Remo x CSA – comentários on-line

Campeonato Brasileiro da Série C 2017 – 5ª rodada

Remo x CSA – estádio Jornalista Edgar Proença, 19h30

Rádio Clube _ IBOPE_ Segunda a Sexta _ Tabloide

Na Rádio Clube do Pará, Jones Tavares narra, Gerson Nogueira comenta. Reportagens – Paulo Caxiado, Paulo Sérgio Pinto, Saulo Zaire, Hailton Silva. Banco de Informações – Jerônimo Bezerra. 

105 comentários em “Remo x CSA – comentários on-line

  1. Remo escalado com Vinícius; Léo Rosa, Leandro Silva, Igor João e Gerson; Tsunami, Labarthe, Eduardo Ramos e Mikael; Nino Guerreiro e Edgar.

    Curtir

  2. CSA vem com a seguinte formação: 1 Mota; 2 Dick, 3 Tales, 4 Leandro e 6 Raul Diogo; 5 Daian, 7 Vanger, 8 Boquita e 10 Marcos Antonio; 9 Michel e 19 Didira. Técnico – Ney da Mata.

    Curtir

  3. Bora amigo Gerson, você precisa esquentar o pé hoje, faz tempo que o Leão não ganha com você no comentário da clube. Tô indo para Holly Family catholic Church missa de domingo. Vamos Leãooooooo

    Curtir

  4. Muito pelo contrário, amigo Jaime. As últimas vezes em que comentei jogos de Remo e Paissandu, ambos saíram vitoriosos. E a dupla com o amigo Jones Tavares está invicta em jogos do Remo. Aliás, nunca houve derrota quando trabalhamos juntos. Do Papão, a mais recente jornada em que trabalhei foi a da vitória sobre o América-MG, em BH.

    Curtir

  5. Primeiro ataque perigoso do Remo, mas zaga afasta os cruzamentos, aos 4′
    Em seguida, Gerson é lançado por Edgar, avança até a linha de fundo, mas cruza nas mãos do goleiro Mota.

    Curtir

  6. CSA não se intimida com a pressão inicial do Remo e tenta chegar ao ataque com jogadas pelos lados. Jogo ainda muito travado no meio-campo.

    Curtir

  7. Aos 8 minutos, Eduardo Ramos toca de cabeça e se lança ao ataque num pique que foi bloqueado pelo zagueiro Tales.

    Curtir

  8. Aos 9, Léo Rosa é lançado por Mikael pela direita, mas cruza muito forte e o Remo desperdiça uma boa chegada.

    Curtir

  9. Remo nervoso, ansioso demais para chegar ao gol e a partida exige tranquilidade. A pressa acaba provocando seguidos erros de passes, que vêm sendo explorados pelo CSA, que mostra mais compactação no bloqueio e rapidez na saída.

    Curtir

  10. 24′ Melhor ataque do Remo até aqui. Mikael lança Nino Guerreiro, que chuta cruzado e o goleiro espalma para escanteio.

    Curtir

  11. Remo se atrapalha seguidamente com erros primários na saída para o ataque. Sobra transpiração, mas falta organização para encaixar jogadas mais trabalhadas.

    Curtir

  12. Impressionante como o Leo perdeu o pé ….o cara até chega bem ja espaço mas o aproveitamento dele eh zero …não consegue acertar uma na cabeça do atacante

    Curtir

  13. 35′ Eduardo Ramos arma contra-ataque, conduziu até a entrada da área e passa para Edgar, que manda na trave…

    Curtir

  14. CSA tem um time mais conciente…mas não da medo eh Time normal …sem ninguém que desequilibra….ainda o problema do remo continua em seus próprios jogadores….no remo na ha jogadarápida de infiltração….as únicas são as jogadas rápidas nos pés do er quando ele arranca.

    Curtir

  15. Como acaonteceu agora….Edgar ainda o melhor jogador do ano no remo…..não consigo entender….pelos dois jogos que o argentino jogou mostrou muito mais presença de área e sabe o que fazer…no meu time era séria atacante absoluto da de 1000 no nino que para mim não mostrou ao que veio…idem Micael e Laberta..a zaga.

    Curtido por 1 pessoa

  16. Lado positivo…gostei do Leandro Silva….mostrou tranquilidade…..o problema eh o Laberta…a zaga que não faz nada. O remo precisa mudar três peças : Mikael e colocar Flamel. Laberta..a zaga e colocar Jefferson e Tirar Nino e colocar Jayme.

    Curtir

  17. Remo continua errando muito na aproximação, mas tem a posse de bola, teve as melhores chances e botou uma bola na trave (Edgar). Não faz, porém, as jogadas de infiltração e de chegada pelos lados. Erros individuais atrapalharam muito o rendimento da equipe neste primeiro tempo, provocados principalmente pela precipitação e o nervosismo de alguns jogadores. Eduardo Ramos, Igor João e Leandro Silva foram os melhores do CR. O goleiro Mota e os meio-campistas Didira e Dauan são os destaques do CSA. Para vencer o bloqueio defensivo do CSA, o Remo precisará ajustar a transição, concentrando a organização em Eduardo Ramos e explorar mais Edgar pela direita e arriscar chutes de média distância.

    Curtir

  18. Nino Guerreiro sai, entra Jayme. Boa mudança, que pode dinamizar mais a movimentação ofensiva do Remo, pois Nino se perdeu frente à marcação da zaga do CSA.

    Curtido por 1 pessoa

  19. O Remo tem 2 jogadores improdutivos: Mikael e Labarthe. O técnico, no entanto, não vê isso e o time sofre as consequências.

    Curtir

  20. CSA começa a encaixar contragolpes perigosos, aproveitando as subidas do Remo. Boquita e Vanger sendo muito acionados neste início de segundo tempo.

    Curtir

  21. 10′ Labarthe erra mais um passe e arma contragolpe perigoso do CSA.. Josué não dá pinta de que pode substituir o volante

    Curtir

  22. 11′ Boquita recebe livre na área e bate colocado. Vinícius faz grande defesa, evitando o gol alagoano. Que perigo!!

    Curtir

  23. Na sequência, nova tentativa com Michel, mas Vinícius defende bem. Lance já havia sido invalidado por impedimento

    Curtir

  24. Remo se expõe muito com as subidas sem proteção no meio e com as falhas de Labarthe. Jogo fica perigoso porque o CSA ameaça pouco, mas quando chega leva sempre muito perigo

    Curtir

  25. 13′ Léo Rosa erra no cabeceio na entrada da área, Boquita recebe e chuta forte. Bola desvia e vai a escanteio

    Curtir

  26. 15′ Eduardo Ramos lança Jayme, que chuta forte e rasteiro marcando 1 a 0 pro Remo. Gol na hora certa, quando o CSA era mais presente no ataque, criando chances seguidas

    Curtido por 1 pessoa

  27. 19′ Em nova investida puxada por Eduardo Ramos, Edgar fica cara a cara com o goleiro Mota, mas desperdiça a oportunidade

    Curtir

  28. Remo tem que ter tranquilidade e botar a bola no chão para explorar a impaciência do CSA, que sai mais para buscar o empate.

    Curtir

  29. Josué vai botar Flamel, atendendo os apelos da torcida. Mas vai tirar Eduardo Ramos. Labarthe e Mikael seguem como intocáveis

    Curtir

  30. 40′ Escanteio quase resulta em gol do CSA. Dick cabeceia à direita de Vinícius, que ficou apenas olhando e torcendo

    Curtir

  31. 45′ Remo permite a chegada do CSA, que força pelos lados e com Boquita pelo meio. Vinícius evita duas vezes, mas não impede que o cabeceio de Dauan no canto direito.

    Curtir

  32. 48′ Fim de papo. Remo cede o empate. Castigo merecido para quem recuou demais depois de fazer o gol e perdeu completamente a disputa no meio de campo. Para piorar, Josué logo depois do gol de Jayme resolveu enfraquecer o ataque tirando Edgar e em seguida sacou Eduardo Ramos, deixando os improdutivos Mikael e Labarthe.

    Curtido por 1 pessoa

  33. Jogadores do Remo reclamam de suposta falta no lance do gol de Dauan. Lorota. Lance foi absolutamente normal. Choque na disputa aérea não foi faltoso. Estão tentando botar a culpa pela falha da zaga na arbitragem. Não cola.

    Curtido por 1 pessoa

  34. Ao tirar Edgar e Eduardo Ramos, o treinador azulino praticamente cedeu o empate à equipe alagoana, uma vez que os dois jogadores citados estavam ditando o ritmo do jogo azulino. Uma pena, erro amador do comandante azul marinho. Fim de jogo, quem está perdendo vai fazer pressão, eles se lançaram ao ataque e o Remo não teve experiência para afastar a bola. Continuo apoiando a troca de treinador, Leo Goiano no Remo.

    Curtir

  35. No fim das contas, resultado acabou sendo justo para o que os dois times fizeram. CSA não desistiu de tentar o gol e forçou as jogadas aéreas, apostando na falha da zaga, que acabou ocorrendo.

    Curtir

  36. Empate com gosto de derrota. E pode colocar na conta do Josué Teixeira. Esse técnico não tem condiçoes de continuar no Remo.

    Curtir

  37. Não vi o jogo do rival, mas li os comentários do Gerson.

    Vou fazer uns apontamentos…

    Amigos, ontem uma derrota e hoje um empate. O que isso significa isso para o futebol paraense? Significa que o fator casa é quase inexistente em futebol de hoje, pois o futebol é muito equilibrado.

    Dito isso, é preciso que tanto Remo como PSC saibam fazer a leitura adequada da competição que estão participando.

    É essa leitura que ajudará as equipes a terem uma boa participação.

    Curtir

  38. Rapadura é doce mas não é molhe. Leão tem que acreditar que o jogo só acaba no apito final. Teve tudo para garantir a vitória, mas esqueceu que o tempo passa.

    Curtir

  39. Quanto o Remo deixou de arrecadar ao não ter passado pra semifinal da copa verde e não ter jogado contra o Corinthians pela copa do Brasil? Quanto o Remo gastou com as contratações de Mikael, Nino Guerreiro, Caio Wilker, Rony, Danilinho, Damião, Labarte e João Paulo? Pq os jogadores que mostram futebol estão no banco ou nem são relacionados? Muitas explicações devem ser dadas. Nano batido joga mais que esse Nino, Flamel batido joga mais que essa penca de meias indicados pelo treinador, Ilailson e CHICÃO (sim o Chicão que pra essa diretoria do Remo não serve) com os dois olhos tapados jogam mais que esses volantes indicados pelo comandante azulino. Estamos presenciando um show de horrores nas decisões do departamento de futebol.

    Curtir

  40. Na entrevista pós-jogo, Josué revelou um certo destempero na defesa intransigente de Mikael (felizmente não elogiou Labarthe, peça nula em campo). Para ele, o camisa 7 fez uma ótima apresentação. Eu vi outro jogo. Mas os erros se consumaram com a substituição de Edgar, jogador que poderia ter criado problemas para a zaga do CSA e cujo marcador havia acabado de receber o amarelo. A saída de E. Ramos desconstruiu o meio e o Remo passou a rebater bolas, sem ganhar um rebote sequer. Pressionada, a zaga passou a errar e o empate aconteceu naturalmente. Resultado justo.

    Curtido por 1 pessoa

  41. É impressionante a má vontade com jogadores de fora. O Tsunami não jogou nada, virou bolas erradas, gerando contra ataques (aliás os passes dele são sempre para o lateral esquerdo, se passar disso ele faz besteira), Gabriel Lima a primeira bola que recebeu deu na canela dele e o Léo Rosa, sem comentários, mas os culpados de tudo, inclusive antes de iniciar o jogo, são o Mikael, o Labarthe, o João Paulo e agora o Gerson. Nunca esqueço uma vez que o pseudo-comentarista João Cunha fazendo um comentário sobre o lateral esquerdo Fabiano, falou que o jogador não valia o que o gato enterrava, num total desrespeito ao profissional.
    O Remo foi eliminado da copa verde pelo Santos do Amapá, jogando com um time formado na maioria por jogadores locais, que agora a imprensa paraense acha craques. Todo dia, quando escuto o noticiário esportivo que é realizado coletivo apronto, o time reserva do Remo nunca ganha. Então que diabos de time é esse, que todo mundo acha que os jogadores que não prestavam para o campeonato paraense, agora servem para levar o clube a série B. É no mínimo incoerência ou má vontade da imprensa com jogadores de fora.
    A história é repleta de exemplos de jogadores, que foram execrados pela imprensa local e depois fizeram sucesso jogando em outros clubes.
    Em toda profissão existem os bons e maus profissionais e a imprensa não é nenhuma exceção a regra.

    Curtir

  42. Edil, com todo respeito, se você acha que minhas opiniões são injustas em relação à dupla desta noite, recomendo que reavalie sua visão do que é futebol profissional e competitivo. Não sou exceção na análise da atuação do time. Apesar da ruindade óbvia de ambos, não os responsabilizei pela derrota. Se me ouviu na Rádio Clube deve ter notado que atribuí isso ao próprio técnico. Jogador não se escala na marra, vai pro jogo por decisão do treinador. Outra: nenhum deles obrigou o Remo a contratá-los. A questão é quanto à adequação do time a jogadores desse nível. Não tenho prevenção contra importados, minha oposição é apenas quanto a atletas sem qualidade. Para trazer jogador de fora que não resolva, melhor aproveitar os daqui, pelo menos mais em conta. Sua comparação em relação a Tsunami tem um certo fundamento quanto ao jogo de hoje. Foi mal, mas no último jogo foi o cara que marcou praticamente sozinho o ataque do Confiança e lançou Edgar para o gol da vitória. O mesmo Tsunami já havia feito isso na estreia, sendo o autor da bola alçada no ataque para Edgar sofrer o penal (convertido por Nino Guerreiro). Tenho uma boa imagem do técnico Josué Teixeira, porém questiono a incoerência de tirar os dois principais jogadores do time, enfraquecendo ataque e meia-cancha, e deixar os dois piores até o fim do jogo. Se você entende esse enigma, por favor fique à vontade para explicar. Imagino também que, a exemplo de Josué, considerou a atuação do Remo como maravilhosa. Por outro lado, não atire no mensageiro. Não sou dono da verdade, longe disso, nem jamais desrespeitaria um profissional de qualquer área. Josué, por experiência e prática, entende muito mais do assunto do que eu, mas procuro ver o jogo a partir de critérios comparativos lógicos. Mas, a expectativa de ver o time reserva vencer treino coletivo – como prova de qualidade dos atletas – é reveladora da sua singular capacidade de observação. Por inócua, não irei prosseguir na discussão. Boa sorte.

    Curtido por 1 pessoa

  43. O problema é a falta de critério para comentar. Ficar conferindo os passes errados do Labarthe e não conferir os cruzamentos errados do Léo Rosa, já mostra a diferença de avaliação entre jogadores locais e importados. No jogo contra o Confiança o Igor João deus uns dez chutões pra frente sem direção nenhuma, mas o Henrique foi o culpado de todas as falhas do sistema defensivo. Os adversários atacam o Remo pelos três setores: direito, meio e esquerdo e entram com facilidade, mas a culpa é sempre do jogador importado (ou João Paulo ou Labarthe como antes era ou do Marquinho e do Eliseu). Eu espero que agora com a contratação do “super craque” Ilailson, que não se firmou em time nenhum depois que saiu do Remo, todos os problemas defensivos sejam sanados e o clube demonstre o equilibrio necessário para fazer a transição entre a defesa e o ataque.
    A propósito, gostaria que me informasse o nome de algum jogador
    que faça sucesso em um grande clube brasileiro ou que tenha brilhado em alguma seleção brasileira mais recente.

    paraense

    Curtir

  44. Atenção, eu quero dizer aos amigos azulinos que não adianta ficarem de mi mi mi culpando a mídia, o comentarista etc pelo fracasso azulino ao entregar o ouro no último segundo de jogo. Na verdade o culpado do fracasso azulino foi a camisa listrada azul celeste que o micro remo tem pavor. acho melhor dirigentes e atletas do micro remo procurarem um psicólogo que os ajude a tentar acabar com esse medo de camisa listrada. até o listrado santos do amapá se deu bem neles
    rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

    Curtir

  45. Edil, continuas com raquitismo mental ao lançar a pergunta sobre jogadores locais na Seleção. É óbvio que não são lembrados porque nosso futebol está na segunda e na terceira divisões nacionais. Mas, comparados ao “estilista” Labarthe e a outras pencas trazidas (e prestigiadas) pelo Josué, nenhum jogador local, até dos times emergentes, faria feio. Aceito a discordância como saudável em qualquer conversa, mas insistir com avaliação tão desprovida de base lógica é perda de tempo. Informe-se melhor antes de brandir armas por pernas de pau que os clubes insistem em trazer e alguns técnicos teimam em escalar. Por fim, desconheço quem aplauda de pé a zaga do Remo ou o Ilaílson, mas – repito – são melhores aos de fora trazidos pelo Josué.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s