o clube até o final da temporada 2020. O Paysandu Sport Club agradece ao meio-campista pelos serviços prestados desde a primeira passagem pela Curuzu, em 2016. Já o volante Willyam foi emprestado à Aparecidense até o final do Campeonato Goiano do ano que vem”.

Tiago chegou no começo do ano com status (e salário) de ídolo para resolver o problema de criação no meio-campo. Ao longo da temporada, atuou poucas vezes, ficou muito tempo no departamento médico e sempre com dificuldades parra encontrar a melhor forma física.

Nota do PT: Moro não aceita Justiça e comanda ataque ilegal a Lula

“No mesmo dia em que o Datafolha confirma que a maioria da população considera justa a decisão do Supremo Tribunal Federal reconhecendo o direito do ex-presidente Lula recorrer em liberdade da sentença ilegal e injusta de Sergio Moro, os procuradores da Lava Jato e a Polícia Federal comandada pelo ex-juiz demonstram mais uma vez sua inconformidade com a Justiça e o estado de direito democrático.

Em mais uma operação midiática, espalhafatosa e ilegal, os procuradores e a PF de Moro promoveram nesta terça (10/12) uma exposição caluniosa de familiares de Lula, com claro objetivo de atingi-lo. Divulgaram mais uma vez ilações e acusações falsas sobre fatos que já foram objeto de investigação da própria PF e do MP Federal, arquivados por decisões judiciais desde 2010, todas no sentido de negar a prática ilícitos.

Chega a ser indecente a insubordinação de Sergio Moro, seus parceiros e subordinados diante da decisão do STF que reafirmou o princípio constitucional da presunção de inocência para todos os cidadãos, e não apenas Lula, que é o alvo de sua perseguição.

O ministro da Justiça de Bolsonaro abusa do cargo para pressionar o Congresso a romper uma cláusula pétrea da Constituição. Abusa de seu comando sobre a PF para envenenar a sociedade com mentiras. Acuado, tenta pressionar o próprio Supremo, que tem em pauta o julgamento de um habeas corpus em que é demonstrada, com fatos e provas, a suspeição do ex-juiz, que mentiu, grampeou advogados e cerceou a defesa de Lula.

A operação de hoje reforça a necessidade do julgamento do habeas corpus da suspeição de Moro pelo STF, para que cesse de vez a perseguição movida por ele contra Lula. Da mesma forma, é necessário julgar o habeas corpus em que a defesa de Lula demonstra, com fatos e provas, a suspeição dos procuradores de Deltan Dallagnol, confirmada e reforçada pela barbaridade jurídica que cometeram na data de hoje.

PT apoia incondicionalmente Lula na busca pela verdadeira justiça. Esta é uma causa que diz respeito à preservação do estado de direito e à defesa da democracia no Brasil”.

Gleisi Hoffmann, Presidenta Nacional do PT
BRASÍLIA, 10 de dezembro de 2019