A matemática angustiante

DsKQFYcWwAMZSc7

POR GERSON NOGUEIRA

A rodada 37 da Série B começou muito bem para o Papão, que venceu de virada um jogo dentro da casa do adversário – 3 a 2 sobre o Figueirense – e se afastou temporariamente da zona do rebaixamento. O desfecho da rodada, porém, foi extremamente insatisfatório para os bicolores.

Pela TV, João Brigatti e seus jogadores viram adversários diretos na luta contra a queda lutando bravamente e conseguindo resultados importantes. Casos de CRB, que venceu o Londrina fora de casa, e do Criciúma, que empatou em Goiânia com o Vila Nova.

O único resultado favorável foi a vitória do Goiás sobre o Oeste, que impediu o time paulista de garantir a permanência por antecipação, mesmo tendo 46 pontos. De toda sorte, o Papão vai para a rodada final na tarde do próximo sábado precisando obrigatoriamente derrotar o Atlético-GO, na Curuzu, e secar Criciúma (44), Oeste (45) e CRB (45).

Para que um dos três acima citados seja superado pelos bicolores na pontuação, é preciso que uma de três situações aconteça. A primeira é que o Oeste empate com o lanterna Boa Esporte em Varginha (MG). A segunda, mais difícil, é que o Criciúma tropece em casa contra o já rebaixado Sampaio. A terceira alternativa, bastante improvável, é que o CRB perca para o Figueirense no estádio Rei Pelé lotado.

São Bento e Figueirense, com 46 pontos, estão matematicamente em perigo, mas no mundo real não há como serem rebaixados, por uma explicação bem simples. Ambos têm 11 vitórias, sendo que o time de Sorocaba tem saldo zerado de gols e o Figueira tem dois gols de déficit.

Em miúdos: não há como jeito de serem ultrapassados por PSC ou Criciúma, a não ser que tragédias aconteçam e ambos sejam fragorosamente goleados.

Com 43 pontos, 10 vitórias e saldo negativo de 8 gols, o Papão pode até se salvar em caso de um empate com o Atlético, mas o Criciúma (10 vitórias e -6 gols de saldo) teria que perder para o Sampaio por três gols de diferença.

Por outro lado, é bom lembrar que o Atlético vem a Belém com chances mínimas de obter o acesso à Série A, mas é um time respeitável, com boa campanha fora de casa.

O fato é que o suspense infernal que a tarde de sábado reserva aos torcedores é um preço a pagar pelos muitos erros cometidos na competição. A essa altura, se tivesse derrotado Sampaio ou CRB na Curuzu, o PSC estaria em situação mais tranquila para assegurar sobrevivência na Série B.

Por fim, as projeções do Chance de Gol são extremamente desanimadoras para o Papão. Segundo os cálculos do site, o time paraense tem 61.2% de probabilidade de queda, muito acima de Criciúma (18.6%), Oeste (16.6%) e CRB (3.5%). A linha de corte, como este escriba defendeu ainda lá na metade da Série B, é a mais alta da história da competição, com fortes possibilidades de bater em 46 ou 47 pontos.

————————————————————————————–

Inferno astral da arbitragem brasileira

A arbitragem brasileira voltou a passar maus bocados nesta Série A. No sábado, o Vasco foi garfado dentro da Arena Itaquera, com pênalti não marcado do corintiano Danilo sobre Marrony. O árbitro era Wilton Pereira Sampaio, um dos mais valorizados pela Comissão de Arbitragem e autor de lambanças até quando é responsável pelo VAR.

Outro apitador que virou notícia foi o paraense Dewson Freitas, muito criticado por faltas não assinaladas no jogo entre América-MG e Santos, em BH. O lance mais questionado foi uma falta clara sobre Rafael Moura na área santista, que Dewson interpretou como lance normal.

—————————————————————————————–

Wenger e a ditadura das minorias

Arsene Wenger, que foi técnico do Arsenal por 22 anos, deu uma declaração surpreendente neste fim de semana a um canal de TV britânico: “No futuro, enquetes nas redes sociais decidirão as substituições”. É uma clara alusão ao poder de pressão exercido pelas torcidas nas redes sociais.

Wenger sofreu muito com isso na fase final de seu trabalho no Arsenal, sofrendo campanhas dirigidas por grupos de torcedores. “O que é ainda pior: não é a maioria, a minoria é a mais extrema. É um pouco como o problema da democracia, é uma ditadura das minorias”, resumiu o técnico.

A robotização imposta pela web faz com que Wenger tenha lá suas razões. Técnicos, de maneira geral, mostram submissão às pressões, tornando os times extremamente dedicados à marcação, a fim de evitar riscos. Ao mesmo tempo, a influência das redes é hoje um poder paralelo nos clubes, com efeitos cada vez mais visíveis nas decisões da cartolagem.

—————————————————————————————–

Santarenos em maioria no próximo Parazão

Com a definição dos finalistas da Segundinha do Campeonato Estadual, Santarém garante três representantes na disputa do Parazão 2019. São Francisco, que superou o Pinheirense, e Tapajós, vitorioso sobre o Paraense, farão as finais do torneio, classificando-se automaticamente para o campeonato do próximo ano.

A dupla junta-se ao São Raimundo para fazer de Santarém o município com o maior número de participantes na primeira divisão estadual.

(Coluna publicada no Bola desta segunda-feira, 19)

3 comentários em “A matemática angustiante

  1. Essa dupla RE/PA, são irmãos siameses mesmo, até na angústia dos torcedores nas diferentes séries. Apesar de ainda existir chances de permanência na B, os torcedores do rival tem que preparar o coração, porque os bastidores dessa última rodada já estão em pleno movimento. Bad boy está coberto de razão em seus comentários a respeito disso. Sempre sonhei um RE/PA na segunda divisão, não na terceira.

    Curtir

  2. Gerson, boa tarde! Acho que o Oeste tem que perder pro Boa esporte. Porque se o empate servir, não acho que seja um resultado tão improvável de acontecer.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s