PSC confirma a contratação de meia-atacante

AB6B95A8-B982-4C7E-82D7-F124AE92BA4C

A Diretoria do Paissandu confirmou, na tarde desta quinta-feira (25), a contratação do meia-atacante Tiago Luis, que já vestiu a camisa bicolor em 2016. O vínculo do atleta com o clube irá até novembro do ano que vem. Em sua primeira passagem pela Curuzu, Tiago Luis disputou 23 jogos e participou diretamente de 13 gols – sete assistências e seis gols. Foi peça fundamental para a permanência da equipe na Série B daquele ano.

Formado nas divisões de base do Santos-SP, o meia-atacante coleciona várias conquistas na carreira. Foi campeão da Copa do Brasil pelo Peixe; campeão catarinense com o Joinville-SC; bicampeão estadual com o Goiás, equipe pela qual também subiu para a Série A do Brasileiro, ano passado, além de ter outro acesso pela Chapecoense-SC.

Especialista em cobranças de falta, com boa qualidade de passe e drible, Tiago Luis atuou em 78 das 105 partidas para as quais foi relacionado nas últimas três temporadas, com 12 gols marcados e 12 assistências. O mais novo reforço bicolor vai desembarcar em Belém na próxima segunda-feira (29) para iniciar treinamento.

Antes de Tiago Luis, o Papão já havia contratado para a disputa da Terceirona o lateral-direito Tony, os volantes Wellington Reis e Uchôa, o meia-atacante Diego Rosa, o atacante Pimentinha e o centroavante Jheimy.

Nome: Tiago Luis Martins

Nascimento: 13/03/1989 (30 anos)

Naturalidade: Ribeirão Preto (SP)

Altura: 1,77 m

Peso: 79 kg

Posição: meia-atacante

Clubes: Santos-SP, União de Leiria-POR, Ponte Preta-SP, XV de Piracicaba-SP, Bragantino-SP, Mirassol-SP, Chapecoense-SC, Joinville-SC, América-MG, Paysandu, Goiás e São Bento-SP.

om informações da Ascom PSC)

3 comentários em “PSC confirma a contratação de meia-atacante

  1. Amigo Gérson, nessas informações sobre contratações, seria importante dar conhecimento dos valores envolvidos: luvas, salários, auxílios e outros, para dimensionar o tamanho da besteira feira pelas diretorias de Remo e Paysandu. Nesse caso específico, com o agravante de três anos de contrato, um doce para qualquer advogado militante na justiça trabalhista.

    Curtir

  2. Por uma questão de ética, não acho recomendável a divulgação de salários de qualquer profissional.
    Exceção: serviço público.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s