Jessé de Souza: “Ódio a Lula é ódio criado pela elite ao pobre”

jesse-souza-foto-Joka-Madruga

Sem esconder a sua emoção, o sociólogo e advogado Jessé de Souza, autor do livro “A Elite do Atraso”, afirmou nesta quinta-feira (12) no acampamento Lula Livre, em Curitiba, que é bonito ver a luta e a mobilização pela liberdade do ex-presidente Lula. Ele classificou como “stalinista” o processo contra Lula, preso de forma injusta e sem prova. “O ódio ao Lula é o ódio aos pobres. Um ódio ao ex-escravo que a elite explora e precisa ser mantido humilhado no lugar ao qual essa elite quer que ele permaneça, trabalhando por nada”, denunciou.

Na avaliação do sociólogo, o ex-presidente Lula é vítima do ódio de setores da classe média e praticamente de toda a elite brasileira, exatamente porque ele tocou na questão principal do nosso País. “Lula diminuiu, pela primeira vez, a distância entre as classes.  Esse foi o crime de Lula. Foi ter sonhado esse sonho. O fato de o pobre ter tido maior poder de compra, ter ido a shopping centers, ter andado de avião, e especialmente, pobre ter tido a oportunidade de ir para as universidades. É isso que a classe média não perdoa”, enfatizou.

O tema da corrupção, na ótica de Jessé de Souza, é apenas um pretexto. O Brasil vive uma doença, a doença do ódio, do fascismo. Querem que nosso povo volte a ser escravo e não levante a cabeça. Mas depois de Lula os pobres desse País sabem que o ‘senso de lugar’ imposto a eles não é natural, mas sim um senso construído pela elite”, reforçou.

O sociólogo afirma ainda que a grande mídia é o instrumento usado para demonizar a política, criar a polarização e esconder os reais corruptores da sociedade: a elite do capital. “Sempre foi dito que o principal problema da nossa sociedade é a corrupção política, embora ela exista, isso não é verdade. A pior corrupção é a do mercado, bancos, juros. O povo é assaltado diariamente pela intermediação financeira e a mídia mente. Esse é o esquema de poder no Brasil hoje”, indignou-se.

Jessé de Souza convocou a população a manter a mobilização e a lutar contra o que ele chamou de “contrarrevolução”. A ideia de Lula, afirmou, não vai morrer, “sua vida é um exemplo”. O sociólogo disse que a dominação quando é injusta, sensibiliza, toca, mobiliza. “Essa repressão burra encarcerou a maior representação popular que esse Brasil já teve. Tudo para tentar calar 80% da população brasileira, que é essa multidão de pessoas que não é da elite. É a tentativa de calar esse contingente. Mas isso não vai dar certo. Queremos Lula Livre já”, concluiu. (Por Vânia Rodrigues) 

Fogão lança uniformes para a temporada

36b2c76c-b6a2-4aad-919c-c948a9efe78c

Chegou a hora de a torcida do Botafogo conhecer os uniformes para 2018! Na tarde deste sábado, o clube e a Topper lançam os novos modelos em evento aberto ao público, das 12h às 17h, no Estádio Nilton Santos. O GloboEsporte.com teve acesso a uma primeira imagem que mostra detalhes do escudo, que terá novidades, uma delas de ser em alto-relevo. E a camisa branca, que voltou a ser principal na linha do futebol no ano passado e foi sucesso de vendas, será mantida no terceiro modelo. A loja oficial do estádio já começará a vender a nova coleção e os produtos após o desfile.

O evento será o terceiro aberto a torcedores. O primeiro foi em 2007, em General Severiano, e o segundo em 2017, que teve cerca de dois mil torcedores no Nilton Santos. O valor dos ingressos é R$ 20, com meia-entrada de R$ 10 para estudantes e sócios-torcedores.

Sócios proprietários e contribuintes, ou sócios-torcedores com pacotes, não pagam e devem fazer check-in no site do Sou Botafogo e BNC. Quem tem 50% de desconto pode adquirir seus bilhetes na seção “Meu Acesso” no Site do Programa Sou Botafogo (www.botafogo.com.br/soubotafogo). E não-sócios, por meio do Site Voucher Seguro (www.voucherseguro.com).

Os jogadores do atual elenco irão participar e interagir com o público. Eles serão os modelos em duas passarelas de 40 metros, que serão montadas bem próximas à arquibancada Oeste. O uruguaio Aguirre, contratação mais badalada do clube, deve ser uma das presenças. Música ao vivo, food trucks, stand de videogame e outros brinquedos completam as atrações. (Do Globoesporte)

CSA confirma acerto com atacante Walter

walter

A diretoria do CSA confirmou ontem a contratação do atacante Walter, 28, que estava no Paissandu. Raimundo Tavares, dirigente do clube alagoano, disse que o atleta resolveu sua situação com o PSC e deve ser apresentado à torcida no jogo de sábado contra o Goiás, valendo pela Série B.

Walter tinha contrato até dezembro com o PSC, mas pediu liberação alegando insatisfação com as cobranças da torcida e inadaptação a Belém, apesar dos diversos vídeos e entrevistas elogiando a capital paraense. A diretoria bicolor, que apostava em Walter como candidato a ídolo, não se manifestou oficialmente.