Histórias do mundo da bola

Clássico de 1971, com a presença de craques como Ademir da Guia e Rivelino, goleadores como Mirandinha e César, novatos como Peri (que depois jogaria pelo Remo). Cabe lembrar que o Corinthians já amargava então um tabu de 16 anos sem título, sina que só seria quebrada seis anos depois.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s