Felipão se aborrece com vazamento e faz pressão sobre repórter da Globo

felipao3-1024x699

O técnico Luiz Felipe Scolari ficou incomodado com o vazamento das escalações do Palmeiras nos dois confrontos contra o Boca Juniors, na semifinal da Copa Libertadores. O caso gerou uma irritação com a Globo e fez o treinador relembrar uma antiga história de sua segunda passagem pelo clube paulista.

Segundo apurou a reportagem do UOL, Felipão se incomodou com o repórter André Hernan, que informou a entrada dos zagueiros Gustavo Goméz e Luan na primeira partida realizada na Argentina, e toda a escalação do Palmeiras no jogo de volta, no Allianz Parque.

Por conta da celeuma, o diretor executivo de futebol do clube, Alexandre Mattos, ligou para o repórter da Globo para falar sobre as informações dadas, após notar a irritação do seu técnico. Procurado para falar sobre o assunto, Mattos disse que não comentaria o assunto e que tudo é resolvido internamente. A assessoria de Felipão disse desconhecer o assunto.

Já a Globo defendeu o seu repórter. “O André Hernan apenas noticiou informações oriundas de sua apuração para a cobertura da Libertadores. Estava fazendo seu trabalho de repórter”, afirmou a Comunicação da emissora.

A preocupação com informações vazadas dos bastidores do Palmeiras não é inédita para Luiz Felipe Scolari. Em 2012, quando estava em sua segunda passagem pelo clube, houve o “caso dedo-duro”, onde o técnico, jogadores e diretoria investigaram quem estava vazando informações não muito agradáveis para jornalistas.

A “caça” foi assumida publicamente em coletivas de imprensa, não só de Felipão, mas também por atletas da época. Na ocasião, o Palmeiras brigava para não cair para a Série B, fato que se consumou ao fim do ano. O “dedo-duro” de 2012 nunca foi encontrado, mas a investigação pairou em todo o departamento de futebol. Tanto jogadores quanto diretoria se eximiram de culpa pelas informações que saíram, como brigas em treinos, atletas fazendo corpo mole e até mesmo um meia-atacante chegando bêbado para as atividades do dia. (Por Gabriel Vaquer) 

Tempo de confraternização

captura-de-tela-2018-11-07-as-19-41-19-600x367

De maneira mais célere que se esperava, bolsonaristas que deram sangue e chafurdaram na latrina por seu mito estão percebendo que escolheram mais do mesmo, apesar de toda a discurseira sobre o mundo novo que Deus traria com seu meninão esquisito. O encontro entre Michel Temer e Jair Bolsonaro no Planalto na tarde desta quarta, dia 7, foi harmonioso, bonito e revelador.

Bolsonaro disse ao cidadão que manejou aquela Câmara onde ele ficou três décadas mamando que não dispensará sua experiência no ano que vem e que pedir-lhe-á conselhos. Procurará Temr outras vezes até o fim de 2018. 

“O Brasil não pode se furtar do conhecimento daqueles que passaram pela Presidência”, mandou. Segundo JB, “muita coisa” da presente gestão vai ser mantida. “Se preciso for voltaremos a pedir que ele nos atenda”, falou.

Senado aumenta ganhos de ministros do STF de R$ 33 mil para R$ 39 mil

tof

O Senado acaba de aprovar o aumento dos subsídios dos Ministros do Supremo Tribunal Federal e da Procuradora Geral da República, passando de R$ 33 mil para R$ 39 mil. Com eles, vão juntos os ganhos de perto de 20 mil juízes e procuradores, do país inteiro.

E, claro, logo se arranjarão “isonomias” para que senadores,deputados federais e estaduais, peguem carona na “bondade”. O presidente eleito, que há dois dias troca carinhos com o sr. Dias Toffoli, limitou-se a dizer que “não era o momento” do reajuste.

Ao que parece, mais para inglês vez, porque teria força de, querendo, criar uma situação política que adiasse, ao menos, a decisão. Só quem for cego não verá que a Justiça brasileira tornou-se um clube de interesses. (Do Tijolaço)

Credora acusa Corinthians e CBF de fraude e quer penhorar taça do Mundial

16dez2012---com-a-taca-do-mundial-de-clubes-da-fifa-goleiro-cassio-do-corinthians-da-volta-olimpica-no-estadio-internacional-de-yokohama-no-japao-1355667588337_615x300

O Instituto Santanense de Ensino Superior, com quem o Corinthians tem uma dívida de R$ 2,5 milhões, acusa o clube e a CBF de fraude para antecipar a premiação da Copa do Brasil, e quer penhorar a taça do Mundial de Clubes de 2012, vencido pelo alvinegro. A empresa também pede na Justiça o bloqueio das contas corintianas, para saldar a dívida.

A instituição de ensino executou o Corinthians para recebimento da dívida, já reconhecida pela Justiça. Para isso, pediu o bloqueio dos valores que o clube tinha a receber por ter chegado à final Copa do Brasil. Oficiada para depositar o valor diretamente na conta da credora, a CBF respondeu no dia 23 de outubro que já tinha realizado o depósito nos cofres corintianos um dia antes, no dia 22.

Para o Instituto Santanense, a medida configurou fraude em conluio entre Corinthians e CBF. A empresa argumenta que, no dia 22, antes da CBF realizar o depósito, diversos veículos de imprensa já tinham noticiado a ordem de penhora. Além disso, aponta que, nos autos, o alvinegro já havia dado à entidade máxima do futebol brasileiro um recibo de quitação no dia 19 de outubro, três dias antes da data na qual a CBF depositou o valor.

“É inconteste que o Executado tinha ciência do pleito formulado pelo Exequente e, assim, em conluio com a CBF buscou adiantar o recebimento do prêmio ao qual fazia jus, frustrando, assim, o cumprimento da determinação judicial de bloqueio desses valores”, diz o documento acusando a fraude.

O Instituto Santanense ainda pede que todo o processo seja encaminhado ao Ministério Público, para a apuração de irregularidades. O Corinthians e a CBF ainda não foram notificados sobre a acusação, protocolada nesta quarta-feira. (Do UOL) 

Galeria do rock

O Led Zeppelin lançou o clássico “Whole Lotta Love” nos Estados Unidos, exatamente nesta data – 7 de novembro de 1969. Aqui na versão de “The Song Remains the Same”, filmado no Madison Square Garden, Nova York, em 1973. Jimmy Page usando guitarra Sunburst Les Paul 1958, como no original gravado em maio de 1969.