Financial Times define Haddad como pragmático e moderado

haddad-11

Enquanto no Brasil o mercado financeiro repleto de capiaus medrosos e espertos promovem a maior elevação do dólar da história do Real, por medo da ascensão de Fernando Haddad nas pesquisas, o jornal Financial Times, um dos mais liberais do mundo, apresenta o candidato petista como moderado e defensor do equilíbrio fiscal.

O FT destaca que, em sua passagem pela Prefeitura de São Paulo, Haddad entregou as contas à administração seguinte cofres no azul e contas positivas, o que não ocorria há anos. Por isso, deu destaque à propaganda difundida nas redes sociais que apresenta Haddad como Clark Kent, abrindo o paletó com a imagem de Lula na blusa vermelha embaixo, como analogia ao fato de ser o candidato do ex-presidente Lula.

Na mesma toada, a Bloomberg, um dos editoriais mais conservadores do mercado financeiro, também o apresentou como moderado e o definiu como um pragmático e não um ideológico. Como destacou o colunista da Folha Nelson de Sá:

“O sucessor de Lula pode não ser o bicho-papão que os investidores brasileiros temem”, também enfatizando que ele manteve “orçamento equilibrado” quando prefeito e ouvindo de fundos como NCH Capital que é “um pragmático, não ideológico”.

O Financial Times observa que Haddad terá de enfrentar um Estado que se comporta como um Robin Hood ao contrário, repleto de interesses pessoais no Congresso e com grande dificuldade de compreender as necessidades dos mais pobres.

Um comentário em “Financial Times define Haddad como pragmático e moderado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s