Pesquisa entre jogadores elege os melhores e o mais chato

jogador-mais-chato-v2

No levantamento, a reportagem consultou jogadores que disputaram a Série A do Campeonato Brasileiro neste ano. Foram 106 atletas ouvidos dos seguintes clubes: Atlético-MG, Botafogo, Ceará, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Inter, Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco. Eles responderam, de forma anônima, a 21 questões sobre temas variados.

Além de assuntos de âmbito esportivo, os jogadores da elite do país opinaram sobre questões como televisão, hábitos sociais e também influência da política brasileira no esporte. O levantamento não teve caráter estatístico e diz respeito apenas ao universo pesquisado. Os números, em percentual, não foram arredondados e, por decisão editorial, apenas a primeira casa decimal foi divulgada.

Felipe Melo ganhou a coroa de jogador mais chato do Pesquisão UOL 2018. Depois de três anos de a categoria ser dominada pelo zagueiro Rodrigo, foi a vez de o volante campeão brasileiro pelo Palmeiras assumir o posto. O volante é o jogador mais chato para 26,4% dos jogadores da Série A que votaram. O pódio é formado por mais dois atletas do Palmeiras.

Em segundo lugar está Deyverson, com 17,9% dos votos. Dudu, o craque do Brasileirão, ficou em 3º lugar, com 11,3%. Mesmo fora do futebol brasileiro Neymar foi lembrado na pesquisa. O astro do PSG teve 0,9% dos votos de mais chato.

Ranking:

1º Felipe Melo: 26,4% 

2º Deyverson: 17,9%

3º Dudu: 11,3% 

4º Maicon (Grêmio): 8,4%

5º D’Alessandro: 5,6%

6º Gabriel (Corinthians), Leandro Carvalho e Leandro Donizete: 2,8%

7º Reinaldo e Thiago Neves: 1,8%

8º Ángel Romero, Cazares, Edilson, Fagner, Gabigol, Neymar, Otero, Ricardo Oliveira, Sornoza e Tchê Tchê: 0,9%

Abstenções: 8,4%

v2-melhor-time-brasil

MELHOR TIME

Palmeiras teve momentos difíceis em 2018, mas Felipão ajustou a equipe levando à conquista do Brasileirão. A campanha do título nacional também rendeu a opinião positiva dos 106 jogadores da Série A. que responderam o Pesquisão UOL e elegeram o Decacampeão o melhor time do Brasil com 40,5% dos votos. O time de Felipão desbancou o Grêmio, que foi longe na Libertadores da América – até a semifinal; e o campeão da Copa do Brasil, o Cruzeiro.  Os jogadores da Série A também lembraram do Ceará na hora de votar. O time que foi comandado pelo técnico Lisca e se manteve na primeira divisão do Brasileirão recebeu 0,9% dos votos, a mesma quantidade de São Paulo e Botafogo.

Ranking:

1º Palmeiras: 40,5%

2º Grêmio: 25,4%

3º Cruzeiro: 11,3%

4º Flamengo: 6,6%

5º Atlético-MG: 5,6%

6º Corinthians e Internacional: 3,7% 

7º Botafogo, Ceará e São Paulo: 0,9%

melhor-jogador-brasileiro-final

MELHOR JOGADOR

O resultado dos últimos quatro anos se repetiu. Neymar foi eleito mais uma vez o melhor jogador brasileiro. Dos 106 atletas da Série A do Campeonato Brasileiro que votaram no Pesquisão UOL, 55,6% apontaram o astro do PSG.  Philippe Coutinho, com 21,7% da preferência; e Everton, que teve 5,6% dos votos, completam o pódio dos “melhores brasileiros”. A diferença entre Neymar e o segundo colocado foi bem menor desta vez. Em 2017, o craque apareceu dominante com mais de 60% dos votos e com Luan na vice-liderança distante com 9%.

A preferência por Coutinho disparou entre os boleiros graças ao grande ano do jogador no Barcelona e na seleção brasileira, que foi o grande destaque na campanha durante a Copa do Mundo. Em 2017, o atleta do Barça havia recebido apenas 2,7% dos votos, terminando na quinta colocação.

Ranking:

1º Neymar: 55,6%

2º Philippe Coutinho: 21,7%

3º Everton: 5,6%

4º Marcelo: 4,7%

5º Casemiro e Dudu: 2,8% 

6º  Lucas Paquetá e Victor: 1,8%

7º Cássio e Richarlison: 0,9%

Abstenções: 0,9%

melhor-jogador-final

MELHOR DO MUNDO

Luka Modric ganhou o prêmio Bola de Ouro e o The Best de melhor do mundo após a campanha da Croácia na Copa do Mundo, mas nem com um 2018 coroado assim ele foi capaz de desbancar Cristiano Ronaldo. O português recebeu 42,4% dos votos e foi eleito novamente o melhor do mundo no Pesquisão UOL. Modric, capitão e vice-campeão mundial com a Croácia, ficou em terceiro lugar com 18,8%, atrás de Lionel Messi, que obteve 20,7%.

Cristiano Ronaldo é dominante na categoria e venceu três vezes nos últimos quatro anos. Apenas em 2015 Lionel Messi foi o eleito. O único brasileiro citado foi Neymar, com modestíssimos 2,8% dos votos, em sexto. Fora do top 5, o craque do PSG ficou atrás também do companheiro de equipe, o jovem Kylian Mbappé.

Ranking:

1º Cristiano Ronaldo: 42,4%

2º Lionel Messi: 20,7%

3º Luka Modric: 18,8%

4º Mohamed Salah: 7,5%

5º Mbappé: 4,7%

6º Neymar – 2,83%

7º Antoine Griezmann – 0,94%

8º Kevin de Bruyne – 0,94%

9º N’Golo Kanté – 0,94%