Jogo do dia na Copa: Brasil x Costa Rica

FBL-WC-2018-BRA-TRAINING

A Seleção Brasileira entra em campo nesta sexta-feira, em São Petersburgo, contra a Costa Rica, na tentativa de se redimir com seus torcedores após uma estreia nada animadora no último domingo, ante a Suíça. Com apenas um ponto, o time do técnico Tite se encontra na segunda colocação e precisa mais do que nunca da vitória, caso queira avançar à próxima fase na primeira colocação do Grupo E.

Para a partida, Tite não pretendia promover mudanças, apesar do resultado aquém das expectativas no primeiro jogo da competição, mas precisou recorrer a Fagner como substituto do lesionado Danilo na lateral direita. Assim como se acostumou a fazer em seus tempos de Corinthians, o comandante canarinho preferiu apostar suas fichas no mesmo time ofensivo que convenceu nos amistosos preparatórios para o Mundial, mas deixou a desejar na Arena Rostov.

2018-06-17t193621z-1974681838-rc1a18421f30-rtrmadp-3-soccer-worldcup-bra-swi-1024x709-1024x585

Além do desempenho aquém das expectativas, o Brasil também entra em campo pressionado nesta sexta-feira por conta da Sérvia, que venceu o primeiro jogo. Caso a seleção do Leste Europeu volte a triunfar, desta vez contra a Suíça, o time canarinho só terá chances de assumir o primeiro lugar da chave se vencer a Costa Rica e, no último duelo, bater os concorrentes diretos pela ponta da tabela.

“Agora entram jogos com caráter decisivo em função do empate do primeiro jogo. Precisamos tornar o jogo [contra a Costa Rica] com desempenho defensivo parecido ao anterior e ofensivo com uma efetividade maior”, afirmou Tite.

Pelo lado da Costa Rica a situação é ainda mais delicada. O time estreou com derrota para a Sérvia graças a uma linda cobrança de falta de Kolarov, vendo o empate escorrer pelas mãos nos últimos minutos do confronto. Agora, os latino-americanos precisam somar ao menos um ponto contra o Brasil para se manterem vivos no Mundial.

Depois de chegarem até as quartas de final na Copa de 2014, sendo eliminados sem perder qualquer partida – caíram nos pênaltis para a Holanda -, os costarriquenhos apostam na continuidade. Na partida de estreia, o técnico Óscar Ramírez colocou em campo dez remanescentes da campanha histórica realizada há quatro anos, mas não obteve resultado parecido.

001_16E1XE_preview-826x1024

Ainda assim, o comandante garante que não irá fazer grandes alterações em seu time nesta sexta-feira. Assim como Tite, que não viu problemas em divulgar a escalação da Seleção Brasileira, Ramírez também revelou os 11 jogadores que iniciarão o confronto com os pentacampeões mundiais. Em relação à estreia, apenas uma mudança: Oviedo na vaga de Gamboa. (Da Gazeta Esportiva)

BRASIL X COSTA RICA

Local: Estádio Krestovsky, em São Petersburgo (RUS)
Data: 22 de junho de 2018, sexta-feira
Horário: 9h (de Brasília)
Árbitro: Bjorn Kuipers (HOL)
Assitentes: Sander Van Roekel (HOL) e Erwin Zeinstra (HOL)

BRASIL: Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Willian, Paulinho, Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite

COSTA RICA: Keylor Navas; Oviedo, Acosta, González, Duarte e Calvo; Guzmán, Celso Borges, Venegas e Bryan Ruiz; Campbell. Técnico: Óscar Ramírez

Assessor da CBF agride torcedor que abordou Coronel Nunes em restaurante

copo_1-600x390

Segundo colunista Ancelmo Gois, no O Globo, o presidente da CBF, coronel Antônio Carlos Nunes (abaixo), foi o centro de uma confusão, há pouco, no restaurante Stroganoff Steak House, em São Petesburgo, onde a seleção joga amanhã. É que o torcedor Alexandre Nazareno (acima) se aproximou da mesa e começou a xingá-lo. Nisso, um assessor da CBF quebrou um copo na cabeça do exaltado. Alexandre Nazareno é paraense de Belém, no Pará, mesma terra do coronel Nunes.

Em relato enviado ao blog, Humberto Farias, amigo de Alexandre e testemunha do episódio, dá outra versão e contesta a informação de Gois. Segundo ele, não houve xingamento. “Meu amigo perguntou: o senhor não acha uma safadeza mamar às custas da CBF? O senhor se acha um safado? Duras críticas, concordo! Mas, impossíveis de serem tomadas esses atos de doentios por um pseudo homem público e sua corja de seguranças despreparados!”.

Acrescenta que Alexandre levou 10 pontos na cabeça. “Ainda bem que estamos sendo muito bem tratados aqui, fora do Brasil, da CBF e do dinheiro prevaleceu no restaurante. Mas que fique anotado: eu e meu amigo viemos à Rússia com nosso dinheiro, ele como engenheiro da Petrobras; eu, como advogado, não tivemos regalias e se alguém quiser saber, sei quem agrediu meu amigo”, concluiu Humberto.

Croácia de Modric atropela Argentina e passa à próxima fase

18-ivan-alvarado-rt

A Croácia venceu a Argentina, hoje (21), por 3 a 0, em Nizhny Novgorod, assumiu a ponta isolada do Grupo D da Copa do Mundo da Rússia, com seis pontos, e garantiu vaga nas oitavas de final do torneio.

Após um primeiro tempo fraco tecnicamente, os portenhos saíram em desvantagem logo aos 8 minutos da segunda etapa, justamente após uma trapalhada de Caballero. O goleiro recebeu o recuo do lateral Mercado, tentou devolver de chaleira, mas errou o chute entregou na medida para um sem pulo de Rebic, que mandou para o fundo das redes.

Os europeus ampliaram o marcador, aos 34 minutos, com Modric, que botou Otamendi para dançar e mandou um balaço do meio da rua, sem chance para o arqueiro. Com facilidade, Rakitic deu número finais já nos acréscimos, após fazer uma tabela no meio com Kovasic, Caballero rebater, e o meio do Barcelona acertar o gol.

56819,croacia-mete-3-se-classifica-e-deixa-argentina-perto-de-cair-na-1a-fase-da-copa-3

Com apenas um ponto, os argentinos dependem de uma vitória contra a Nigéria, na próxima terça-feira (26), às 3h da tarde, em São Petersburgo, e contar com nova vitória da Croácia para se classificar à segunda fase da competição. No mesmo dia e horário, a equipe dos Balcãs enfrenta a Islândia, em Rostov.

França se classifica e elimina o Peru

20180621134313261100i

A França está classificada matematicamente para as oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia. Com gol solitário de Mbappé, a seleção europeia venceu o Peru por 1 a 0, nesta quinta-feira, na Arena Ecaterimburgo. De quebra, eliminou a equipe sul-americana, que acumula duas derrotas no grupo C do Mundial da Rússia.

Após duas rodadas, a liderança da chave é justamente da França, que acumula seis pontos. Dinamarca (quatro) e Austrália (um) ocupam, respectivamente, segunda e terceira posições e ainda disputam a vaga restante no mata-mata. Sem pontuar, o Peru é o lanterna do grupo.

Na última rodada da fase de grupos, as equipes nesta terça-feira, dia 26 de junho, a partir das 11h (de Brasília). Dinamarca e França duelam no estádio Olímpico Lujniki, enquanto Austrália e Peru se enfrentam no Olímpico de Sochi.

Animal critica Arrascaeta em jogo que o meia não participou

edmundo

Um comentário de Edmundo deixou os internautas confusos nesta quinta-feira (21). Ao analisar a vitória do Uruguai por 1 a 0 contra a Arábia Saudita no programa Expediente Futebol, do Fox Sports, o comentarista criticou a falta de entrosamento entre Giorgian De Arrascaeta, Edinson Cavani e Luis Suárez no ataque da Celeste. Entretanto, o meia do Cruzeiro ficou no banco de reservas e sequer entrou durante a partida válida pela Copa do Mundo.

“Eu acho que os três atacantes, os três homens de frente, o De Arrascaeta, o Suárez e o Cavani são excelentes. Mas eles não se completam. Não têm uma escapada de velocidade em um contra-ataque. O Arrascaeta não consegue fazer jogada individual e nem consegue fazer tabelas porque o Suárez e o Cavani são finalizadores  e não um têm um toque refinado”, opinou, Nas redes sociais, internautas que acompanharam o jogo zombaram do comentarista e alertaram os motivos de ninguém ter corrigido Edmundo durante a transmissão do programa.

Delegado ex-Lava Jato exige que jornalista revele fontes e feche blog

mauat

O delegado federal Eduardo Mauat Silva, ex-integrante do grupo de policiais da Lava Jato, gravou, em julho de 2016, um vídeo sobre seu afastamento da operação, divulgado pelo grupo direitista Nas Ruas, onde agradecia o apoio ao “lavajatismo”, dizia que “a sociedade é legítima para fazer o questionamento que ela entender pertinente para debater, interagir, para perguntar, o que cada ato vai repercutir no andamento da Operação” e dizia  ter sido afastado das investigações (“meu afastamento foi determinado pelo diretor geral”), ao afirmar que “enquanto o Dr. Leandro (Daiello) for diretor-geral, eu não vou retornar à operação Lava Jato.”.

Marcelo Auler, como jornalista consagrado que é, fez o que a grande imprensa não fez e mostrou que o próprio Mauat se inscrevera – e foi aprovado – num concurso de remoção, obteve-a e, apesar disso, continuou ligado à Operação, relatando que ele recebia diárias por atuar em Curitiba. Tudo com documentos oficiais.

Pois Mauat processa Auler pela Justiça Cível, cobrando dele mais de R$ 37 mil de indenização por danos morais por ter mostrado fatos, e fatos documentados.

Na audiência de conciliação, porém, Mauat mostrou que seu objetivo não é nem mesmo a defesa de sua honra, ao propor que o jornalista “retire  o seu blog do ar” e que “indique quem são as fontes, na Polícia Federal, que lhe passam informações”.

Ou seja, o que quer é a censura e a violação constitucional que se garante ao jornalistas (Art. 5°, XIV) para que preservem o sigilo das suas fontes. É este o grau de “legalidade” de certos policiais federais, os “novos heróis” do Brasil. E depois somos nós, blogueiros que fazemos jornalismo, os “sujos”.

Auler, que não dispõe de recursos empresariais, está sendo defendido graças à generosa consciência jurídica de um advogado gaúcho, o Dr. Antonio Carlos Porto Jr., do escritório Defesa Social, de Porto Alegre.

Leia os detalhes no Blog do Marcelo Auler, aquele que o delegado quer “retirar do ar”. O “cala a boca” não morreu, Dra. Cármen Lúcia, está vivinho, em autoridades policiais que vão bater à porta do Judiciário para fazer censura.

E se as crianças presas fossem americanas?

can

Finalmente, da metade da capa para baixo, ganha algum – e ainda muito pouco – destaque na Folha o fato de haverem crianças brasileiras presas – e são ao menos 49, em lugar das oito informadas ontem – por seus pais estarem sendo processsados por imigração ilegal aos Estados Unidos.

A imprensa e a diplomacia brasileira, diante do caso absurdo, não fazem mais que miar lamentos e preferem destacar a “ordem” de Donald Trump para que sejam reunidas aos pais – e sigam presas, portanto. No máximo, uma nota do Itamaraty dizendo que o episódio “é “uma prática cruel e em clara dissonância com instrumentos internacionais de proteção aos direitos da criança”.

Tão pouca é a reação que candidato do fascismo por estas bandas não se acanha em, nos jornais, estar mendigando uma audiência para prestar vassalagem a Donald Trump.

Basta aos amigos e amigas imaginarem, para que se tenha ideia do absurdo que é isso, se uma, apenas uma, criança norte americana estivesse detida num abrigo com grades e telas, posta a dormir num colchonete em uma quadra de esportes ou em barracas de lona,  como se viu nas fartas fotografias distribuídas pelas agências de notícias.

E separadas dos pais, também presos, por uma distância maior que a entre Porto Alegre a Manaus, em linha reta, como registra a Folha:

A reportagem da Folha (…) identificou a localização das 15 instituições que receberam os brasileiros. A maior parte das crianças está na região de Chicago, que concentra 29 delas. Oito estão no estado fronteiriço do Arizona, sete, no Texas, e duas, na Califórnia. Também há menores brasileiros em instituições da Flórida e de Nova York. Os pais, por outro lado, estão em prisões federais próximas à fronteira –ou seja, a até 3.500 km de distância dos abrigos. Na maior parte dos casos, eles não sabiam do paradeiro das crianças até que o consulado brasileiro fizesse contato.

Imagine o desespero de crianças que, algumas, têm apenas cinco anos de idade.

Faltaria pouco para nos ameaçarem com os marines, não é? No mínimo, nosso embaixador em Washington teria sido chamado a dar explicações e exigir a repatriação de pais e filhos. Mas agora o “problema” parece estar “resolvido”, com as crianças “podendo” ficar presas com os pais!

Se alguém precisava de uma “ilustração” prática do que é o  “complexo de vira-latas”, aí está: os pais pegos pela “carrocinha” e os filhotes levados com eles para o canil. (Do Tijolaço)