Chico Buarque entrega relatório ao Papa e denuncia perseguição jurídica a Lula

15445678575c103c3169020_1544567857_3x2_xl-1140x620

O papa Francisco recebeu nesta terça-feira (11) o cantor e compositor brasileiro Chico Buarque, que entregou ao Pontífice um documento sobre o chamado “lawfare”, o uso da Justiça para perseguir adversários políticos.

Acompanhado da advogada Carol Proner, do advogado argentino Roberto Carlés e da ativista e escritora italiana Grazia Tuzi, o grupo foi entregar um relatório de mais de mil páginas sobre a situação processual de políticos latino-americanos, entre eles os ex-presidente Lula, a ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner e o ex-presidente do Equador Rafael Correa.

A audiência, realizada na Casa Santa Marta, residência do Papa no Vaticano, durou cerca de 45 minutos, de acordo com a “AFP”. O compromisso não foi incluído na agenda oficial de Francisco. “Não é exagero reconhecer que o ‘lawfare’ se transforma em um dos maiores perigos para a democracia no mundo e não apenas na América Latina”, diz o documento, segundo a “Folha de S. Paulo”.

Segundo o advogado argentino Roberto Carlés, o papa compartilha de preocupação referente a perseguição jurídica a adversários políticos. “O motivo da reunião foi apresentar ao Papa este relatório elaborado pela Associação de Juízes para a Democracia do Brasil, juntamente com outros juristas, sobre a situação do Estado de Direito na América Latina”, afirmou o advogado argentino, que conhece o Pontífice há muitos anos. (Do Nocaute) 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s