Vadão convoca veteranas e tropeça nas gafes

vadao-selecao-feminina

O técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, acumula nove derrotas nos últimos nove jogos da seleção brasileira feminina e irritou ainda mais torcedores nesta quinta-feira, 16, com vários comentários depois de anunciar as 23 convocadas para a Copa do Mundo da Fifa, de 7 de junho a 7 de julho, na França.

Primeiro, Vadão falhou na geografia ao analisar uma das adversárias do Brasil na primeira fase, a estreante Jamaica. “Temos a Jamaica, que é surpresa, pois nunca tinha participado, já tínhamos visto vários jogos. É uma equipe que não foge da característica do futebol africano, muita estatura, atacantes altas, que sabem proteger”, afirmou o técnico sobre o país da América Central, não da África.

Depois, o treinador de 62 anos, com passagens por grandes clubes do futebol masculinos como Corinthians e São Paulo, foi acusado de preconceito ao comparar os ambientes do vestiário de homens e mulheres.

unnamed (5)

“Quando entramos no vestiário, elas não paravam de falar, porque é difícil, elas não param mesmo. (…) Os homens  têm uma discussão ou outra mas são raros os casos. Com mulheres é mais frequente quando estão nervosas. Às vezes, é um pouco mais difícil acalmar as mulheres naqueles momentos”.

O Brasil estreia no Mundial em 9 de junho, contra a Jamaica, em Valenciennes. Pela primeira vez, os jogos do Brasil serão transmitidos em TV aberta, pela Globo e pela Band. (Da revista Placar)

Jornalista lança livro sobre o massacre dos garimpeiros de Serra Pelada

f42b27ce-c2bc-4418-8d20-1c4ee4151a22

O livro-reportagem “Encurralados na Ponte”, do jornalista Paulo Roberto Ferreira, que desvenda o massacre dos garimpeiros de Serra Pelada pela Polícia Militar em 1987, será lançado no próximo dia 22 em Belém.
Em 29 de dezembro de 1987, cerca de 300 garimpeiros protestavam na ponte rodoferroviária de Marabá, no Sudeste do Pará, por onde transita o minério de ferro da Vale. Havia uma negociação em curso para desocupação, mas os manifestantes foram surpreendidos com a violência policial. A versão oficial na época, e aceita até hoje, é a de que não houve vítimas.

Mas o livro prova que o que ocorreu foi, na verdade, um massacre. “O texto resgata a memória da luta dos garimpeiros e é uma denúncia sobre os conflitos gerados por um modelo de desenvolvimento e de consumo que expropria os direitos da população local. Ficam buracos, desaparecidos, mortos e cruzes fincadas pelas terras, pontes, estradas e rios da amazônia paraense”, ressalta o jornalista.

Presidente se irrita com pergunta de repórter da Folha de SP sobre cortes na Educação

40896252233-845e95b26b-k-e1558027409193

Irritado com os protestos que provocaram um tsunami nas ruas do Brasil contra o bloqueio de recursos dos institutos federais de ensino, Jair Bolsonaro (PSL) agrediu verbalmente uma repórter da Folha de S.Paulo quando indagado sobre o assunto em Dallas, nos Estados Unidos. O presidente ainda publicou o vídeo com a agressão na sua conta no Twitter.

“Pela falta de recursos se faz contingenciamento. Todos os governos já fizeram isso, inclusive na Educação. Aqui nos Estados Unidos uma repórter da Folha desconhecia a diferença entre corte e contingenciamento. Nós explicamos. Assista”, tuitou.

No vídeo, Bolsonaro causa constrangimento, em clara demonstração de assédio moral, ao dizer que a repórter deveria voltar para uma faculdade “que presta e fazer bom jornalismo”.

“Primeiro, vocês da Folha de S.Paulo têm que entrar de novo em uma faculdade que presta e fazer bom jornalismo. Isso que a Folha tem que fazer. E não contratar qualquer um, qualquer uma, pra ser jornalista. Pra ficar perguntando besteira e publicando coisa nojenta”, disse, sendo aplaudido por um pequeno grupo de apoiadores.

Bolsonaro segue constrangendo a repórter, indagando: “Você quer debater orçamento comigo?”. A repórter diz, então, que quer saber o que ele está priorizando, quando o presidente interrompe novamente a jornalista, sendo ajudado por um assessor.

Garré é nova opção para o meio-campo do Leão

whatsapp-image-2019-05-14-at-17.56.01

O Remo tem mais uma opção para o setor criativo do meio-campo. Guilherme Garré, meia de 26 anos, foi apresentado oficialmente à imprensa. Regularizado, o jogador tem condições de ser aproveitado contra o Ypiranga de Erechim, segunda-feira à noite, no Mangueirão. Depende dos planos do técnico Márcio Fernandes.

Sem dúvidas [estou pronto para a estreia]. Estou preparado. Não parei, né, e já estou vindo treinando. Se precisar, estou pronto. Cheguei em Belém na terça-feira [da semana passada] de madrugada. Venho treinando desde então. Pelo início de campeonato que estamos fazendo deu para ver que é uma equipe muito boa. Eu estou aqui para ajudar a equipe. Se for para eu jogar [já na segunda-feira], é com o treinador. Acho até que hoje o professor está mais confortável no trabalho dele, por ter mais opções, por ter peças de reposição. O Clube do Remo só tem a ganhar com isso”, disse Garré.

Ele tem alguns acessos na curta carreira. Em 2016, ele ajudou a levar o São Bento à semifinal da Série D do Brasileiro, que garantiu o acesso à Série C. No ano passado, integrou o elenco do Botafogo-SP na Série C. Neste ano, subiu com o Santo André para a elite do Campeonato Paulista ao ser campeão da Série A2 do estadual.

whatsapp-image-2019-05-14-at-17.56.06

“Do meu ponto de vista foi uma participação muito boa. Ajudei a equipe [Santo André] a conquistar o objetivo, que era o acesso, e fomos coroados com o título. Se não me engano só não joguei duas ou três partidas. Agora já foi, é passado, estou com a cabeça aqui no Remo e em busca de conquistar os objetivos”, ressaltou Garré, que veio para o Remo por indicação do técnico Márcio Fernandes. (Com informações do site oficial do Remo, do DOL e do GE)

Estudantes de Santarém foram às ruas gritar em defesa da educação

44d3df13-d7fa-40d5-9450-e4f81f21b215

Milhares de estudantes, professores e pais engrossaram as manifestações que aconteceram ontem em todo o Brasil, e saíram às ruas de Santarém (PA) para protestar contra os cortes no orçamento da educação promovidos pelo governo brasileiro e que atingem de forma mortal as universidades e os institutos federais. (Fotos: Edvaldo Pereira)

a3803cbc-fe0a-4631-ab4f-48c98b6bd043

O Papão e seus Tiagos

D6VMwn_WwAI7VFD

POR GERSON NOGUEIRA

Tiago Primão pode jogar ao lado de Tiago Luís? Primão dá conta de cuidar da transição e criação e jogadas? Tiago Luís aguenta 90 minutos?

São as dúvidas e perguntas que alimentam as discussões entre torcedores e que, seguramente, devem estar na pauta diária da comissão técnica antes das três partidas que o time fará longe de Belém a partir de domingo.

Para o primeiro compromisso, domingo, contra o Volta Redonda, é improvável que Léo Condé arrisque com Tiago Luís desde o começo da partida, para não correr o risco de queimar uma substituição certa.

Primão, que não é o organizador dos sonhos de Condé e nem da torcida, vai permanecendo como titular por exclusão, visto que não há outro jogador em condições de substituí-lo de imediato.

Recém-chegado, Tiago Luís deve entrar aos poucos, como no confronto com o Juventude, quando jogou por 25 minutos. Mesmo aparentemente bem fisicamente, há consenso na Curuzu quanto às exigências físicas da Série C.

O grande problema está na capacidade criativa do time quando Primão é o encarregado de elaborar as jogadas e comandar a transição. Nas três partidas iniciais, ele sempre ficou aquém das expectativas.

Primão nem jogou tão mal contra o Juventude, mas poderia ter sido mais participativo e agudo quando o PSC tinha controlava as ações no primeiro tempo. Alterna momentos de distração com lampejos de lucidez tática, como quando optou por chutes de média distância, ameaçando a defesa gaúcha.

Não há, porém, qualquer dúvida quanto ao futuro dono da camisa 10 (mesmo que ela tenha outro número, no caso o 40): o clube investiu alto para que Tiago Luís voltasse, o que obviamente indica que o jogador não veio para integrar o banco de suplentes.

Caberá a Condé avaliar o momento certo de delegar ao jogador as responsabilidades de administrar a meia-cancha bicolor, setor que tem quase tantas deficiências quanto o ataque.

A batata quente está em suas mãos. O fator tempo é crucial. Condé não pode escalar Tiago Luís como titular de imediato, nem pode correr o risco de retardar muito essa decisão, sob o risco de vir a pagar caro pela demora.

———————————————————————————————–

Clubes associam marca ao desafio das apostas eletrônicas

Alguns clubes já fecharam contrato para exibir o nome dos sites de apostas em suas camisas. Corinthians, Santos e Botafogo saíram na frente aceitando a nova modalidade de patrocínio, mas o fato é que ainda reina muita desconfiança quanto aos riscos para a imagem das agremiações.

A Lei 13.756/2018, que legalizou as apostas esportivas no Brasil, foi sancionada em dezembro e tem propiciado uma verdadeira febre entre os torcedores, criando uma nova modalidade de apostas via internet.

Dentre as arrecadações previstas pela movimentação das casas de apostas, o patrocínio já era praticado nos países legalizados e chega agora ao Brasil proporcionando parcerias com times de futebol.

A tendência é que esses patrocínios cresçam nos campeonatos do país e, assim como os times de campeonatos como NBA, os nomes de casas de apostas se popularizem, ao mesmo tempo em que devem se tornar mais transparentes os processos de fiscalização do jogo.

———————————————————————————————

Torneio esportivo para esclarecer e orientar jovens

Um torneio esportivo será realizado hoje, no Estádio Jornalista Edgar Proença, o Mangueirão, reunindo mais de 100 jovens e crianças, dentro da programação da Semana Paraense de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que tem o seu dia D no próximo sábado (18), e do Maio Laranja. A iniciativa é uma parceria da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e do ParáPaz.

O torneio esportivo terá partidas de futsal, vôlei, tênis de mesa e atletismo (arremesso de dardos). Antes do início do torneio, haverá uma roda de conversa com os participantes acerca da temática da semana.

Os meninos e meninas que participam do torneio estão matriculados nas novas turmas do projeto Talentos Esportivos, que continua com inscrições abertas. Além das competições nas modalidades esportivas, o evento também prevê uma sessão de cinema, às 15h30.

——————————————————————————————-

Direto do blog campeão

“O Remo, durante anos de disputa nos brasileiros das Séries D e C, necessitava de uma estratégia inteligente de jogo em busca de resultados positivos, principalmente em jogos fora de casa. Na atual competição, vimos um time, que apesar de algumas falhas de marcação, vem trazendo resultados convincentes. Tudo bem que não sejam partidas primorosas, mas devemos considerar o objetivo proposto pelo treinador, experiente e campeão em outras jornadas da C. O início é alvissareiro, e cabe ainda maior evolução tática e técnica de alguns jogadores, assim poderemos ter a convicção de que esse plantel pode nos agraciar com o acesso, mesmo sendo cedo para tanto. Mas repito, tem algo diferente nessa campanha, vejo um time determinado, toque de bola e principalmente uma proposta de jogo. E assim vamos, meu Leão mais querido!”.

Lucilo Filho, satisfeito com o começo auspicioso do Leão na Série C

(Coluna publicada no Bola desta quinta-feira, 16)

Entidade de Dallas diz que Bolsonaro se auto-convidou e não vai receber prêmio

1W11QeD1

O representante do World Affairs Council, em Dallas, nos Estados Unidos, Jorge Baldor negou ter convidado o presidente Jair Bolsonaro para ser homenageado na sede da entidade nesta quinta-feira (16). A informação é da coluna Radar, da Veja. “Ele mesmo se convidou e Bolsonaro não vai receber um prêmio”, afirmou, contrariando o que disse o Palácio do Planalto.

O representante da entidade disse ainda que mantém um contrato com a cidade de Dallas para receber autoridades estrangeiras, mas que não há um fórum público programado, apenas um almoço com empresários. O prefeito de Dallas, Mike Rawlings, do partido Democrata, afirmou que não irá a qualquer evento envolvendo Bolsonaro.