Archive for 13 de março de 2017

Águia aplica a maior goleada do Parazão

13 de março de 2017 at 20:32 1 comentário

Pantera goleia o Japiim e segue invicto

13 de março de 2017 at 20:30 Deixe um comentário

Campeonato Paraense – Classificação

unnamed

13 de março de 2017 at 12:27 1 comentário

Galeria do rock

C6fsd8wWAAIneTr

U2 em pleno mergulho na cultura musical americana. Acima, a foto promocional do álbum The Joshua Three, clássico lançado em 9 de março de 1987 pela Island Records e produzido por Daniel Lanois e Brian Eno. Vendeu milhões de cópias no mundo inteiro e consagrou a de vez a banda irlandesa, a partir de um punhado de grandes canções, como “Where the Streets Have no Name”, “I Still Haven’t Found What I’m Looking For” e “With or Whithout You”, a matadora sequência inicial do disco.

joshua-tree

13 de março de 2017 at 12:16 Deixe um comentário

Direto do Twitter

C6vJAxiWYAU3XmW

13 de março de 2017 at 12:06 9 comentários

Capa do Bola – segunda-feira, 13

unnamed

13 de março de 2017 at 6:55 Deixe um comentário

Retorno em grande estilo

POR GERSON NOGUEIRA

O Remo teve muito mais dificuldades do que o placar do jogo faz crer. A vitória por 2 a 0 sobre o Pinheirense, que praticamente garante vaga nas semifinais, não retrata o equilíbrio reinante na maior do tempo. Depois de fazer 1 a 0 no primeiro tempo, o Remo voltou com Eduardo Ramos para os 45 minutos finais e aí ampliou o escore e se tranquilizou em campo.

Pode-se dizer que o Remo do segundo tempo foi merecedor do triunfo, mas no início da partida quem produziu mais foi o Pinheirense. A estratégia foi fechar as laterais e acertar a marcação no meio.

Os primeiros 15 minutos mostraram um Pinheirense agressivo e vibrante, pecando apenas nas finalizações. Acuados, os volantes do Remo eram forçados a esticar bolas para o ataque, o que facilitava a recomposição da defesa adversária. Nos contragolpes, Lucão, Biolay e Feijão criavam seguidas chances diante de André Luís.

O Remo ameaçava pouco. Edgar tentou uma boa jogada e Henrique errou um cabeceio. O gol caiu do céu num lance acidental. O zagueiro Wallace escorregou e prendeu a bola com o braço. Marquinhos converteu o pênalti e a partida cresceu em movimentação.

Com o Eduardo Ramos (que substituiu a Gabriel), o time se transfigurou. Valorizou a troca de passes e ficou mais ofensivo, com Flamel adiantado. As chances foram se repetindo, com Edgar, Jaquinha, Nano e Flamel.

O segundo gol nasceu de um cruzamento perfeito de Léo Rosa para o cabeceio de Ramos no canto direito do gol de Adriano. O Pinheirense se viu obrigado a sair e as coisas se inverteram. O contra-ataque mudou de lado, iniciado sempre por Ramos.

A parte final do confronto foi toda azulina, com destacada participação de Ramos, em retorno triunfal, que conseguiu até fazer esquecer a agonia do começo do jogo.

——————————————————

Papão passa aperto, mas vence e dispara

O Papão também teve um primeiro tempo travado e só chegou ao gol na etapa final, depois que Diogo Oliveira entrou e ajustou as coisas no meio. O resultado deixa o time praticamente classificado às semifinais. Apesar disso, os aperreios sofridos diante do Independente voltaram a inquietar a torcida, que vaiou o time e cobrou mais qualidade.

Com a repetição do sistema de três volantes no meio, o Papão não conseguia articular nenhuma jogada criativa. Leandro Carvalho era a exceção, buscando avançar pela direita. Ainda assim, foram poucos os lances de área nos primeiros 45 minutos.

Para a etapa final, Chamusca colocou Diogo Oliveira para se aproximar dos atacantes e lançar os laterais. Deu certo. Logo aos 8 minutos, em jogada de linha de fundo, a bola chegou para o próprio Oliveira finalizar e marcar.

Mesmo em vantagem, o Papão não conseguia se tranquilizar. Nos 10 minutos finais, o Galo avançou os homens de meio e botou pressão, com duas boas chegadas. A primeira em cabeceio de Dudu. Depois, com Magno, que entrou livre na área e bateu à esquerda do gol. Apesar de cansado, com um a menos (Egno foi expulso), o Independente conseguiu ameaçar e deixar o torcedor alviceleste com a pulga atrás da orelha.

——————————————————

Blog campeão festeja nova proeza

O escriba de Baião rende homenagens aos amigos, colaboradores e baluartes pela mais nova façanha do blog campeão: alcançou, no sábado à noite, a marca de 7 milhões de acessos, com mais de 400 mil comentários e atualização diária ao longo dos sete anos de funcionamento.

Valeu, pessoal. Que venham novos recordes!

(Coluna publicada no Bola desta segunda-feira, 13)

13 de março de 2017 at 6:53 10 comentários

Posts antigos


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,083,484 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 19.680 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

Raime em Decisão em aberto
Rodrigo Trindade em Felipe Melo agride uruguaios e…
blogdogersonnogueira em Decisão em aberto
blogdogersonnogueira em Felipe Melo agride uruguaios e…
Acácio F B Elleres -… em Decisão em aberto

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: