Remo x Santos: troca de ingressos por garrafas PET atrai muitos torcedores

A CBF disponibilizou 3 mil ingressos ao torcedor que quiser ir ver o jogo entre Clube do Remo e Santos, do Amapá, nesta quinta-feira (30), no estádio Jornalista Edgar Proença, pela segunda fase da Copa Verde. Os bilhetes são fornecidos em troca de garrafas PET. A entrega está ocorrendo desde terça-feira no Centro Esportivo da Juventude (Ceju), ao lado do Mangueirão. O ministro dos Esportes, Leonardo Picciane, vem a Belém para assistir a partida e prestigiar a campanha de sustentabilidade ambiental agregada à imagem da Copa Verde. Remo x Santos jogarão a partir das 19h.

O consultor ambiental da CBF, Carlos Painel, divulgou outras novidades da competição, como concurso de vídeo, redação e ingressos em papel-semente que serão confeccionados nas fases semifinal e final da Copa. “Dentro da composição do bilhete, haverá sementes de dez tipos de plantas brasileiras. Basta colocar o ingresso na terra, em condições normais de plantio, para gerar um novo símbolo verde de sustentabilidade”, diz o consultor.

A Copa Verde está em sua quarta edição, com a presença de clubes das regiões Norte e Centro-Oeste. Participam 18 times que se classificaram nos campeonatos estaduais e pela posição no ranking da CBF. O vencedor ingressará diretamente nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2018.

No ano passado, mais de 13 mil ingressos foram trocados e quase duas toneladas de garrafas PET foram encaminhadas para quatro diferentes cooperativas do Movimento Nacional de Catadores de Resíduos. A troca é feita por um maquinário especial que permite aos torcedores retirar os ingressos mediante a inserção de latas de alumínio e garrafas PET no equipamento. A cada três garrafas depositadas na máquina de troca, o torcedor ganha um ingresso.

A diretora do estádio Jornalista Edgar Proença,  Cláudia Moura, informou que a Seel vai disponibilizar uma bilheteria especial para acesso do público que fez a troca dos ingressos. O mesmo deverá ocorrer na partida entre Paissandu x Águia, na próxima semana, valendo pela Copa Verde. A organização dos jogos promete fazer o recolhimento do lixo no estádio e arredores, através do sistema de coleta seletiva.

Brasil de Tite resgata confiança no jogo bonito e eficiente

20170328231331_58db184be4bf1

POR GERSON NOGUEIRA

Oito partidas e oito vitórias depois, quando se vê o time de Tite jogar não dá para entender como o Brasil perdeu tanto tempo nas mãos de Dunga. A diferença entre um técnico de verdade e um simples curioso se estabelece didaticamente nestas Eliminatórias Sul-Americanas. De um grupo mal treinado e pouco afeito a jogadas de habilidade, a Seleção Brasileira evoluiu para um time que explora articulações rápidas e inteligentes, emolduradas por dribles e lançamentos que há muito tempo não se via no escrete canarinho. Mais que isso: como o conjunto está afiado, as individualidades brilham com intensidade.

No jogo desta terça à noite contra o Paraguai, o primeiro tempo foi pouco produtivo, esbarrando na forte (e violenta) marcação adversária. De repente, aos 35 minutos, surgiu uma centelha de talento para facilitar o caminho até o gol. Coutinho, depois de passe primoroso de Paulinho, mandou rasteiro no canto direito da trave paraguaia.

Depois do intervalo, o Brasil veio com mais agressividade e Neymar se posicionou em cima dos zagueiros do lado direito do Paraguai. Criou uma jogada sensacional que levou a um pênalti inventado e depois desperdiçado. Minutos depois, confirmando a máxima de que craques não se abatem com penalidades perdidas, fez grande jogada na área e bateu para marcar o segundo gol. O terceiro seria tão bonito quanto: Marcelo trocou passes com Coutinho e mandou por cobertura, fechando a contagem.

Outras chances ainda surgiram. Neymar perdeu um gol incrível, mas receou o choque com a trave e a bola acabou indo pela linha de fundo. Firmino, Paulinho e Fágner desperdiçaram. Neymar, Paulinho e Coutinho foram os melhores solistas da orquestra, que proporcionou um espetáculo impecável, como tem sido sua marca nesta era Tite. E pensar que o time ainda vai ganhar o reforço de Gabriel Jesus nas próximas partidas, a partir de agosto.

O passaporte para a Rússia 2018 já está carimbado, com larga antecedência e com direito a um recorde histórico. Tite conseguiu oito vitórias consecutivas nas Eliminatórias, superando técnicos lendários, como João Saldanha e Telê Santana. E pode ampliar ainda mais a marca até o fim da fase classificatória.