Por direito, 2º turno deveria ser entre Ciro e Haddad

images_cms-image-000609092

O candidato do PT a presidente, Fernando Haddad, defendeu na tarde desta quinta-feira (18) que o segundo turno das eleições presidenciais deveria se dar entre ele o candidato Ciro Gomes (PDT), terceiro mais votado, após as revelações de fraude eleitoral e crime de caixa dois da campanha de Jair Bolsonaro.

“Eu acho que o segundo turno deveria se dar entre mim e o Ciro. Isso seria o correto e o que a legislação prevê, porque ele tentou fraudar a eleição. Felizmente não acabou no primeiro turno, senão teria ido tudo pra debaixo do tapete”, disse Haddad pelo Twitter.

“A democracia está em risco. O deputado Jair Bolsonaro está sendo condenado diariamente pela Justiça Eleitoral a retirar as difamações que faz contra mim. E agora sabemos que ele está produzindo e distribuindo isso com dinheiro sujo”, acrescentou o candidato petista.

Conforme revelou a Folha de S. Paulo nesta quinta-feira, empresas estão comprando pacotes milionários de disparos em massa de mensagens contra o PT no WhatsApp e preparam uma mega operação na semana anterior ao segundo turno. A prática é ilegal, pois se trata de doação de campanha por empresas, vedada pelo TSE. Cada contrato chega a R$ 12 milhões e a Havan está entra as compradoras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s