Nas mãos da prata da casa

9 de setembro de 2017 at 0:32 9 comentários

DI6aYOuXkAAyqTf

POR GERSON NOGUEIRA

Há coisas no Remo que desafiam a lógica, o bom senso e a sanidade. Para o jogo que decide sua situação na Série C, em condições de extrema dificuldade, hoje à noite, contra o Salgueiro, o time paga o preço das muitas escolhas erradas ao longo do campeonato, principalmente na contratação de técnicos a jogadores.

Tudo ficou ainda pior porque, com elenco reduzido e pouco qualificado, as tomadas de decisões adquiriram importância fundamental e os treinadores, cada um à sua maneira, abusaram do direito de errar na definição dos titulares – problema apontado mais de uma vez aqui na coluna.

No começo da competição, inexplicáveis – e estranhas – falhas de observação levaram à prioridade por jogadores mal condicionados fisicamente, recém-chegados a Belém e dependendo de adaptação ao próprio clima.

O resultado não podia ser diferente: rendimento pífio da maioria dos atletas. Aos trancos e barrancos, o time conseguiu se manter entre os primeiros da chave, muito mais pelas deficiências dos concorrentes do que por suas virtudes.

Quando o nível geral das equipes melhorou, os problemas azulinos se tornaram mais claros. Veio, então, Oliveira Canindé, que não tinha a menor noção do que era o Remo e foi demitido antes que pudesse aprender.

Em seguida, foi contratado Léo Goiano, que deu um mínimo de organização ao time, mesmo sofrendo as consequências dos equívocos e do primarismo da política de contratações.

Com Goiano, o Remo continuou imprevisível e oscilante, mas passou a ter uma estrutura tática melhor definida, embora sem fugir à sina das escolhas ruins. Gabriel Lima, um dos melhores do elenco, ficou esquecido na suplência e só se teve notícia dele quando se contundiu durante aquecimento para o jogo com o Confiança.

O meia Rodrigo quase teve o mesmo destino. Só entrou no radar da comissão técnica para o jogo de hoje por motivo de força maior – as ausências de Eduardo Ramos e Danilinho, suspensos. Será sua primeira chance sob o comando de Goiano. Tem a chance de mostrar que pode ser um dos titulares entrando logo no jogo mais importante da temporada. Corre, porém, o risco de sofrer os efeitos do desentrosamento.

A prata da casa também se impõe na presença de Jayme, que renasceu para o Remo nesta temporada e tem provado sua utilidade, tanto pela capacidade de definição como pela aplicação tática, que permite que jogue na lateral, no meio-campo ou no ataque. Essa versatilidade o coloca como um dos mais importantes da equipe neste momento. Caberá a ele a missão de fazer os gols que o Remo precisa para seguir sonhando com o acesso à Série B.

———————————————————————————–

Papão treina, treina e repete erros de sempre

20170908233028600418u

Nem parecia que o Papão havia se preparado por duas semanas para o jogo com o América, chegando ao requinte de fazer treinos secretos. A falta de iniciativa e os muitos erros de passes não deixaram que o time se impusesse, como tinha sido prometido ao longo da semana. O visitante esbanjou tranquilidade, não deu espaços e nem teve tanto trabalho para conter as poucas investidas do ataque bicolor.

Desde o começo do jogo, o time de Enderson Moreira se mostrou superior na distribuição em campo e na maturidade para explorar as falhas do Papão. Com Mateuzinho, Renan Oliveira, Giovani e Bill muito agudos, o visitante pressionava seguidamente. Mandou uma bola aos 18 minutos, obrigou Emerson a duas defesas difíceis e chegou ao gol aos 35 minutos em chute de Luan, que desviou em Perema antes de entrar.

No segundo tempo, já com Marcão e Magno, o Papão ainda esboçou a intenção de reagir, mas se perdeu nos passes sem direção e na falta de inspiração dos atacantes, principalmente Bergson, em noite apagada. O América, ao contrário, controlava o meio e saía em contragolpes perigosos.

Aos 37, Magno entrou na área e protagonizou um lance forte. Bateu com perigo para o gol, mas João Ricardo espalmou. Ficou nisso. A partir daí, o time passou a insistir nos cruzamentos para a área, sem oferecer perigo.

Vitória merecida e sem atropelos do time mineiro, que conseguiu devolver o revés do primeiro turno, em Belo Horizonte. De certa forma, o América pareceu até surpreso com as facilidades encontradas na partida.

A derrota deixa o técnico Marquinhos Santos em situação delicada no comando da equipe, sob sério risco de afastamento. Especulações surgidas ainda no Mangueirão, ontem à noite, indicavam a possibilidade de Rogerinho assumir o time para o confronto com o ABC na próxima semana. A conferir.

(Coluna publicada no Bola deste sábado, 09)

Entry filed under: Uncategorized.

Papão mantém a escrita negativa e perde de novo em Belém Rock na madrugada – Elton John, Empty Garden (Hey Hey Johnny)

9 Comentários Add your own

  • 1. lucilofilho  |  9 de setembro de 2017 às 0:51

    Dificil a situação do meu leão, porém futebol é essa caixinha de surpresa que todos conhecem, em todo caso, aguardemos os resultados nesta noite de sábado. Surpreende leão!

    Curtir

  • 2. Jaime (Atlanta, EUA)  |  9 de setembro de 2017 às 2:01

    O Remo é tão imprevisível, que o imprevisivel pode acontecer, ou seja, o Remo consegui permaneger diante de todas as mazelas no G4 até hoje, deve ser por que tem alguma coisa de especial nisso. Acredito que vamos ter um Remaço hoje é não um salgueiraço. Bora Leãoooooo eu acredito.

    Curtido por 1 pessoa

  • 3. Comentarista  |  9 de setembro de 2017 às 5:49

    O que a Diretoria do Paysandú ainda espera dos aposentados Diogo Oliveira, Anselmo, Marcão e Airton, e de outros peladeiros que contratou este ano ?
    O que esperar de um time que entra em campo com 4 cabeças de área, apenas para não perder – e só dá vexame em casa, cuja única estratégia de jogo é a ligação direta defesa-ataque, o famoso bumba-meu-boi ?
    Marquinhos Santos ainda está “prestigiado” ?
    Diferentemente dos masoquistas remistas, o torcedor bicolor tem maior senso critico, e entrou de férias na temporada desde o “delivery” contra o Luverdense, na final da Copa Verde. Até 2018 !

    Curtir

  • 4. Osvaldo Costa  |  9 de setembro de 2017 às 6:23

    O que esperar de uma gestão que está mais preocupada com inaugurações de lojas e lançamentos de camisas ? Esses atuais dirigentes bicolores, esqueceram que a mola mestra de um clube de futebol, é o próprio FUTEBOL ! É inadmissível manter um treinador que insiste com um esquema ultrapassado, priorizando jogadores de qualidade duvidosa e que não consegue dar um mínimo padrão tático ao time. A Novos Rumos deveria terceirizar a condução do futebol, e continuar lançando camisas e inaugurando lojas, pois fazer as duas coisas ao mesmo tempo, eles não conseguem.

    Curtir

  • 5. Frederico Teron  |  9 de setembro de 2017 às 7:51

    Com um pouco mais de boa vontade e atitudes o Papão pode permanecer na série B, coisa que deve se confirmar. Daí é pensar no ano de 2018 com boas contratações, montar um time competitivo e voltar a série A.

    Quanto ao rival, temo por mais mais uma goleada histórica e este Salgueiro não refresca, ainda mais jogando em casa e precisando vencer.

    Curtir

  • 6. Nelio( O Paysandu nunca levou 6 gols em Belem de nenhum time do Mundo valendo 3 pontos)  |  9 de setembro de 2017 às 7:52

    AMIGO GERSON NOGUEIRA ESTAS SÃO ECLUSIVAMENTE PARA TÍ; Vistes mais uma presepada de um time e plantel bicolor dos mais fracos que já vi nos últimos 17 anos, pior até que o rebaixado de 2006?? Vale ressaltar que o de 2006 era fraco, mas tinha alguns bons valores e fazia boa campanha , até ser prejudicado por 4 meses de salários atrasados e falta de uma satisfação por parte do Tourinho, fatos que culminaram com vingança de alguns mercenários irresponsáveis dentro de campo contra o clube, inclusive na vingança dos dos 9×0. E esse time de hoje?? Esse não tem 4 meses de salários atrasados, é ruindade e falta de compromisso mesmo. Tu ainda achas que subestimo a A NAÇÃO FIEL BICOLOR ??Já adisse amigo, não existe torcida no mundo, por mais Fiel que seja, que tenha estomago para digerir ou força para apoiar em massa um time desse inexpressivo , que faz campanha sem graça, fraca e agora muito preocupante. E repito o que disse bem antes : Tem cheiro forte de rebaixamento. A diretoria que entregou o lugar e saiu fez grande parte dessa cagaça, mas ainda tinha muito tempo de consertar. Essa diretoria que assumiu, não corrigiu os erros e ainda completou a cagaça da anterior contratando jogador veterano de 38 anos, que quando tinha uns 23 esteve aqui mesmo e não fez PN. E ainda trouxe outras pustemas e não mandou várias pustemas embora como deveria para enxugar o plantel. Eu, sinceramente, fico com a opinião de outro bloguista esportivo da cidade que sempre escreve no blog dele o seguinte: TEM MUITO JOGADOR NESSE PLANTEL QUE ESTÁ “””” ROUBANDO O PAYSANDU””” descubram se puder. infelizmente pelas circunstâncias atuais, pela conjuntura que agora se forma, podemos dizer que o muito tempo que ainda tinha para retificações, agora não tem mais . Creio que só muita sorte livrará meu glorioso Paysandu de ser rebaixado da super importante competição serie B. Está aí um palpite que eu terei prazer de estar errado no final. Mas tá difícil de errar. ……Moral da história Gerson Nogueira: Nunca subestimei força da Nação Fiel Bicolor, a maior do Norte a qual pertenço, mas todos sabem que ilusão, ser iludida não pertence nem de perto às nossas características . A FIEL já provou que apoia em massa, coloca fábulas de dinheiro nas bilheterias, ingresso a qualquer preço quando o time e diretoria merecem prestigio. Mas estes não são merecedores. Ou será que são para tì ??? Com a palavra o amigo.

    Curtir

  • 7. Jorge Paz Amorim  |  9 de setembro de 2017 às 10:49

    A melhor coisa que poderia acontecer, a saída do treinador e a assunção do Rogerinho Gameleira. Marquinhos teve duas semanas pra mudar a postura do Papão no gramado. Nada além disso. No entanto, nada mudou e o time continuou apresentando os mesmos defeitos.
    O Papão é líder, na recepção de cartões amarelos; é o time que menos troca passes, logo, o que menos posse de bola apresenta, tudo fruto dessa patética postura de esperar o adversário em seu campo, submetido à pressão de qualquer equipe, da mais medíocre ao melhor qualificado, tentando resolver tudo na base do chutão pra frente.
    Claro que não somos um elenco estelar, mas é óbvio também que esse time pode fazer bem mais, aliás, episodicamente até já fez apresentações melhores. Ontem, apenas Diego Ivo esteve acima do deplorável.
    Tenho a esperança, então, que a troca seja concretizada e mais ainda que o ‘Severino’ Rogerinho’ quebre mais esse galho realizando o que a torcida espera. Só isso.

    Curtir

  • 8. Peixoto  |  9 de setembro de 2017 às 11:38

    É muito estranho que entra treinador(Marquinhos) sai treinador(Chamusca) e o Papão continue com esse esquema de três atacantes e apenas três no meio mesmo se sabendo que a alma de qualquer equipe de futebol é o meio campo. Até Rogerinho escalou três atacantes. O melhor esquema para esse time limitado é o 3-5-2 liberando o Aírton ou o Lucas Taylor. Mas sequer foi tentado esse esquema pelo técnico Marquinhos mesmo com essas duas semanas de treinamento como aliás mencionou o comentarista da Rádio Clube no jogo de ontem. A pergunta que não quer calar: Porque três atacantes?

    Curtir

  • 9. blogdogersonnogueira  |  9 de setembro de 2017 às 12:44

    Engano seu, Nélio. A palavra está é com você, um expert em Paissandu, profundo conhecedor da alma bicolor e dos caprichos de sua imensa torcida. Eu apenas observei que você anda dando desculpas demais para o afastamento dos torcedores, que não se limita à Série B deste ano. Existem razões mais profundas para esse êxodo. Tento encontrar respostas em minha coluna dominical.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,322,677 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.822 outros seguidores

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

setembro 2017
S T Q Q S S D
« ago    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: