País do futuro?

pobreza-extrema

Relatório de Economia Bancária, publicado pelo Banco Central, expõe o desconcertante “milagre brasileiro”: os estratosféricos ganhos do sistema financeiro em meio ao miserê geral.  O lucro sobre o patrimônio líquido dos bancos pulou, de 2016 para 2017, de 11,6% para 13,8% – quatro vezes superior ao de países como Suíça (3,2%), Estados Unidos (3,4%), Portugal (4,7%) e Itália (4,7%).

Em resumo, um abuso, uma afronta.

Bradesco, Santander e Itaú cada vez mais prósperos. Povo cada vez mais endividado.

E há quem ache que este é o país do futuro…

Manipulação e desespero

DaOA7W6XUAAfGnL

Por Charles Alcantara, no Facebook

A pesquisa DataFolha divulgada ontem, 10 de junho, é um misto de grosseira manipulação e desespero.
Explico.
É absolutamente desonesto colocar Bolsonaro na liderança das pesquisas num cenário sem Lula, pelo simples fato de que a própria pesquisa desmente essa hipótese, quando aponta que na ausência de Lula, um candidato apoiado por ele tem um potencial de votos superior ao próprio Lula.
Mantido o impedimento de Lula, o seu indicado tem uma preferência que pode superar a casa dos 40%. Isso mesmo!
Lula, na disputa, lidera a pesquisa com quase o dobro do segundo colocado.
Num cenário sem Lula, o seu candidato, seja ele qual for, assume a liderança folgada.
Bolsonaro está há meses empacado entre 15 e 17%, e mesmo sem Lula, oscila 2% para cima, dentro da margem de erro. Além disso, perde para todos os concorrentes, num cenário de segundo turno.
A verdade é que Bolsonaro não lidera em qualquer hipótese, porque perde fragorosamente para Lula, e perde também para quem ainda nem conhece: o apoiado por Lula.
É a primeira vez que um candidato perde uma eleição para um concorrente que sequer existe, pelo menos ainda.

Nota: Aviso aos manifestoches que o meu candidato é Guilherme Boulos, o que não me dá o direito de negar a extraordinária liderança popular de Lula, que ganhou ainda mais força em face do desastroso governo golpista instalado no país.

Campeões do mundo já estão no país da Copa

4

Em busca do pentacampeonato, a Alemanha embarcou para a Rússia e alguns jogadores registraram o momento, postando nas redes sociais fotos do interior do avião. A primeira apresentação da seleção alemã será no domingo (mesmo dia da estreia brasileira) contra o México, às 12h (de Brasília). O avião fretado saiu de Frankfurt com destino a Moscou, na região de Vatutinki, onde ficará sediada na primeira fase da competição. A chegada ocorreu no final da manhã desta terça-feira.

Reprodução

Na tarde de segunda-feira, o técnico Joachim Löw declarou que seus jogadores serão provavelmente os mais caçados em campo durante a competição, porque defendem o título que conquistaram em 2014, na Copa do Mundo realizada no Brasil.

Caindo a ficha: imprensa entendeu que eleitor não desistirá de Lula

Da3d8ugWAAAloWn

Do Brasil247

Depois que a pesquisa Datafolha colocou Lula nas alturas mais uma vez, a imprensa e seus porta-vozes decidiram aceitar, ainda que de maneira relutante e indignada, o fato de que Lula não teve a imagem arranhada pela prisão política. Pelo contrário: depois de preso, Lula cresceu e trouxe o eleitor para a decisão central na cena política arrasada do país: ‘sem ele, a eleição será uma fraude’.

Para dar conta do cenário pró Lula e da frustração dos prognósticos anteriores, de que depois de preso Lula iria ‘derreter’, comentaristas usam palavras de emergência: “anormal’é uma delas. Para eles, a ‘eleição está anormal’, não a situação do país ou a própria situação de Lula. O mote da análise eleitoral midiática é tentar lidar com o fenômeno Lula como se ele fosse exótico e inexplicável. Ao menos, eles abandonaram o ‘apagamento’ da candidatura Lula, que se impôs ao cenário de maneira incontornável.

“A eleição continua anormal. E faz muita diferença que o quadro tenha continuado assim depois de dois meses. Já deu tempo para desistir de Lula depois de vê-lo sendo preso, e pouca gente desistiu. Os eleitores de direita já sabem que têm uma opção mais moderada em que votar, mas os bolsonaristas não estão migrando para Alckmin. Isto é, as pessoas que estão se desviando do normal das eleições brasileiras parecem ter convicções bem mais fortes do que achávamos. Nada disso vai mudar por inércia.

(…)

Não se sabe se esses gestos serão possíveis, se terão tempo de tornarem-se eficazes, ou se neutralizarão um ao outro. O PT vai conseguir resistir à ofensiva de Ciro sobre o patrimônio eleitoral lulista? Se conseguir, será capaz de lançar candidato próprio viável ou a centro-esquerda vai cair dividida? Alckmin conseguirá derrubar Bolsonaro mesmo carregando os pesos mortos de Aécio e da participação no governo Temer? O Datafolha sugere que, no momento, é mais fácil fazer política de dentro da cadeia do que de perto do Planalto.”

Leia mais aqui.

Hazard prevê Bélgica campeã do mundo atropelando França e Brasil

Hazard-Foto-John-ThysAFP_LANIMA20120914_0016_26

A Bélgica nunca foi campeã do mundo. Se depender das previsões de Hazard, no entanto, essa realidade está prestes a mudar. Após a goleada contra a Costa Rica, no último amistoso internacional antes de estrear na Copa, ele postou em sua rede social uma projeção de quem será o grande vencedor da Copa do Mundo da Rússia e a sua própria seleção é sua grande favorita, desbancando, inclusive, o Brasil em uma possível quarta de final, e a França, duas das principais cotadas para vencer o título este ano, segundo a própria Fifa.

De acordo com as previsões do craque, que atua no Chelsea, da Inglaterra, a seleção belga conquistaria a Copa do Mundo ao derrotar Polônia, Brasil, França e Inglaterra, esta última na decisão. Do outro lado, os ingleses passariam por Colômbia, Alemanha e Argentina para disputarem a final.

Em 2014, a Bélgica foi eliminada pela Argentina nas quartas e decepcionou. A melhor colocação da seleção foi em 1986, quando chegou à semifinal, mas perdeu para a Argentina de Maradona, que seria campeã daquela edição, e conquistou o quarto lugar, após perder da França. Em 2018, os belgas fazem parte do Grupo G, ao lado de Panamá, Tunísia e Inglaterra, e estreiam na segunda-feira, dia 18, contra os panamenhos, às 12h (de Brasília). (Da Gazeta Esportiva)

Curiosidades históricas sobre o maior torneio de futebol do planeta

Gerson 86 2298738_full-lnd

De 14 de junho a 15 de julho, acontecem os jogos da 21ª Copa do Mundo de Futebol, promovida pela Fifa, na Rússia. Realizada pela primeira vez em 1930, desde então acumulou muitas histórias envolvendo os países participantes. Para entrar no ritmo da competição, consultamos a enciclopédia Britannica Digital Learning® e o professor de Futebol do curso de Educação Física da Universidade Positivo (UP), Fábio Bandeira, para pinçar algumas curiosidades sobre o evento.

515454344

  • A primeira Copa foi realizada em Montevidéu, no Uruguai. O primeiro jogo, entre França e Argentina, contou com uma surpresa: o goleiro francês se machucou aos 26 minutos e, como não era prevista substituição de jogadores naquela época, a seleção teve que se adaptar e colocou um meio-campista como goleiro. Apesar disso, a França ganhou o jogo por 4 a 1. O Uruguai acabou levando a primeira Taça Jules Rimet. A Argentina foi vice-campeã.

urug1950-1

  • Desde a sua criação, a Copa só deixou de acontecer de 1939 a 1949, por causa da Segunda Guerra Mundial.
  • Na Copa de 1950, no Brasil, as seleções estavam comportadas: nenhum jogador foi expulso em nenhuma das 22 partidas disputadas.

Jules-Rimet

  • As travas altas das chuteiras usadas pelo time da Alemanha, contra a Hungria, em 1954 (foto acima), em um gramado encharcado, foram fundamentais para a vitória. Até hoje, os alemães vêem a Adidas, criadora dos calçados, como uma colaboradora da conquista do título.
  • O jogo entre Brasil e Inglaterra, na Copa da Suécia, em 1958, foi o primeiro empate em 0 a 0 na história das Copas do Mundo. Como era uma situação inédita, alguns jogadores chegaram a pensar que haveria uma prorrogação.
  • A Copa de 1962 foi a primeira que brasileiros puderam ver pela TV, apesar de não ao vivo. Fitas de videotape eram trazidas de avião e exibidas dois dias depois da realização dos jogos.

1970 World Cup

  • O tricampeonato pelo Brasil, em 1970, no México, garantiu a posse definitiva da Taça Jules Rimet. Mas, em 1983, ela foi roubada da sede da CBF. Em 1984, a Fifa fez uma réplica da taça e deu-a de presente ao Brasil. A partir de 1974, a taça passou a chamar-se Taça Fifa.
  • A Copa de 1982, na Espanha, contou com a maior goleada da história das Copas: a Hungria venceu El Salvador por 10 a 1.

  • O fato trágico da eliminação do Brasil, na Copa de 2014 nas semifinais, pela Alemanha, pela goleada de 7 a 1, foi a maior derrota da Seleção Brasileira, o maior placar em uma semifinal de Copa do Mundo e o mais desastroso resultado enfrentado por um país-sede na história das Copas.
  • Em 2014, a Alemanha foi a primeira equipe europeia a vencer uma Copa do Mundo sediada nas Américas.
  • O Brasil é o único país a ter participado de todas as edições da Copa do Mundo de Futebol.

20140627162114_0

Emissário do Papa é proibido de visitar Lula

captura-de-tela-2018-06-12-axxs-09.57.59-646x600

Por Vinícius Segalla

O papa Francisco enviou um rosário ao ex-presidente Lula, preso político há 67 dias. O ex-presidente recebeu o terço na sede da Polícia Federal em Curitiba nesta segunda-feira (11). No mês passado, o pontífice criticou o papel da mídia na difamação de figuras públicas.

“Criam-se condições obscuras para condenar uma pessoa. A mídia começa a falar mal das pessoas, dos dirigentes, e com a calúnia e a difamação essas pessoas ficam manchadas. Depois chega a Justiça, as condena e, no final, se faz um golpe de Estado“, afirmou, na ocasião. Quem tinha a missão de entregar o presente era Juan Gabrois, emissário do Papa Francisco para assuntos de Justiça e Paz.

Sua visita estava acordada desde a semana passada para ocorrer nesta segunda, porque é este o dia da semana em que Lula está autorizado a receber visitas de caráter espiritual, como prevê a Resolução nº 8 de 2011 do Conselho Nacional de Política Penitenciária, que prevê a assistência religiosa em estabelecimentos penais, assegurando a presença de representantes religiosos, com autorização para organizar serviços litúrgicos e fazer visita pastoral.

Surpreendentemente, porém, a Polícia Federal impediu a visita do emissário do Papa nesta segunda. Alegou que ele, Juan Grabois, não é padre ordenado.

O emissário do Papa foi obrigado a entregar o rosário na mão de uma autoridade policial, junto com a carta que trazia para Lula. Na saída do prédio da PF, o emissário não escondeu toda a sua contrariedade com o ocorrido, nem a clara motivação política na proibição de sua visita e na própria prisão de Lula.

Dfb-mH-W0AAbt1p

“Esta proibição prova toda a deterioração das instituições no Brasil. Estou pessoalmente muito triste, vim de longe para dialogar com uma pessoa querida em toda a América Latina. Agora, vou embora vou com o sentimento de que algo obscuro deve estar acontecendo no Brasil”, afirmou o funcionário do Vaticano.

Bastante impressionado, Juan Grabois não parou por aí: “Por aqui, no Brasil, utilizam as instituições para destruir as próprias instituições, calando vozes dissonantes. Cercearam minha função de entregar um rosário, mandar uma mensagem do Papa. Impedem, assim, que Lula se comunique com pessoas de todo o mundo que veem com muita tristeza essa situação injusta que está acontecendo com ele”, disse o emissário papal, destacando ainda toda a dimensão atentatória a direitos da prisão de Lula.

“Estão também cerceando o direito de povo brasileiro, de poder escolher quem ele quiser para presidente.  Este é um golpe preventivo, antecipado, com políticos corruptos, Justiça parcial e com a ajuda dos meios de comunicação.”