Fórum manifesta preocupação com decreto que facilita acesso a armas

Em nota oficial, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública se manifestou nesta quarta-feira (8) sobre o decreto do presidente da República flexibilizando o acesso a armas de fogo por colecionadores e atiradores.

“O Fórum Brasileiro de Segurança Pública vê com bastante preocupação a assinatura do decreto presidencial para facilitar o acesso a armas de fogo e munições a caçadores, atiradores e colecionadores (CAC). A medida é claramente uma tentativa de driblar o Estatuto do Desarmamento, que está em vigor no país desde 2003, e ignora estudos e evidências que demonstram a ineficiência de se armar civis para tentar coibir a violência em todos os níveis. Além de contrariar a legislação atual, o decreto carece de uma análise do Congresso Nacional, e parece ter sido feito sob medida para agradar alguns eleitores do atual presidente da República, que dá sinais claros de realmente acreditar que Segurança Pública começa dentro de casa. Nesse sentido, o decreto é nada mais que uma artimanha para desviar o foco do que realmente interessa, que é a implantação de uma política pública de segurança construída a partir da coleta de dados e pesquisas que possam de fato reduzir a violência. O Governo Federal deveria trabalhar para identificar as razões que levaram à queda dos homicídios em 2018, e assim documentá-las para serem replicadas, ao invés de insistir na aposta de receitas comprovadamente equivocadas para o setor”.

Champions: Lucas, com 3 gols, comanda heroica classificação do Tottenham

FBL-EUR-C1-AJAX-TOTTENHAM

A primeira vez a gente nunca esquece. Nesta quarta-feira, na Johan Cruyff Arena, o Tottenham fez história e avançou à final da Liga dos Campeões. Os Spurs venceram o Ajax por 3 a 2 em uma virada épica e conseguiram chegar até a grande decisão no dia 1º de junho, em Madrid, às 16h00 (horário de Brasília), no estádio Wanda Metropolitano.

Quem brilhou pelo lado dos ingleses foi o brasileiro Lucas. Com três gols e participação decisiva na partida, o atacante foi peça fundamental para o time comandado por Mauricio Pochettino avançar. De Ligt e Ziyech marcaram a favor do Ajax.

FBL-EUR-C1-AJAX-TOTTENHAM

No primeiro tempo, a equipe de Erik tem Hag foi cirúrgica. Apesar do equilíbrio da partida, os holandeses foram mais competentes na hora de concluir as jogadas e praticamente enterraram os ingleses. Na etapa final, Mauricio Pochettino colocou um time mais ofensivo, e conseguiu o placar que lhe era favorável para chegar a primeira final da história do Tottenham.

O Ajax começou com tudo em cima do Tottenham. Logo aos três minutos, Tadic bateu cruzado, a bola desviou em Trippier, e Lloris espalmou Praticamente na sequência, em cobrança de escanteio, o zagueiro De Ligt subiu mais do que Dele Alli e abriu o placar.

Apesar de ter sofrido o gol, os Spurs não desistiram, e por pouco não empataram. Son escapou pela esquerda, viu Onana mal posicionado e tentou bater direto. A bola acertou a trave, voltou para Eriksen, que não conseguiu aproveitar.

A equipe londrina seguia pressionando e criando boas chances. Dele Alli serviu Son, mas pegou mal na bola e praticamente recuou para Onana. Em outra chegada, Lucas avançou com a redonda e deixou para Eriksen, que parou mais uma vez no goleiro.

Apostando nos contra-ataques e no bom toque de bola, os donos da casa quase ampliaram aos 30 minutos. Tadic recebeu pela esquerda, driblou Alderweireld e bateu cruzado. A bola passou tirando tinta da trave de Lloris. Cinco minutos depois, o Ajax ampliou. Van de Beek acionou Tadic, que rolou para Ziyech marcar o segundo.

FBL-EUR-C1-AJAX-TOTTENHAM

Tottenham reage, vira e escreve a história

Na etapa final, o time inglês começou bem melhor e conseguiu descontar aos dez minutos. Lucas tocou no meio, Dele Alli saiu em disparada, cortou o defensor. Na dividida, o brasileiro chegou, invadiu a área e bateu com a perna esquerda na saída de Onana.

Quatro minutos depois, o Tottenham conseguiu o empate. Trippier cruzou na pequena área, Llorente desviou, mas Onana defendeu. Porém, Schone se atrapalhou com Onana, Lucas recuperou, puxou para a perna esquerda e estufou as redes, deixando tudo igual e a um gol da classificação.

Com o apagão, o Ajax voltou a levar perigo. Tadic recebeu na esquerda, Zyiech bateu com a perna esquerda, mas a bola saiu pela linha de fundo. Logo depois, foi a vez dos Spurs quase marcarem o terceiro. Lucas tentou o desvio de cabeça após o cruzamento. A redonda voltou, e o brasileiro bateu. Para a sorte dos mandantes, houve desvio de De Ligt.

FBL-EUR-C1-AJAX-TOTTENHAM

Os holandeses mais uma vez tiveram uma grande oportunidade de definir o confronto. Van de Beek ajeitou para Ziyech, que bateu rasteiro e acertou a trave. Aos 41 minutos, o Tottenham teve a bola do jogo. Após escanteio, Vertonghen cabeceou, Onana defendeu. No rebote, o zagueiro pecou pela falta de qualidade no chute, e a finalização saiu fraca. Aos 51 minutos, porém, veio o lance que definiu a classificação do Tottenham, novamente pelos pés predestinados de Lucas.

Em Madri, o clube inglês enfrentará um rival com experiência em levantar taças da Champions. Pentacampeão (1977, 1978, 1981, 1984 e 2005), o Liverpool venceu cinco das oito decisões das quais participou. Os ingleses, inclusive, são os atuais vice-campeões, tendo perdido para o Real Madrid na edição 2017/2018. A última vez que o Liverpool sagrou-se campeão foi em 2005, depois de ir para o intervalo perdendo para o Milan (ITA) por 3 a 0, em Istambul. Com o empate heroico em 3 a 3, levou o jogo para as penalidades e bateu os italianos.

Local: Johan Cruyff, em Amsterdã, Holanda
Data: 08 de maio de 2019, quarta-feira
Horário: 16h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Felix Brych, da Alemanha
Assistentes: Mark Borsch e Stefan Lupp, ambos da Alemanha
VAR: Bastian Dankert e Marco Fritz, ambos da Alemanha
Cartões amarelos: Sissoko e Rose (Tottenham); Dolberg, Ziyech e Onana (Ajax)
Gols: AJAX: De Ligt aos seis e Ziyech aos 35 minutos do primeiro tempo
TOTTENHAM: Lucas aos dez minutos, aos 14 e aos 51 minutos do segundo tempo.

AJAX: Onana; Mazraoui, De Ligt, Blind e Tagliafico; Schone (Veltman), De Jong e Van de Beek (Magallán); Ziyech, Tadic e Dolberg (Sinkgraven). Técnico: Erik ten Hag

TOTTENHAM: Lloris; Trippier, (Lamela) Alderweireld, Vertonghen e Rose (Davies); Wanyama (Llorente), Sissoko, Eriksen, Dele Alli; Lucas e Son. Técnico: Mauricio Pochettino

Cruzeiro cai diante do Emelec e pode perder liderança geral

FBL-LIBERTADORES-CRUZEIRO-EMELEC-TEAM

O Cruzeiro corre risco de perder a liderança geral da primeira fase da Copa Libertadores para o Palmeiras. Na noite desta quarta-feira, jogando no Mineirão, o time misto escalado pelo técnico Mano Menezes sofreu um gol no final e acabou derrotado por 2 a 1 pelo Emelec.

Com 15 pontos ganhos em seis rodadas, o Cruzeiro ainda pode ser alcançado pelo Palmeiras, que tem 12 pontos e enfrenta o San Lorenzo nesta quarta, no Allianz Parque. O melhor da primeira fase garante a vantagem de decidir em casa até a semifinal, já que decisão será travada em jogo único na cidade de Santiago do Chile.

FBL-LIBERTADORES-CRUZEIRO-EMELEC

Após sofrer a primeira derrota na Copa Libertadores, o Cruzeiro volta suas atenções ao Campeonato Brasileiro. Às 16 horas (de Brasília) deste domingo, o time celeste entra em campo para enfrentar o Internacional, no Estádio do Beira-Rio.

A primeira oportunidade de gol criada em Belo Horizonte foi da equipe visitante. Aos 23 minutos da etapa inicial, Matamoros ganhou dividida de Ariel Cabral e bateu de fora da área. Fábio não foi na bola e ela chegou a desviar no travessão, com muito perigo.

O Cruzeiro conseguiu chegar de maneira consistente ao ataque aos 31 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de falta de Edilson para o rumo da área, a bola sobrou para Henrique, que escorou de peito para chute de primeira e perigoso de Ariel Cabral.

O Emelec inaugurou o marcador cinco minutos antes do final do primeiro tempo. Joao Rojas finalizou de longe, a bola bateu no travessão, voltou nas costas do goleiro Fabio e entrou. Na luta pela classificação, o time equatoriano foi ao vestiário confiante no intervalo.

Para o segundo tempo, o técnico Mano Menezes trocou Ariel Cabral por Robinho e sacou Rafinha para a entrada de David. Aos 21 minutos, pouco depois de Thiago Neves substituir Jadson, Sassá dominou dentro da área e bateu firme de esquerda para empatar.

O Emelec marcou o gol da vitória um minuto antes do final do tempo regulamentar. Em chegada pelo lado esquerdo da grande área, Angulo sofreu pênalti claro do lateral Edilson. Na cobrança, o próprio Angulo bateu no canto do goleiro Fabio e marcou o segundo do time equatoriano.

Após o segundo gol do Emelec, a partida disputada no Mineirão ainda teve mais cinco minutos de acréscimo. Na última tentativa do Cruzeiro, Thiago Neves buscou desvio após levantamento de Robinho, mas a bola ficou nos braços do goleiro Dreer.

Luxemburgo é o novo técnico do Vasco

Wanderley_Luxemburgo_2010

O que era tratado apenas como possibilidade na última terça-feira se confirmou nesta quarta e Vanderlei Luxemburgo é o novo treinador do Vasco da Gama. Sem comandante desde a demissão de Alberto Valentim, o Cruz-Maltino confirmou o acerto até o fim de 2019 em seu site oficial. Já o treinador optou pela confirmação do novo projeto em seu perfil na rede social.

“O Club de Regatas Vasco da Gama acertou nesta quarta-feira (08/05) a contratação do técnico Vanderlei Luxemburgo. O local e o horário da apresentação do novo treinador ainda serão definidos. Cinco vezes campeão brasileiro e com passagens pelo Real Madrid, da Espanha, e pela Seleção Brasileira, Vanderlei Luxemburgo assina contrato com o Vasco até o fim do ano”, comunicou o clube carioca.

Apesar de mal visto por alguns conselheiros, o treinador sempre foi o nome favorito do presidente Alexandre Campello para assumir o cargo, por conta do perfil experiente e com rodagem. Outros profissionais foram cotados, como Dorival Júnior, o português Jorge Jesus, Dunga e Diego Aguirre, mas algumas questões financeiras barraram possíveis contratações.

Na última terça-feira, algumas especulações davam como certa a contratação de Luxa, que não trabalha desde 2017, quando deixou o comando do Sport. O treinador, porém, desmentiu que tivesse concretizado seu retorno ao futebol com um vídeo bem-humorado em uma feira livre em São Paulo, localizada em frente ao Estádio do Pacaembu.

De volta ao Velho Oeste

brasil-politica-jair-bolsonaro-20190507-001-copy

O decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro na tarde de terça-feira 7 flexibiliza o porte de armas para outras categorias além das divulgadas pelo próprio presidente. Além de caçadores, atiradores esportivos e colecionadores de armas, os chamados CACs, o porte passa a ser facilitado para políticos eleitos, caminhoneiros e residentes em área rural, entre outros. A íntegra do texto foi publicada na manhã desta quarta-feira no Diário Oficial da União.

Com o direito ao porte de armas, pessoas que fazem parte desse conjunto de ocupações poderão transportar a arma para fora de casa. Para obter o porte, é preciso ter 25 anos, comprovar capacidade técnica e psicológica de arma de fogo, não estar respondendo a inquéritos ou a processo criminais e não ter antecedentes criminais.

De acordo com o decreto, a “efetiva necessidade” para o porte será considerada cumprida para as seguintes ocupações, além das anunciadas na terça-feira 7: agentes públicos, incluindo políticos com mandato e advogados, proprietário de estabelecimento que comercialize armas de fogo, residente em área rural, agente de trânsito, profissional da imprensa que atue na cobertura policial, motorista de empresas e transportadoras autônomos de cargas e conselheiro tutelar.

O capítulo do decreto de Bolsonaro que disciplina o porte de armas de fogo diz que a liberação será expedida pela Polícia Federal (PF), é pessoal, intransferível, terá validade no território nacional e garantirá o direito de portar consigo qualquer arma de fogo, acessório ou munição do acervo do interessado com registro válido nos sistemas do governo por meio da apresentação do documento de identificação do portador.