Multidão dá adeus a Fidel em Havana

img-20161128-wa0006

Depois do silêncio que dominou as ruas de Havana desde o anúncio da morte de Fidel Castro, milhares de moradores da capital cubana acordaram cedo nesta segunda-feira (28/11) e foram em massa para o Memorial José Martí prestar sua homenagem à memória do líder revolucionário.

Desde as primeiras horas do dia, o afluxo de gente é crescente e constante. A variedade é grande: idosos, jovens e crianças, com as mais diversas formações e atividades profissionais. As pessoas estão tranquilas, falam abertamente do momento histórico e fazem questão de reforçar: Fidel se foi, mas o caminho deve seguir o mesmo.

“Não se pode prever o futuro, mas Fidel já não estava à frente do governo. Não vai acontecer nada de diferente”, diz Michel Carles, 46, médico ortopedista, que faz questão de dizer que a liberação do trabalho para poder prestar a homenagem não foi impositiva. “Ninguém está aqui hoje por obrigação, se não por vontade própria”, conta.

img-20161128-wa0003

A papiloscopista militar aposentada Yolanda Carrera, 86, que conheceu Fidel em uma oportunidade e esteve por duas vezes em missões em Moçambique nos anos 1980, corrobora a avaliação. “Agora é Raul que comanda o país. Depois, o povo vai eleger quem vai ser o presidente, mas tem muitas pessoas com capacidade para isso, que se prepararam para isso”, afirma.

Segundo os que esperam na fila que se formou na Av. Paseo e se estendia por volta das 11h (14h de Brasília) até o cruzamento com a Zapata, as primeiras pessoas chegaram às 7h ao local – há ainda outros dois pontos de acesso. A abertura para o adeus a Fidel se deu pontualmente às 9h, como previsto, depois da salva de 21 tiros, uma marca das honras militares.

Há forte esquema de segurança, mas nenhum registro de tumulto ou problemas até o momento. A reportagem não conseguiu confirmar o número de funcionários que dão suporte médico aos que, com o sol intenso, sentem algum mal-estar. Muitos trouxeram guarda-sol e podem contar com distribuição de água depois que cruzam a grade inicial que fecha a avenida. Além dos caramelos, dados especialmente aos mais novos.

“Para o bem e para o mal, Cuba é um país distinto. Não passamos fome, apesar das dificuldades. Isso por causa do que Fidel fez pelo país”, diz Rosa Viene, 60, que trabalha na aviação civil e veio acompanhada de duas colegas de trabalho. “O povo cubano está nas ruas para dizer que cabe a cada um de nós seguir este caminho”, conclui.

As homenagens a Fidel Castro fazem parte das atividades dos nove dias de luto nacional. As cubanas e os cubanos de Havana terão até as 22h desta segunda-feira (28/11) e amanhã das 9h às 12h para darem seu último adeus ao comandante. A partir da quarta-feira (30/11), uma caravana fúnebre com as cinzas de Fidel parte da capital até a Província de Santiago, no extremo leste da ilha, onde Fidel nasceu. O trajeto relembra a Caravana da Liberdade, de 1959, que marcou a ascensão ao poder do movimento revolucionário. O ato final acontece no próximo domingo (4/12). (Do Opera Mundi)

cyll00gxeaqzz2w

Moro veta 21 perguntas embaraçosas de Cunha para Temer

proxy

O juiz Sérgio Moro indeferiu 21 das 41 perguntas que a defesa do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB) apresentou para que sejam respondidas pelo presidente Michel Temer, convocado como sua testemunha de defesa no processo da Lava-Jato. Moro afirma que o teor das perguntas é inapropriado e que, além disso, a 13ª Vara Federal de Curitiba “não tem competência para a realização, direta ou indiretamente, de investigações em relação ao Exmo. Sr. Presidente da República”.

A defesa de Cunha perguntou a Temer, por exemplo, se ele recebeu alguma vez em sua casa Jorge Zelada, que foi diretor da área internacional da Petrobras: “Vossa Excelência recebeu Jorge Zelada (ex-diretor da área internacional da Petrobras) alguma vez na sua residência em São Paulo, situada à Rua Bennett, 377?”. E continuou: “Quantas vezes Vossa Excelência esteve com Jorge Zelada?”; “Caso tenha recebido, quais foram os assuntos tratados?”; “Vossa Excelência encaminhou alguém para ser recebido por Jorge Zelada na Petrobras?”. Todas essas perguntas foram vetadas pelo juiz.

Zelada é um dos diretores da Petrobras envolvidos em denúncias de corrupção e repasse de dinheiro a partidos políticos. Ele foi condenado a 12 anos e dois meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Preso na 15ª fase da Operação Lava-Jato, Zelada foi acusado de receber propina envolvendo o contrato de navios sondas da Petrobras. O ex-diretor mantinha 12 milhões de euros em uma conta secreta no exterior.

A defesa de Cunha fez outras perguntas constrangedoras – e também vetadas por Moro – ao presidente Temer. “Vossa Excelência conhece João Augusto Henriques?”; “Caso conheça, quantas vezes esteve com ele e quais assuntos trataram?”. Henriques é apontado pelo Ministério Público Federal como um operador de propina do PMDB. As duas foram igualmente vetadas.

Também foi perguntado a Temer – e vetado – se “Houve alguma reunião com fornecedores da área internacional da Petrobras com vistas à doação de campanha para as eleições de 2010, no seu escritório político na Avenida Antonio Batuira, em São Paulo, juntamente com João Augusto Henriques”.

Os advogados de Cunha perguntaram ainda se José Yunes recebeu alguma contribuição de campanha para Temer ou para o PMDB e se, caso tenha recebido, foi de “forma oficial ou não declarada”. Yunes é assessor especial de Temer e é seu amigo pessoal há pelo menos 40 anos. (De O Globo)

Hum hum…

Eurico demite Jorginho e anuncia reformulação no Vasco

31117777145_20938845e5_o

A saída de Jorginho do Vasco é o início de uma reformulação no departamento de futebol do clube. Na tarde desta segunda-feira, o presidente Eurico Miranda confirmou que o treinador deixa o clube de forma consensual, mostrou certo contragosto com a decisão e fez questão de elogiar o ex-empregado.

eurico– A primeira comunicação é que vou fazer uma reformulação no departamento de futebol, que começa com a saída do treinador. Chegamos a uma conclusão consensual. Quero deixar registrado que tive o reconhecimento ao trabalho desenvolvido. Normalmente, temos memória curta, mas teve um período no Vasco onde tivemos uma conquista da maior importância. Tentam minimizar, mas o Vasco foi campeão estadual invicto, passou 30 e tantos jogos invicto na direção dele como treinador. Essa reformulação que vamos fazer no Vasco é em função de que o que vale é o resultado final – disse Eurico.

O presidente cruz-maltino esteve acompanhado de Jorginho e Zinho na sala de coletiva. A dupla, aliás, vai continuar trabalhando como comissão técnica em futuros projetos. O treinador fez uma retrospectiva de sua passagem pelo Vasco e disse sair com a missão cumprida.

– Cheguei com o Vasco em último, situação difícil. Nosso projeto era trazer honra ao Vasco. Por pouco não permanecemos na primeira divisão. O trabalho foi muito bem feito. Ficamos todas as 38 rodadas na zona de classificação para a Série A. Saio com a missão cumprida. Não da forma que gostaria, mas com o Vasco na primeira divisão – afirmou Jorginho. (Com informações do globoesporte.com)

Brasil lidera ranking de jogadores em clubes da Europa

000_e22vu

O Centro Internacional de Estudos dos Esportes (CIES) divulgou nesta segunda-feira os números dos países com mais representantes na Europa. O Brasil lidera o ranking com folga: são 469 jogadores atuando em todas as 31 ligas do continente até outubro.

Só o Benfica tem seis: Julio César, Ederson, Luisão, Jardel, Danilo Barbosa e Jonas (foto acima). No Ludogorets, que também disputa a Liga dos Campeões, são oito, assim como no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia – que iria a nove com o naturalizado croata Eduardo da Silva.

Entre apenas as cinco principais ligas (Alemanha, Espanha, França, Inglaterra e Itália), o país está em segundo, colocado na França (116 a 114). A Espanha completa o pódio, com 66 atletas – e 201 no total. Fora da Europa, a Argentina é a quinta, com 97 nas cinco ligas e 168 no geral, e a Nigéria é a 10ª, com 109 e 118, respectivamente.

Em agosto, a CBF divulgou um relatório da Diretoria de Registro de Transferência, com dados das saídas de jogadores brasileiros para o exterior. Foram 770 até o mês de julho.

tabela_cies_nacionalidades_ligas_europa

Um refém na Presidência

cyxifiqxaaa8wvh

Fustigado pelas denúncias de envolvimento na pressão ao ex-ministro Calero, a fim de ajudar o também ministro Geddel Vieira Lima, Michel Temer vive a esquisita realidade de depender exclusivamente de Renan Calheiros (Senado) e Rodrigo Maia (Câmara), apequenando-se ainda mais para continuar na Presidência. Para o golpista que assumiu o poder prometendo estabilidade e enfrentamento à corrupção, o governo interino vai muito mal das pernas. E há muito mais ainda a ser escavado e descoberto.

Atenção para as cenas dos próximos capítulos…

Um paraense na festa do grande campeão

unnamed-11

O paraense Júnior Moraes, torcedor apaixonado do Palmeiras e ex-atleta de futebol, viajou a São Paulo exclusivamente para acompanhar o jogo contra a Chapecoense e participar da grande festa pela conquista do título brasileiro, na Arena Palmeiras. Antes da partida, Junior fez questão de posar para o blog à entrada do Allianz Parque, exibindo a bandeira do Pará estilizada com o escudo palmeirense. Depois, ao lado da esposa, Júnior fez selfie dentro do estádio em meio à galera alviverde.

unnamed