Papão começa segunda semana de pré-temporada com elenco fechado

 

DTEFLMuW4AAG5h8

O Paissandu começou nesta segunda-feira (8) a segunda semana de pré-temporada do elenco de futebol para 2018. A comissão técnica comandada por Marquinhos Santos dirigiu trabalhos em dois períodos. Pela manhã, houve treino técnico e tático, na Curuzu. À tarde, na academia Gabriel de Souza Castro, os jogadores realizaram atividade física. Os reforços – incluindo o colombiano Filigrana (foto abaixo) e os recém-chegados Renan Gorne e Vítor  (acima) – participaram dos exercícios.

À tarde, a equipe foi submetida a exercício específico de manutenção e força muscular. “Essa semana antecede a nossa estreia, então temos que dosar o trabalho físico e técnico, para que os atletas não cheguem desgastados no dia da partida”, disse o preparador físico Glydiston Ananias. Enquanto parte do elenco trabalhava nas dependências internas do estádio, os goleiros faziam um treinamento técnico. (Com informações e fotos da Ascom-PSC)

DTDEL8WX0AAlLE_

Pastor, Ricardo Oliveira põe boleiros do Atlético-MG pra orar

20180107160455276764u

Os jogadores do elenco do Atlético se apresentaram na tarde de quinta-feira para a pré-temporada. O período anterior às partidas costuma ser de quase ‘confinamento’ dos atletas na Cidade do Galo. Na noite desse sábado, uma foto publicada pelo volante Roger Bernardo chamou atenção nas redes sociais (veja acima).

A imagem registra um encontro religioso de dez jogadores do Atlético. Aparecem na foto Luan, Patric, Samuel Xavier, Leonardo Silva, Mansur, Carlos César, Ricardo Oliveira, Roger Bernardo, Bremer e Pablo. “Primeira reunião. Não tenho palavras para agradecer. Obrigado, senhor”, publicou Roger Bernardo.
O nome que recebeu mais atenção de torcedores foi o de Ricardo Oliveira. O novo camisa 9 do Atlético é pastor da igreja Assembléia de Deus.

Papai dedo-duro está uma fera

frita

Michel Temer não devia brincar com Roberto Jefferson.

O homem dos “instintos mais primitivos” já identificou que vem do Palácio do Planalto boa parte da artilharia que se detonou contra a sua filha Cristiane Brasil.

Foi dele, claro, o pedido para antecipar a posse, de amanhã para hoje, e criar um fato que interrompesse o bombardeio de denuncias contra o “arranjo” que paga sua dívida trabalhista com o dinheiro de uma assessora sinaliza que os Jefferson queriam testar a solidariedade de Temer diante da ameaça que pode inviabilizar a própria ascensão da filha-deputada ao cargo, bastando que um dos vários juízes que receberam ações contra a sua posse dê uma liminar.

Foi negado, porém.

Jefferson sabe que a moça pode não aguentar mais 24 horas e irritou-se profundamente com os comentários – em off – que estão alimentando O Globo, como o atribuído a um ” assessor palaciano”.

— Ela no Ministério do Trabalho é como alguém sair de Bangu e assumir a Secretaria de Segurança Pública. Sem contar que ela não é nenhuma Madre Teresa, o passado da família já condena.

Se aguentar, assume sem poder, vigiada por mil olhos. O papai ” resgatado” está uma fera. (Do Tijolaço)

Bernard comenta transferência de Fred e critica ex-dirigente do Galo

20180108162559954588e

O meia-atacante Bernard, ex-Atlético, voltou a disparar contra o ex-superintendente de futebol do clube, André Figueiredo. O jogador já havia atacado o diretor em agosto de 2017, por meio de suas redes sociais. “Realmente fui mandado embora duas vezes na base do Atlético, sem explicação. Eu era o único jogador que não recebia a ajuda pra pagar o ônibus. E eu vinha de família humilde, pagar 10 reais por dia é complicado. Só eu não recebia”, disse o jogador em entrevista à Radio 98 FM, de Belo Horizonte.

Ainda na entrevista, o meia-atacante alegou que sofreu na época em que André Figueiredo era o coordenador da base do Atlético:”É difícil para mim ver um dirigente subir ao profissional e bater no peito que me revelou, que revelou o Jemerson. Eu estava em todas as listas de dispensa, isso eu sei. É complicado e não poderia deixar de externar aos torcedores aquilo o que eu vivi, poucos sabem o que eu vivi, o que eu sofri. Só minha família sabe”.
Transferência de Fred
Um dos destaques do Shakhtar na atual temporada, o jogador de 25 anos também comentou a transferência de Fred, do Atlético para o Cruzeiro. Fred e Bernard atuaram juntos pela Seleção Brasileira em 2013 e 2014.
“Eu não faria isso nunca, tenho carinho muito grande pelo Atlético. Fui revelado, Atlético me deu toda estrutura possível, não faria isso nunca mesmo. Mas não julgo ele, não posso julgar a atitude dele porque não sei dos bastidores. Respeito o jogador, a pessoa, mas dentro de campo é cada um jogando pelo seu time”.
Revelado pelo Atlético em 2010, Bernard foi emprestado e só retornou ao clube em 2011. Destacou-se no Galo e conquistou a Libertadores e o Campeonato Mineiro em 2013. Em agosto de 2013, foi vendido ao Shakhtar por 25 milhões de euros (cerca de R$ 77 milhões). O meia-atacante é a venda mais cara do Galo na história. (Do Super Esportes)

Fenômeno Azul já comprou 12 mil ingressos para a estreia do Leão

torcida-1

Acabou o lote de ingressos promocionais para a estreia do Remo no Campeonato Paraense. Os 10 mil primeiros bilhetes, vendidos a R$ 20,00 (arquibancada) e R$ 40,00 (cadeira), chegaram ao fim no sábado (06/01). A promoção havia começado no dia 11 de dezembro. A venda continua, com novos valores: arquibancada passa a custar R$ 30,00 e cadeira, R$ 50,00.

No total, já foram comercializados mais de 12 mil ingressos (incluindo os que não têm desconto) nas lojas oficiais do Remo em Belém e Ananindeua. O jogo contra o Bragantino será domingo, às 16h, no estádio Jornalista Edgar Proença. A expectativa é de que o público chegue à casa de 30 mil pagantes.

A torcida do Bragantino pode comprar ingressos em algumas lojas do centro de Bragança. Uma carga de 700 bilhetes foi destinada ao Tubarão, cujos torcedores terão entrada exclusiva pelo portão B2 do Mangueirão.

Os valores arrecadados com a venda antecipada nos bilhetes ajudaram a cobrir despesas do clube no final da temporada. Conhecida pelo fanatismo, a torcida remista atendeu aos apelos da diretoria de Futebol e prestigiou a promoção, turbinada pelo clima de empolgação em torno das contratações para 2018. (Com informações da Ascom do Remo)