Caldeirão de emoções

23 de abril de 2017 at 0:31 11 comentários

unnamed

POR GERSON NOGUEIRA

Quando tudo parece caminhar bem, eis que o Remo entra em convulsão interna e alguma confusão acontece. Não é de hoje que essas arengas acontecem, tanto que o torcedor até já se acostumou. A polêmica da hora envolve o meia Eduardo Ramos, vetado do jogo contra o Independente por lesão, e a comissão técnica.

Ramos, que desfalcou o time nas duas últimas partidas, informou pelas redes sociais que jogaria até com uma perna só. Sua declaração soa como licença poética, pois em Macapá ele teve que ser substituído justamente porque não conseguiu jogar tendo a perna lesionada.

De sua parte, a comissão técnica informa que o atleta segue com uma lesão não cicatrizada na parte posterior da coxa. Como o jogador disse que foi vetado por opção da comissão, o técnico Josué Teixeira viu-se obrigado a informar que mostraria os laudos confirmando o problema médico.

Afirmou que só utiliza jogadores que estejam “trabalhando no campo, não fora dele” e acrescentou que “quem joga com uma perna só é saci pererê”. Desnecessário dizer o quanto a pinimba tumultua o ambiente e afeta a imagem pública do clube.

Tudo vai mal quando o principal jogador e ídolo da torcida entra em conflito aberto com o técnico, sem que surja alguém para contornar a crise. Como aconteceu no caso Edgar, o Remo sente falta de profissionais que saibam administrar problemas, evitando desgastes para a instituição. Grandes clubes não podem se sujeitar a situações dessa natureza.

Ao mesmo tempo, o Remo precisa estar forte e unido para tentar evitar a terceira eliminação em menos de quatro meses. Depois de sair da Copa do Brasil (perdeu para o Brusque) e da Copa Verde (derrotado pelo Santos-AP), terá pela frente o Independente na tarde deste domingo.

Para continuar sonhando com o título estadual, o Remo terá que vencer por três gols de diferença. Desafio e tanto para um time que não vence há três jogos, pegando um adversário empolgado e bem ajustado.

Mais do que gastar o latim em bate-boca na internet, a comissão técnica precisa de tranquilidade para achar a melhor formação possível em meio a tantas baixas. No treino de sexta-feira, Jaquinha foi encarregado da organização no meio, com Jayme, Edgar e Gabriel no ataque.

São peças que podem dar ao Remo a agressividade necessária para tentar reeditar o pequeno milagre de 2014, quando reverteu um placar adverso em cima do próprio Independente. Naquele ano, porém, o Leão tinha um time mais forte e contava com reforço extra: o caldeirão do Baenão.

————————————————————————————————–

Galo Elétrico tem boa vantagem na decisão

O Independente reúne credenciais interessantes. Foi o único a derrotar a dupla Re-Pa neste campeonato e cumpre campanha regular, sob o comando de Léo Goiano, que se preocupou em montar uma equipe rápida nos contra-ataques e sólida na marcação. A defesa é segura, liderada por Ezequias. Chicão e Wegno são os homens que comandam o meio-campo, ajudados por Mocajuba na ala esquerda. Magno e Monga são os atacantes, ambos situados entre os principais artilheiros da competição.

Com a boa vantagem de 2 a 0 estabelecida na partida de ida, o Galo Elétrico vem ao Mangueirão para segurar a pressão remista, apostando em encaixar uma bola para liquidar a fatura. Caso faça um gol, obrigará o Remo a fazer quatro. O Independente irá jogar em cima do desespero e da pressa dos remistas.

———————————————————————————————–

Bola na Torre

Guilherme Guerreiro comanda a atração, a partir das 21h, na RBATV. Giuseppe Tommaso e este escriba de Baião compõem a bancada. Leandro Carvalho (PSC) é o convidado.

(Coluna publicada no Bola deste domingo, 23) 

Entry filed under: Uncategorized.

Rock na madrugada – Cage the Elephant, Aberdeen Remo x Independente – comentários on-line

11 Comentários Add your own

  • 1. Bira Correa  |  23 de abril de 2017 às 1:05

    Galo 2 x 0 leão.

    Curtir

  • 2. Edson do Leão - meu time nunca fugiu de campo  |  23 de abril de 2017 às 8:27

    Olha, mais um bicolete com medo kkkkkkkk ele não dorme kkkkkk isso é trauma do tabu 33 kkkkkkkkk eu choro

    Curtir

  • 3. Frederico Teron  |  23 de abril de 2017 às 8:29

    Jogo para cumprir tabela. Por que não marcar logo a final com o Papão?

    Curtir

  • 4. celira  |  23 de abril de 2017 às 11:06

    O primeiro tempo dirá o que será este jogo, se o Independente se segurar bem e agredir o Remo em contra-ataques, poderá chegar a classificação. Agora, se resolver apenas defender-se… Bem, aí o Rival terá sua chance.

    Como torcedor prefiro vencer do Remo na final. É sinônimo de dinheiro em caixa para início da campanha da série B… Série B das mais difíceis.

    Curtir

  • 5. Adriano azulino  |  23 de abril de 2017 às 11:45

    Eu como torcedor remista acho uma missão muito difícil….o galo vai vim bem armado e vai jogar por uma bola e matar o jogo ou seja vai jogar no erro do leão. Resta a o clube do remo pressionar o galo e não desperdiçar chances de gol..isso se o meio de campo fucionar

    Curtir

  • 6. lucilofilho  |  23 de abril de 2017 às 12:32

    Não temos um time confiável, sabemos disso, porém os grandes clubes possuem forças interiores e exteriores que surgem em momentos como esse. Vamos meu leão, é hoje o tudo ou nada.

    Curtir

  • 7. Gleydson  |  23 de abril de 2017 às 13:41

    Não é tanto a desvantagem no placar, é o time atual que é muito, mas muito fraco, não dá pra confiar nessa zaga, em volantes que não sabem sair jogando e em Jaquinha e Gabriel Lima criando e fazendo gols, e o Galo, que não é lá essas coisas, pelo menos não é pior que o Remo. Mesmo assim vou ficar ligado na Cultura, esperando um milagre.

    Curtir

  • 8. Antonio Oliveira  |  23 de abril de 2017 às 14:00

    Sob o meu ponto de vista, desde o final da temporada passada (pra dizer o menos) que não vai tudo bem no Remo nas quatro linhas. Ademais para grande parte, quiçá para a maioria, dos torcedores azulinos, o Eduardo Ramos trata-se de um jogador contestado, que está intimamente vinculado à apatia com a qual o Remo se comportou no final da temporada passada o que teria atrapalhado o acesso do Clube.

    A favor do jogador há a cada vez pior desestruturação administrativa do Remo e seus negativos reflexos financeiros. Mas, também é de reconhecer que sãi tanbém tais fatores que acabam por forçar o Clube a ter no seu elenco jogador desenganadamente polêmico, que desde a temporada passada vem apresentando benefício (produção em campo) muitíssimo inferior ao custo (polêmicas que cria).

    Bon, mas o fato é que se não conseguir passar adiante hoje, o torcedor azulino tem que ter calma para refletir que tal não será culpa do Josué. Tampouco do Eduardo Ramos. O primeiro porque trabalha com o que o Clube pode lhe disponibilizar. O segundo porque é o que é, o que pode ser. E não tem culpa do Clube contratá-lo.

    Que o Josué consiga encontrar a melhor formação. E que o os escolhidos consigam passar por cima de tudo (como vinham conseguindo fazer até bem pouco tempo atrás) e vencer, pelo placar necessário, o bom e bem ajustado Independente.

    Força Leão!

    Curtir

  • 9. Mauricio Carneiro  |  23 de abril de 2017 às 14:47

    Forças exteriores, amigo Lucilo? Algo a ver com Dewson no apito? Rss

    Curtir

  • 10. Antonio Valentim  |  25 de abril de 2017 às 10:56

    Creio que o amigo Lucilo se referiu à imensa torcida azulina, a maior do Estado.

    Curtir

  • 11. Antonio Oliveira  |  25 de abril de 2017 às 13:16

    Também creio nisso Valentim!

    Mas, independentemente de nossos credos, a verdade é que do ponto fe vista da arbitragem, apesar de ter sido um jogo pegado, ríspido e muito vibrante, com muitos cartões amarelos, não houve decisões polêmicas da arbitragem, seja do ponto de vista técnico, seja da ótica disciplinar.

    Tampouco houve reclamações por parte de jogadores, técnicos, dirigentes e torcedores. Aliás, mesmo aquela incorrigível mania de deixar o jogo correr cultivado pelo árbitro, mesmo nos casos nitidamente faltosos, não contribuiu, como normalmente acontece, para carregar o jogo e deixá-lo fora do controle da arbitragem.

    Enfim, foi um jogo sem polêmicos e controvertidos, onde os protagonistas foram só os contendentes.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,131,635 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 19.737 outros seguidores

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: