Greve paralisa o Brasil, em defesa dos direitos e contra reformas

30 de junho de 2017 at 17:40 2 comentários

DDmD8vsXoAALOX2

Salvador.

DDmC7V2XoAIgcuH

São Paulo.

DDl-lAvXYAARV7c

Buenos Aires, Argentina.

DDmJURxXsAEiizY

Juiz de Fora-MG.

DDmHvpIXUAAf56R

Entry filed under: Uncategorized.

A frase do dia (1) “Brasileiro nato, chefe de família, carreira elogiável…”

2 Comentários Add your own

  • 1. lopesjunior  |  1 de julho de 2017 às 21:57

    Gostaria de mostrar como o julgamento moral é precipitado por vezes.

    Muitos dos meus amigos e conhecidos criticam ou condenam o fato de muitos trabalhadores aproveitarem a greve para ficar em casa ou curtir um balneário em vez de estar em passeata ou ato político público. É preciso compreender que a finalidade da greve é não trabalhar. É preciso entender que a estratégia da greve é mostrar na prática um resultado esperado da ausência do trabalhador no posto de trabalho: não se produz nada sem ele, e o patrão não ganha nenhum dinheiro com isso. A greve valoriza o trabalhador porque mostra o quanto ele é importante à geração do lucro no posto de trabalho. Os que ficam em casa ou vão curtir uma folga estão também cumprindo a finalidade da greve, que é, diga-se de novo, não produzir lucro ao patrão, faze-lo sentir a falta do trabalhador e conscientizar-se da importância dele para a economia. Essa é a finalidade da greve.

    Dito isso, a participação dos trabalhadores em atos políticos depende da consciência política de cada um. Cada qual deve entender o quanto é importante para si e para toda a categoria, e toda a classe trabalhadora face à classe burguesa, que os direitos trabalhistas atuais sejam mantidos e novos sejam conquistados.

    O momento político atual do Brasil, dada a desinformação e desconhecimento de leis e direitos, e de princípios e história que regem a relação de trabalho, pede que simplicidades como esta, como da finalidade da greve e da participação e apoio de trabalhadores a movimentos democráticos, sejam dados.

    E agora é pelo Fora Temer, porque são duas coisas mutuamente excludentes os direitos dos trabalhadores e a manutenção do presidente golpista.

    FORA TEMER! DIRETAS JÁ!

    Curtir

  • 2. Armando  |  1 de julho de 2017 às 23:44

    O cidadão acima só esqueceu de dizer que o patrão do funcionário público é o povo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,363,535 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.891 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

Leonardo em Londrina x PSC – comentá…
Jorge Paz Amorim em Londrina x PSC – comentá…
Leonardo em Londrina x PSC – comentá…
Osvaldo Costa em Londrina x PSC – comentá…
Osvaldo Costa em Londrina x PSC – comentá…

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: