Papão treina em Santos, mas escalação não é anunciada

25 de abril de 2017 at 19:41 6 comentários

C-SgcM0XYAE79m4

C-SgaskXkAENoqR

O Paissandu ainda não tem escalação definida para o jogo desta quarta-feira, 26, contra o Santos, na Vila Belmiro. O técnico Marcelo Chamusca comandou um rápido treinamento nesta tarde no CT Rei Pelé, mas não anunciou o time. Depois do treino, a comissão técnica do Santos, com Dorival Junior à frente, foi cumprimentar Chamusca e seus auxiliares. Jogadores Elano e Renato também conversaram com os atletas bicolores.

A formação mais provável é: Emerson; Ayrton, Gilvan, Perema e Hayner; Wesley, Augusto Recife (Capanema), Rodrigo e Diogo Oliveira; Bergson (Alfredo) e Leandro Carvalho.

C-SdBZCW0AUXeto

O Santos leva ampla vantagem no retrospecto de jogos dentro da Vila Belmira: 8 partidas, 8 vitórias santistas, com 28 gols do Peixe e somente 4 do Papão. Na última vez que se enfrentaram na Vila, em 2005, deu Santos: 6 a 0. Em números gerais, foram 18 partidas entre Santos e PSC, com 14 triunfos do Peixe, 2 do Papão e 2 empates. O Santos marcou 48 gols e o PSC, 15. (Fotos: Jorge Luís/Ascom-PSC)

C-Sc_zaXsAQyw1h

Entry filed under: Uncategorized.

Em resposta a Moro, auditoria independente inocenta Lula A imagem do dia

6 Comentários Add your own

  • 1. direitoeducacaoecafe  |  25 de abril de 2017 às 21:50

    Mas a história registra uma vitória no Mangueirão com direito a gás de pimenta na fuça do Leiaum… Kkk
    José Eiro

    Curtir

  • 2. Mauricio Carneiro  |  25 de abril de 2017 às 22:51

    Eiró, sobre o então campeão brasileiro e vice da Libertadores, de Diego, Robinho, Renato, Paulo Cruz, Elano e cia, os famosos meninos da Vila. 2002 e 2003, inesquecível fase da história bicolor e do futebol paraense.

    Curtir

  • 3. celira  |  25 de abril de 2017 às 23:15

    Esta vitória que vocês relatam, com direito a gol do Vandick, foi um jogão. Grande momento do futebol paraense. Grande momento do bicolor da Amazônia.

    Curtir

  • 4. direitoeducacaoecafe  |  25 de abril de 2017 às 23:21

    De fato, tempo de ouro dentro de campo.
    Vamos ver amanhã…
    Se perder de pouco já será lucro.
    Uma boa noite, prezados.
    José Eiro

    Curtir

  • 5. Mauricio Carneiro  |  25 de abril de 2017 às 23:37

    Só corrigindo. Foi em 2002, logo o Santos seria campeão brasileiro naquele ano e, em 2003, vice da libertadores. Boa noite Eiró.

    Curtir

  • 6. Rodrigo Trindade  |  26 de abril de 2017 às 1:43

    Na minha opinião, essa partida veio em boa hora.

    O jogo de hoje é uma oportunidade de ouro para avliar nosso elenco que, ao meu ver, ainda não demonstra padrão tático e menos ainda aquele volume de jogo tão esperado, por nós, torcedores.

    Papão, até agora, não mostrou regularidade. É bem verdade que o nível técnico dos nossos atletas é baixo. No entanto, gostaria de ver aquele empenho em campo, que ví no segundo tempo, contra o São Francisco.

    Independente do resultado, espero que a Diretoria acorde cedo e reconheça nossas fraquesas.

    Não quero parecer muito “Alarmista”, mas tenho péssimas recordações da série B, de 2013.

    Apesar dos pesares, acredito em um bom resultado do Papão contra o Peixe.

    Pra cima deles, LOBO!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,141,840 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 19.757 outros seguidores

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

NO TWITTER

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: