Méritos a quem tem

POR GERSON NOGUEIRA

Conquistada a permanência na Série B, tarefa consumada na vitória sobre o Náutico, terça-feira, o Papão ganha um tempo precioso para planejar a próxima temporada. A partir do elenco atual, pode formar uma base razoável como ponto de partida para ter um elenco tecnicamente consistente e confiável.

A situação atual permite projetar a permanência do técnico Marquinhos Santos, que parece ter adquirido a confiança de diretores e torcedores para continuar o trabalho. Não exibe números que justifiquem aprovação plena, mas ninguém pode negar-lhe o mérito de haver tirado o máximo possível de um grupo reconhecidamente limitado, que não ajudou a montar.

Marquinhos dirigiu o time em 24 oportunidades, contabilizando 9 vitórias, 6 empates e 9 derrotas. Aproveitamento de 45,8%. Quando assumiu a função, ainda no primeiro turno, após a saída de Marcelo Chamusca, o Papão ocupava o décimo lugar na classificação e oscilava perigosamente para baixo. Continuou caindo de rendimento em situação agravada pelo fraco desempenho nos jogos como mandante.

Por sorte, ao mesmo tempo em que tropeçava diante de seu torcedor, o Papão se especializava em arrancar bons resultados fora. Ao todo, foram até agora seis vitórias como visitante, marca inédita no histórico recente do time em certames nacionais.

Mesmo que a tendência negativa dentro de casa tenha permanecido até rodadas recentes, há hoje uma evidente evolução determinada por fatores circunstanciais. O time passou a desenvolver um jogo à altura de suas possibilidades e ganhou fôlego à medida que o técnico se libertou das excessivas cautelas.

Depois de muito insistir com o sistema de três volantes, defendido a ferro e fogo por Chamusca, Marquinhos finalmente viu as luzes se acenderem quando buscou uma alternativa surgida da necessidade de compor meio-campo e ataque em momento de várias ausências na equipe.

Descobriu, de repente, que era possível aproveitar o potencial técnico e a juventude de Fábio Matos para dar à meia-cancha a qualidade tão cobrada ao longo da campanha. Nas quatro últimas rodadas, Fábio vem se destacando como criador de jogadas, assistente e definidor.

Vale lembrar que a primeira vitória fora de casa conquistada sob o comando de Marquinhos teve participação importante de Fábio. Contra o Vila Nova-GO, em Itumbiara, ele foi o autor do lançamento que pôs Rodrigo Andrade na cara do gol igualando o marcador e dando início à reação que levou a uma grande vitória.

Curiosamente, por razões desconhecidas, o jogador foi deixado de lado e nunca mais apareceu como titular. Ressurgiu agora e vem funcionando muito bem, contribuindo para dar vida a um quadrado ofensivo que arejou o jogo e a distribuição do Papão em campo.

Méritos de Marquinhos, que recuperou uma peça importante e alterou sua estratégia de jogo, e do próprio Fábio, determinando a desmentir a crença de que não haveria vida inteligente no meio-campo alviceleste.

——————————————————————————————

Roger e o Botafogo: entre a mágoa e a bonomia

O futebol é marcado por episódios desconcertantes, e disso deriva muito de seu fascínio. Tomemos por exemplo a marcante história de Roger, atacante experiente que o Botafogo tornou conhecido nacionalmente, viveu há algumas semanas um drama pessoal que provocou consternação geral. Diagnosticado com um tumor renal, viveu dias de apreensão até que fossem realizados exames mais específicos. Felizmente, a biópsia revelou que o tumor era benigno.

Passado o susto, soube-se que Roger recebeu proposta tentadora do Corinthians para se transferir no começo do ano. Nada mais natural para um atleta que cumpriu trajetória destacada na Taça Libertadores, participando de quase todos os jogos do Botafogo na competição e tendo um papel tático que ia além das tarefas de centroavante. Depois da notícia sobre o tumor, o Corinthians suspendeu as conversas com ele.

Nesta semana, o jogador pediu reajuste de salário ao Botafogo. A pedida, em torno de R$ 250 mil, mais luvas e bônus por metas alcançadas, causou certo desconforto pela própria situação financeira vivida pelo clube, que mantém uma política de austeridade nos gastos como meio de se recompor financeiramente dos malefícios herdados da gestão anterior (do dentista Maurício Assumpção).

Alvo de críticas nas redes sociais, Roger – que se reapresenta hoje para treinos com o elenco botafoguense – se mostrou surpreso com a repercussão do episódio. Não deveria. O futebol é um poço de emoções reprimidas e incontroláveis. Nunca se sabe o que pode acionar o botão da bonomia ou fazer disparar o gatilho da mágoa.

——————————————————————————————

Carlos Roberto abrilhantará o encontro botafoguense

Aos baluartes da coluna, que pediram mais informações sobre a venda de ingressos para o IV Encontro dos Seguidores da Estrela Solitária – 2017 Ano Inesquecível, a comissão organizadora avisa que as camisetas que irão garantir acesso ao almoço estão à venda no seguinte endereço: avenida Senador Lemos, 1119, entre Manuel Evaristo e José Pio, ou pelo fone 3349-6967 (Lucas Rabelo).

O encontro se realizará no restaurante Albatroz, no conjunto Marex, em Val-de-Cans, no próximo dia 25 de novembro, das 12h às 18h. Além de feijoada, sorteio de brindes e muito samba, o evento terá palestra do ex-jogador e ex-técnico botafoguense Carlos Roberto, campeão de 19671968, integrante da célebre SeleFogo.

(Coluna publicada no Bola desta sexta-feira, 10)

Remo renova com zagueiro para a temporada 2018

O Remo confirmou nesta quinta-feira a renovação de contrato do zagueiro Martony. Indicado pelo técnico Léo Goiano, o atleta foi contratado pelo clube em julho para disputar a Série C do Brasileirão. Participou de quatro jogos e saiu-se bem, ganhando a chance de permanecer no Baenão.

Emprestado ao Carajás para disputar a Segundinha do Parazão, Martony retorna ao Remo no fim do torneio. “A cobrança vai ser maior, mas também terei mais tempo para trabalhar e desenvolver meu futebol e, se Deus quiser, conseguir grandes objetivos dentro do clube. Agradeço o reconhecimento dos torcedores e dirigentes, que sempre mostraram interesse na minha renovação”, disse o jogador.

Depois do anúncio sobre Martony e o acerto com o goleiro Vinícius, o Remo deve confirmar nos próximos dias a renovação do meia Flamel, do volante Dudu e do atacante Jayme, também participando da Segundinha.

Novidades no cinema e na Netflix

gosto-se-discute-cozinha

Nesta quinta feira (09) tem estreia de filme nacional nos cinemas de todo Brasil. “Gosto Se Discute” é uma comédia dramática dirigida por André Pellenz e tem os atores Cássio Gabus Mendes e a também youtuber Kéfera Buchmann no elenco. A trama conta a história de um chef de restaurante que está indo de mal a pior por conta de um foodtruck instalado em frente ao seu estabelecimento. A situação só piora depois que o chef passa a ter uma rara síndrome que o faz perder o paladar.

O destaque internacional fica com o drama argentino “Invisível”. Dirigido por Pablo Giorgelli, a história se passa em Buenos Aires e narra vida da jovem suburbana Ely, que após descobrir que está gravida de seu chefe Raúl, precisa tomar a difícil decisão de fazer ou não um aborto.

series_1435_no10

Para quem pretende ficar em casa, há novidades no catálogo da Netflix. “Nobel” (foto) é a nova série original da empresa, e conta como a guerra do Afeganistão afeta a vida pessoal e política de um oficial das forças especiais norueguesa.

Outro destaque é “O Matator”, primeiro filme original da Netflix produzido no Brasil. Com uma pegada de faroeste, a história é ambientada em 1940, no interior de Pernambuco. A trama relata a aventura de Sombra, personagem principal que decide procurar seu verdadeiro pai na cidade grande e acaba se envolvendo no comércio de pedras preciosas.

Uma opção mais leve é a comedia romântica “Descompensada”, estralado pela atriz e comediante Amy Schumer. Também tem novidade na seção de documentários: “O Homem e a Máquina” examina a vida e o legado de Steve Jobs, mostrando como seus valores moldaram a cultura do Vale do Silício. (Por Larissa Lago)

Manoel Ribeiro tem até amanhã para justificar pendências

condel

Chega ao fim nesta sexta-feira (10/11) o prazo legal para o presidente Manoel Ribeiro apresentar ao Conselho Fiscal do Remo as ressalvas e justificativas das 86 pendências da contabilidade dos seus primeiros quatro meses de mandato. Até ontem, Ribeiro não havia apresentado nenhum documento.

Ele ganhou o prazo extra de 30 dias, concedido pelo Conselho Deliberativo, para organizar a documentação com os recibos oficiais, notas fiscais e outros documentos que não constaram da prestação original das contas.

A falta dessas comprovações constitui irregularidade grave, que pode levar até à cassação de mandato pela Assembleia Geral do clube. (Com informações do site Remo 100%)

Papão faz exercícios de recuperação para enfrentar Brasil no sábado

DOJDvPyW4AAnjyc

Foi na piscina e na academia de ginástica Gabriel de Souza Castro, que fica no estádio da Curuzu, que os jogadores do Paissandu se exercitaram ontem. A equipe se representou depois de vencer o Náutico por 3 a 1, na Arena Pernambuco, e praticamente garantir permanência na Série B para a próxima temporada.

O trabalho de recuperação física na piscina teve o objetivo de amenizar o desgaste físico causado pelo jogo e também pela viagem. Já a movimentação na academia da Curuzu e no circuito funcional foi realizada apenas com os jogadores que não atuaram contra o Náutico ou que entraram no decorrer do jogo.

O meio-campista Fábio Matos, que sofreu entorse no tornozelo esquerdo, ficou em tratamento no Núcleo de Fisioterapia do clube, assim como o zagueiro Diego Ivo, poupado por causa de cansaço muscular.

O Papão ainda realiza mais dois treinamentos em preparação para a próxima partida do time bicolor, diante do Brasil de Pelotas-RS, na Curuzu, no próximo sábado (11), pela 35ª rodada da Série B 2017. (Com informações da Ascom-PSC)

Centrais sindicais convocam atos contra a reforma trabalhista

DNvcyvEX0AIwEaq

Do Brasil de Fato:

Às vésperas da data em que as novas regras trabalhistas entram em vigor, as centrais sindicais convocam manifestações contra as reformas da Previdência e trabalhista. Protestos vão ocorrer nesta sexta-feira (10) em pelo menos 24 capitais e no Distrito Federal. No próximo sábado (11), a reforma trabalhista, sancionada em julho pelo presidente golpista, Michel Temer (PMDB) passa a valer. A medida altera mais de cem pontos da CLT, lei que regulamenta as relações trabalhistas no Brasil.

Um levantamento feito pela CUT/Vox Populi, em junho, aponta que as reformas trabalhista e da Previdência são vistas de forma negativa por 70% dos trabalhadores brasileiros. O objetivo das entidades também é mobilizar os trabalhadores em torno da reforma da Previdência, que ainda está em tramitação no Congresso Nacional.

Além das marchas, estão previstas assembleias e interrupção de atividades das empresas por períodos curtos, de até uma hora.

Confira a agenda dos atos completa por estado:

Rio Branco (AC), 08h – Ato com concentração na Praça da Revolução

Maceió (AL), 08h – Concentração na praça Sinimbu

Manaus (AM), 16h – Manifestação na Praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia)

Macapá (AP), 10h – Concentração na Praça da Bandeira

Salvador (BA), 11h – Caminhada do Campo Grande até a Praça Municipal; 13h – Manifestação na porta da Previdência Social no Comércio

Distrito Federal, 09h – Ato Fora Temer e suas medidas – Espaço do Servidor – Esplanada dos Ministérios

Fortaleza (CE), Marcha da Esperança/ Dia Nacional de Luta contra a Reforma Trabalhista; 8h – Praça Clóvis Beviláqua (Praça da Bandeira – Centro)

Vitória (ES), 12h – Concentração na Praça 8 e caminhada até a justiça do trabalho; 17h – Ato na UFES (Universidade Federal do ES)

Goiânia (GO), 16h – Ato unificado na Praça do Bandeirante

Belo Horizonte (MG), 09h – Ato na Praça da Estação

Campo Grande (MS), 16h – Ato na Praça Ari Coelho com enterro da CLT na superintendência do trabalho

Cuiabá (MT), 15h – Praça Alencastro

Belém (PA), 08h30 – Concentração no TRT na Praça Brasil – Caminhada até o Ver-O-Peso

Curitiba (PR), 11h – Ato na Boca Maldita

João Pessoa (PB), 14h – Lyceu Paraibano

Recife (PE), 09h – Assembleia da classe trabalhadora na Praça da Democracia (Derby)

Teresina (PI)

08h – Ato Unificado – Praça Rio Branco – Com Caminhada pelas Ruas do Centro

Natal (RN), 14h – Ato com concentração na Praça Gentil Ferreira no Bairro Alecrim. Depois será feita uma caminhada pelas ruas principais até a Cidade Alta

Boa Vista (RR), 09h – Concentração na Praça do Centro Cívico – caminhada pelas ruas do centro

Porto Alegre (RS), 10h às 14h – Plenária de Mobilização – Auditório da Igreja da Pompeia (R. Barros Cassal, 220, Floresta POA); 16h – Abraço à Justiça do Trabalho – Av. Praia de Belas; 18h – Ato das Centrais – Esquina Democrática

Rio de Janeiro (RJ), 16h – Concentração na Candelária – Caminha pra a Cinelândia

Florianópolis (SC), 16h – Ato no terminal Urbano. Várias regiões do estado, como Chapecó, Região Serrana, entre outras terão atos nas portas dos locais de trabalho.

São Paulo (SP), 09h30 – Ato em São Paulo – Concentração na Praça da Sé; 10h30 – Caminhada até a Avenida Paulista; 14h30 – Ato de professores e servidores no Palácio dos Bandeirantes contra o PL da Morte

Campinas (SP); 17h00 – Ato no Largo do Rosário, no Centro.

Aracaju (SE), 15h – Ato com concentração às 15h na Praça Getúlio Vargas (praça da OAB)

Palmas (TO), 09h – Em frente à CEF – Quadra 105 Sul – Rua SE 01

Entre a cruz e a caldeirinha

POR KIKO NOGUEIRA, no DCM

A Globo está numa sinuca de bico com o vídeo em que William Waack, em frente à Casa Branca, impaciente com as buzinadas que invadiam o estúdio, comenta no ouvido de Paulo Sotero, diretor do Wilson Center — centro de estudos de geopolítica:

“Tá buzinando por quê, seu merda do cacete? Não vou nem falar, porque eu sei quem é… é preto. É coisa de preto. Com certeza”.

O desfecho mais óbvio é fazer Waack ajoelhar no milho e pedir desculpas. Em seguida, demiti-lo. Vale uma suspensão. Mas tudo é possível ali. 

Provavelmente, uma sindicância será instaurada para saber como as imagens vazaram e quem vazou. A transmissão é do ano passado, na cobertura das eleições americanas, e será difícil achar o autor.

A “piada” de WW, que deixou seu interlocutor constrangido, é típica do sujeito que fala isso toda hora. Aquela sordidez foi apenas uma que foi ao ar.

O episódio deixa evidente que Waack não é detestado apenas fora da emissora — a raiva que guardam dele também está no coração de seus colegas.

Quem vazou sabia o que fazia e lavou a alma de milhões de pessoas.

A reação da internet, pedindo sua cabeça, mostra o tamanho do ódio a ele. Ódio kármico.

Waack tornou-se um monstro ao longo do processo de impeachment de Dilma. A arrogância, o rancor que demonstrava o colocaram no padrão de um Jabor.

Dilma era “insignificante e cúmplice de ditaduras”. Liderava o “bloco do fracasso”.

Na GloboNews, dedicou um programa inteiro a uma declaração que Dilma não deu, a de que “as forças ocidentais deveriam dialogar com o Estado Islâmico”.

Num rompante, ao vivo, se exaltou: “manda ela calar a boca”. Ela e Lula eram “mentirosos”. Suas diatribes foram reproduzidas orgiasticamente pelo MBL num canal canalha no YouTube.

Mas com Dilma podia.

Como vão ficar seus pingue pongues com Eraldo Pereira? Imaginemos que Eraldo, num surto, cravasse: “É coisa de judeu”. E então?

A situação fica ainda mais patética diante do best seller “Não Somos Racistas”, de seu chefe Ali Kamel, uma tese alucinada jogada no lixo por uma das estrelas da casa.

Ex-companheiros de Waack relatam que ele não era assim. Virou um kataguiri com o antipetismo cafajeste e deram-lhe corda — até ele se enforcar.

Como diz o jornalista Palmério Dória, a máscara mortuária de Waack está mais exposta do que nunca. Faltava ser enterrada.