Archive for 3 de abril de 2017

Rock na madrugada – Patti Smith, People Have The Power

3 de abril de 2017 at 23:34 Deixe um comentário

Faltou bola e humildade

POR GERSON NOGUEIRA

O favoritismo azulino virou pó na terra do marco zero. O Santos-AP superou o Remo por 3 a 0 e garantiu classificação à semifinal da Copa Verde. O jogo, disputado nesta segunda-feira à noite, no estádio Zerão, em Macapá, foi amplamente dominado pela equipe da casa, que se postou bem no meio-campo e envolveu o Remo desde os primeiros minutos.

Foi um resultado histórico para o futebol amapaense, que nunca havia eliminado um representante do Pará em competição inter-regional. Foi um desfecho trágico para o Remo e sua apaixonada torcida. Equipe estava invicta há 12 partidas e entrou em campo com a vantagem do empate para se classificar.

No primeiro tempo, com o Remo marcando muito mal, Fabinho abriu o placar aos 14 minutos, após receber um lançamento de Balão Marabá. O setor de marcação paraense não funcionava. Tsunami levou cartão amarelo e Josué o substituiu por Fininho. Nos contragolpes, o Santos ameaçava sempre o setor defensivo azulino.

Do lado remista, além da desorganização, o time ainda foi sofrível nas finalizações, desperdiçando todas as chances que surgiram. Gabriel Lima perdeu três oportunidades no primeiro tempo e mais quatro na etapa final – incluindo dois cabeceios na trave do goleiro Axel.

Para tentar mudar a situação e imprimir ritmo mais forte, logo depois do intervalo, Josué Teixeira substituiu Eduardo Ramos (lesionado) por Val Barreto, mas o Remo continuou errático nas tentativas de buscar o empate. Não acertava uma saída para o ataque e até os alas Léo Rosa e Jackinha nada produziram.

Os problemas se concentravam principalmente no meio-de-campo, onde os volantes apenas cercavam os jogadores do Santos, mas sem oferecer resistência. O Remo não teve em Macapá nem mesmo o brio e a disposição que o time sempre exibiu na temporada.

A zaga do Santos, formada por Dedé e Jefferson, esteve sempre firme e a meia-cancha trabalhava até com tranquilidade, sempre procurando encaixar contragolpes, com Fabinho, Denílson, Batata e Rafinha. Aos 25 minutos, por reclamar ao receber um cartão amarelo, o zagueiro Igor João foi expulso e a situação ficou ainda mais crítica.

Denilson, aproveitando cruzamento de Fabinho, ampliou aos 30 minutos. Depois, quando o Remo ainda tentava o gol que levaria a disputa para as penalidades, veio a pá de cal: em cobrança de falta, aos 40 minutos, Batata fechou a contagem.

Resultado justo diante do que produziram as duas equipes. Enquanto o Remo conseguiu atuar de forma ainda mais apática do que na partida realizada na semana passada, no Mangueirão, o Santos encarou a partida com extrema seriedade e aplicação tática.

Balão Marabá – um jogador que já passou pelas equipes emergentes do futebol paraense – era o organizador e Fabinho o homem das escapadas pelos lados. Em nenhum momento, o jogo simples e esforçado dos amapaenses sofreu qualquer ameaça do Remo. Antecipei na coluna de ontem que o jogo seria muito complicado e que Flamel faria muita falta a um time que tem limitações sérias do meio para frente. Dito e feito.

————————————————————————————————

Peixe faz Leão amargar novo insucesso regional

O resultado humilhante de ontem veio se juntar a uma lista de insucessos azulinos contra adversários regionais, como Rio Branco, Palmas e Vila Aurora. Mais que isso: significou um prejuízo de quase R$ 1 milhão – provável faturamento das semifinais contra o Papão. Foi o segundo baque sob o comando de Josué Teixeira – o primeiro representou a eliminação para o modesto Brusque na Copa do Brasil.

Depois da partida, Josué citou as dificuldades enfrentadas – perdas de Flamel e Jayme, contusão de Eduardo Ramos e expulsão de Igor João. Tem certa razão nisso, mas o time não conseguiu jogar e se mostrou presa fácil para a movimentação até simplória do Santos porque as individualidades não deram as caras. Castigo merecido.

(Coluna publicada no Bola desta terça-feira, 04)

3 de abril de 2017 at 23:27 19 comentários

As imagens da classificação do Santos-AP sobre o Remo

3 de abril de 2017 at 23:14 6 comentários

Santos-AP x Remo – comentários on-line

Copa Verde 2017 – Quartas de final

Santos-AP x Remo – estádio Zerão, Macapá, às 20h15

unnamed

Na Rádio Clube, Valmir Rodrigues narra, Carlos Castilho comenta. Reportagens – Paulo Caxiado, Paulo Sérgio Pinto. 

3 de abril de 2017 at 21:06 67 comentários

Gigantes da MPB – Paulinho da Viola

3 de abril de 2017 at 11:57 Deixe um comentário

Leão recebido com festa em Macapá pelo Fenômeno Azul

Os jogadores e a comissão técnica do Remo foram recebidos festivamente no aeroporto de Macapá, neste domingo, quando desembarcaram na cidade. Com gritos de incentivo e cantando o hino azulino, a torcida foi levar seu apoio, prometendo comparecer ao estádio Zerão nesta noite para ajudar a empurrar o time rumo à vitória diante do Santos-AP pela Copa Verde.

Para se classificar à semifinal, o Remo precisa de um empate (por qualquer placar), pois ganhou o jogo de ida por 2 a 1, na quinta-feira (30) em Belém. Após um rápido treino no campo da Associação dos Promotores do Amapá (foto), o técnico Josué Teixeira praticamente definiu a equipe para esta noite.

A única dúvida é no ataque, com Gabriel e Val Barreto disputando posição. A provável escalação é a seguinte: André Luís; Léo Rosa, Henrique, Igor João e Jackinha; Renan, Tsunami, Marquinhos e Eduardo Ramos; Gabriel Lima (Val Barreto) e Edgar. O jogo começa às 20h15.

3 de abril de 2017 at 11:52 4 comentários

Enquanto isso…

C8NF2nTWsAAKG6P

3 de abril de 2017 at 11:46 1 comentário

Posts antigos


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,279,669 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.713 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

Jorge Paz Amorim em Mais que mil palavras
Antonio Oliveira em Mais que mil palavras
Jorge Paz Amorim em Mais que mil palavras
Nelson Albuquerque em Rock na madrugada – John…
Antonio Valentim em O adeus do Rei da Comédia

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: