Recife chega aos 175 jogos no Papão e quer superar marca pessoal

unnamed (32)

Uma marca expressiva. E coroada ainda por cima com três pontos muito importantes. Titular e um dos líderes do elenco, Augusto Recife completou na vitória fora de casa em cima do Oeste, na última rodada, sua partida de número 175 com as cores do Paysandu. Identificação, títulos e entrega marcam a trajetória do volante até aqui com a camisa bicolor.

Ele quer mais. Se continuar com o ritmo de atuações que tem desde que desembarcou no clube, Augusto Recife deve fazer da camisa do Paysandu a que ele mais defendeu ao longo da carreira. Faltam poucos duelos para ele superar os 197 jogos que fez pelo Cruzeiro. “São marcas importantes que valorizam um jogador. Ter quase 200 jogos por equipes de massa como Cruzeiro e Paysandu é gratificante. Motivo de orgulho. Quem hoje em dia consegue fazer tantos jogos por um time só? Num futebol atual cheio de cobranças, de trocas a todo momento. É difícil. Por isso que valorizo. Quero superar marcas. Quem sabe fazer mais de 200 jogos com essa camisa cheia de história que é a do Paysandu”, projetou o jogador, que no Papão sagrou-se campeão da Copa Verde e bicampeão Paraense.

Em seu jogo 175 pelo Papão, a equipe conseguiu uma vitória fundamental, se distanciando da zona de rebaixamento. Agora o duelo é com o Paraná, que está colado no G4 e a quatro pontos do Paysandu. “Mais um duelo complicado, difícil. Dos últimos cinco jogos só perderam um. Ganharam várias posições com essa última vitória. É uma equipe forte. Mas jogamos em casa. E sabemos que se vencer colamos neles e subimos também na tabela. É o que queremos. Vamos buscar esses três pontos”, afirmou.

O duelo entre Paysandu e Paraná acontece no sábado, às 19h, no Mangueirão. (Da AV Assessoria; foto: Fernando Torres/Ascom-PSC) 

Papão traz dois reforços e promete cortes no elenco

juninho

Um zagueiro e um meia-atacante são as novas atrações do Paissandu para a campanha da Série B. Rafael Dumas, 22 anos, ex-Flamengo, é o zagueiro que deve ser anunciado nas próximas horas. E Juninho (foto acima), meia-atacante que passou pelo Fortaleza e Náutico, é o segundo reforço contratado.

Rafael (foto inferior) é natural do Rio de Janeiro e defendeu Portuguesa-RJ, Audax-Rio, Luverdense e Goa (Índia). Seus direitos econômicos e federativos pertencem ao Flamengo, onde ficou de 2012 a 2016 sem merecer grandes chances.

Já o meia Juninho é goiano de Goianópolis, tem 32 anos e foi liberado pelo Náutico, onde participou de alguns jogos da pífia campanha no Brasileiro.

Com a contratação dos dois atletas, a lista de reforços adquiridos pelo Papão na temporada chega a 31 e deve aumentar, com pelo menos mais dois jogadores. Segundo os dirigentes, a vinda de novos jogadores vai suprir carências do elenco e vai implicar na dispensa de outros atletas.

574686afde65d