Novo trabalho do Pearl Jam a caminho

Uma publicação de um fã no fórum presente no site oficial do Pearl Jam aponta que a banda pode fazer um grande anúncio nesta semana – mais precisamente, na quinta-feira (10). A novidade seria o novo álbum de estúdio da banda e uma turnê mundial, com início para janeiro de 2020.

“Fontes próximas à banda indicam que um grande anúncio sobre o lançamento de ‘Pearl Jam Eleven’, um álbum duplo que representa o 11° trabalho de estúdio deles, é iminente. Fontes também dizem que a banda anunciará uma turnê mundial, com início em janeiro de 2020”, diz a publicação, que deve ser tratada como rumor.

A postagem diz, ainda, que as primeiras indicações a respeito dos novos trabalhos é que “o álbum e a turnê representarão uma ‘viagem abrangente’, com shows, memorabilia e exibição de pôsteres, além de apresentações em locais ‘menores'”. Por fim, a data do supost anúncio oficial é apontada: 10 de outubro.

A publicação pode ser conferida no fórum do site do Pearl Jam.

Não é segredo que o Pearl Jam está trabalhando, há algum tempo, em um novo álbum de estúdio. Em entrevista concedida neste ano à revista Rolling Stone, o guitarrista Stone Gossard e o baixista Jeff Ament disseram que o processo de concepção do disco estava acontecendo, mas que tem se arrastado por algum tempo, especialmente após o suicídio de Chris Cornell, em 2017.

“Vamos fazer um disco, estamos no meio disso. Vamos seguir trabalhando até conseguir fazê-lo”, afirmou Stone Gossard.

O baixista Jeff Ament comentou, ainda, que os integrantes do Pearl Jam se juntara para criar “umas quatro ou cinco vezes nos últimos dois anos”. “Estamos em uma espécie de limbo. Tenho certeza de que todos têm mais riffs, assim como Eddie Vedder (vocalista) tem diversas letras”, disse Ament.

“Seria divertido gravar ou apenas compor uma música juntos. Acho que quando Chris (Cornell) faleceu, foi algo realmente difícil de se entender. E, então, há coisas que apenas são da vida mesmo”, completou.

Um single, intitulado “Can’t Deny Me”, foi lançado em 2018. Desde então, a banda não divulgou outras novidades.

Brasília sedia evento ‘Machonaria’, que pretende promover a masculinidade

Por Zilá Motta

Um evento que promete “resgatar a masculinidade patriarcal” está causando burburinho e tem recebido críticas nas redes sociais. Batizado de Machonaria II, o encontro promove a “masculinidade, espiritualidade e o empreendedorismo entre homens” dos dias 14 a 17 de novembro, nos arredores de Brasília. Os ingressos custam a partir de R$ 1.850, podendo chegar a R$ 2.950.

O idealizador é o pastor Anderson Silva, líder da igreja Vivo Por Ti. ” Não teríamos tantas feministas decepcionadas andando por aí se os homens fossem melhores maridos e pais, porque a reação natural das mulheres de Deus é confiar e respeitar os verdadeiros homens de Deus”, escreveu o pastor em post no Instagram. “Retrato da sociedade brasileira doente”, retrucou um dos diversos perfis que se sentiram incomodados com a polêmica proposta.

Quem se inscrever na Machonaria II terá direito à hospedagem em um hotel fazenda a 24 km da capital federal e a participar de atividades e palestras ministradas por pastores e personalidades do mundo gospel.

A descrição do evento diz ainda que os participantes poderão se perceber como “reis, profetas e sacerdotes”. E não para por aí. Simultaneamente, na mesma data e local, ocorrerá o “Femmenaria”, que visa promover feminilidade, espiritualidade, família e empreendedorismo.

Na descrição, foi prometido que, em 2020, o dinheiro arrecadado será usado na construção de um projeto “refúgio” para trabalhar com maridos abusadores e pedófilos.

A organização do Machonaria II foi procurada pelo Metrópoles e informou que mais detalhes sobre o evento seriam passados “apenas para os cristãos”.

Começa o desmanche no Leão

O Remo etá muito perto de começar o desmanche de parte do elenco. Gustavo Ramos, peça importante e titular da equipe, deve ser o primeiro a deixar o Evandro Almeida. O jogador confirmou que está de saída para o futebol chinês, antes mesmo do Re-Pa de domingo (6). “Tem uma coisa na China”, disse, sem entrar em detalhes.

Velocista, atuando pelos lados, Gustavo é considerado um jogador tático, com boa capacidade de recuperação. Com a camisa do Leão, atuou em 35 jogos e marcou 5 gols. Após a eliminação o Remo na Série C, já indicava que não renovaria o seu contrato, chegando a colocar em xeque sua participação até na Copa Verde.

A diretoria expôs a sua importância dentro do elenco e Gustavo topou prosseguir com o vínculo contratual até o final das competições de 2019.

Sob pressão, Deltan sai em defesa Janot

Desgastado desde as primeiras revelações da Vaza Jato, o procurador Deltan Dallagnol saiu em defesa do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, que revelou ter entrado armado no Supremo Tribunal Federal para assassinar o ministro Gilmar Mendes. 

Para o procurador, o que houve com Janot foi um caso “isolado”. “Quando a gente olha o procurador, vemos que ele teve uma história de trabalho equilibrado e firme contra a corrupção. Acredito que a declaração dele foi uma questão bastante isolada”, disse Dallagnol em entrevista para a Rede Massa, filiada do SBT no Paraná.

“Hoje, eventuais diferenças devemos resolver na Justiça. Mas tudo não passou de um pensamento. Ninguém pode ser punido por refletir sobre fazer algo. Mais errado ainda que se cogitar algo errado é fazer algo errado. E o que aconteceu em seguida, a busca e apreensão [na casa do Janot] não tem fundamento”, disse.

FGTS: Governo quer tirar exclusividade da Caixa para beneficiar bancos privados

“O governo quer aproveitar a MP que libera os saques do FGTS para promover uma ampla reformulação do Fundo. A principal delas é a quebra do monopólio da Caixa como operadora do FGTS, permitindo o acesso aos recursos a bancos privados . Esse dinheiro é usado no financiamento a projetos de infraestrutura, saneamento e habitação, em geral com taxas abaixo das cobradas no mercado. Em 2018, a Caixa desembolsou R$ 62,3 bilhões em crédito para esses setores”, informam Geralda Doca e Luciana Casemiro, em reportagem publicada no Globo.

Atualmente, há dois agentes financeiros do FGTS: a Caixa, com 93% da verba, e o Banco do Brasil, com 7%.”O acesso dos bancos privados a esses recursos, se aprovado, será regulamentado pelo Conselho Curador do FGTS. A partir disso, eles poderão estabelecer regras e modelos de negócio próprios. Hoje, os bancos privados financiam imóveis, em sua maioria, com dinheiro da poupança”, apontam ainda as jornalistas.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, admite que decisão pode atingir a população mais pobre. “Nos dez anos do Minha Casa Minha Vida, a participação dos bancos privados é quase inexistente. Essas instituições estão presentes preponderantemente no Sul e no Sudeste, enquanto a Caixa está em 97% dos municípios brasileiros. Em 711 cidades só existe a Caixa. Isso quer dizer que o financiamento nas proximidades dos grandes centros até pode ficar mais barato, mas a 300 quilômetros de Manaus, o crédito vai ficar mais caro”, afirma.

Fim da multa de 10%

O projeto do governo também acaba com a multa adicional de 10% paga pelas empresas nos casos de demissões sem justa causa, para compensar as perdas causadas pelos planos Verão e Collor. Já a multa de 40% paga pelas companhias ao trabalhador, nesse tipo de demissão, foi mantida.