Archive for 6 de julho de 2017

O desabafo de Cristina Serra

Texto postado hoje à tarde nas redes sociais pela jornalista Cristina Serra, irmã de Sérgio Serra, ex-presidente do Paissandu:

Meu irmão, Sérgio Serra, acaba de renunciar à presidência do Paysandu Sport Clube (time de futebol de Pará), depois de um episódio traumático que nos abalou a todos. No domingo à noite, ele passeava numa praça em Belém com a esposa, Cristina (sim, minha xará), e o filho mais velho, Gustavo, de 14 anos, quando dois homens numa moto se aproximaram. Um deles, com o rosto encoberto pela camisa, encostou o revólver no rosto do meu irmão e disse o seguinte: “Eu já sei onde tu moras. Se o Paysandu descer pra série C, eu acabo contigo, com a tua mulher e com esse teu filho maluco”. Detalhe, Gustavo, meu sobrinho, é um adorável adolescente autista, um tesouro que temos em nossa família.

Abaladíssimo, meu irmão tomou a única decisão possível numa situação como essa, a renúncia. Como muitas outras coisas no Brasil, o futebol (com poucas exceções), pra mim, há tempos virou coisa de bandido. Já está a tal ponto contaminado que não há o que reformar, recuperar, restaurar, tamanha a putrefação. E dou ênfase: tal como outras tantas coisas no Brasil. Quando meu irmão informou à família que iria se candidatar à presidência do clube, todos lamentamos.

Eu, particularmente, achava um desperdício o Sérgio dedicar o seu talento, sua competência, sua inteligência e seu altruísmo a isso. Mas meu irmão é um idealista, tem um coração de ouro, acredita poder fazer a diferença com seus valores, seu trabalho e sua dedicação. Sou testemunha do quanto trabalhou nestes seis meses, sacrificando o tempo precioso em que poderia estar com a família e sua vida profissional, para se dedicar ao clube que é sua paixão desde a infância.

Infelizmente, vejo este caso, que me toca tão de perto, como uma metáfora do Brasil de hoje, em que bandidos nos ameaçam, nos amedrontam, nos tiram a crença de que podemos contribuir para a construção de algo melhor, nos tiram a esperança em dias melhores.

Pobre Paysandu, pobre Brasil.

6 de julho de 2017 at 21:32 11 comentários

Com a saída de Serra, ex-presidentes são chamados a ajudar gestão bicolor

DDbqIZhXUAMmo7I

O presidente Sérgio Serra, do Paissandu, apresentou nesta quinta-feira sua renúncia ao cargo, alegando razões de natureza pessoal. Serra vinha sofrendo críticas da torcida pela má campanha do time na Série B e a situação chegou ao limite ao ser ameaçado, por homens armados, no domingo passado, quando passeava com a esposa e o filho mais velho. Ele ficou seis meses no cargo.

A renúncia de Serra foi aceita e o vice-presidente Toni Couceiro foi empossado na presidência, tendo convidado ex-presidentes, como Vandick Lima e Alberto Maia, para colaborarem com a nova gestão bicolor. Maia já informou que irá trabalhar na contratação de jogadores.

6 de julho de 2017 at 18:37 9 comentários

Capa do Bola – quinta-feira, 06

unnamed

6 de julho de 2017 at 1:52 18 comentários

Jorge Wilstermann derruba o Galo

6 de julho de 2017 at 1:44 1 comentário

Rock na madrugada – The Byrds, Eight Miles High

6 de julho de 2017 at 0:58 Deixe um comentário

Enfim, um técnico raiz

DD6_7ShXkAAw7PW

Givanildo Oliveira assumiu o comando do seu amado Santa Cruz e caprichou no figurino. Meião, calção acima do umbigo, óculos de estilo moralizador. Tudo isso sem marketing, gritinhos histéricos ou mesuras. Uma saudável volta aos tempos em que futebol era tratado com respeito e levado a sério. Comentário do perfil do clube no Twitter: “Sem risinhos e firulas. O futebol respira. Gostamos”. (Foto: Ascom/Santa Cruz)

6 de julho de 2017 at 0:45 Deixe um comentário


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,319,927 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.815 outros seguidores

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: