Empate na conta certa

POR GERSON NOGUEIRA

Menos pelas mexidas que Dado Cavalcanti começou a fazer no time e mais pela falta de criatividade do Londrina, o Papão conseguiu um bom resultado ontem à noite, no estádio do Café. O empate em 0 a 0, obtido na casa de adversário que briga diretamente pelo acesso, na reta final da competição, deve ser contabilizado como bastante positivo.

É verdade que o Papão levou alguns sustos, mas no geral se comportou a contento e mereceu a igualdade no placar. Sem ter um ataque mais agudo no primeiro tempo, utilizando apenas Rivaldinho na frente, Dado apostou no contra-ataque sem que os seus homens de meio (Raí, Jonathan e Celsinho) tivessem as características exigidas para esse tipo de jogo.

Nos primeiros minutos, o Papão ensaiou uma meia pressão e Raí acertou um tiro forte de longa distância, que quase surpreendeu o goleiro Marcelo Rangel. A ousadia parou por aí, pois o Londrina passou a concentrar o jogo em tentativas para o centroavante Itamar (35 anos, 103 quilos) e em jogadas trabalhadas por Zé Rafael na meia-cancha.

Para não deixar os zagueiros Pablo e Lombardi muito expostos ao ataque paranaense, Recife e Rodrigo se limitavam a formar um bloqueio em frente à área, às vezes auxiliados por Jonathan e Raí. Notória a falta que um meia-armador de qualidade, como Tiago Luiz (poupado), faz à equipe. Sem seus passes e lançamentos, o Papão fica absolutamente previsível e limita-se a tentar cruzar bolas na área.

unnamedPor sorte, o Londrina não mostrou, pelo menos ontem, virtudes que justifiquem a quinta posição na Série B. Foi um time sem vibração e limitado quanto ao repertório de jogadas ofensivas. O paraense Paulinho exagerou na lentidão pelo lado esquerdo, enquanto o volante Germano – artilheiro do time – posicionava-se muito atrás, longe dos atacantes.

No segundo tempo, um lance rápido gerou gol anulado erradamente pela arbitragem. Anderson cruzou para a área e Itamar saltou livre para cabecear. Emerson ainda tentou espalmar, mas a bola morreu no fundo das redes. O assistente apontou impedimento, mas o atacante estava na mesma linha do último homem da defesa do Papão, Lombardi.

Jonathan passou a atuar como um atacante pelo lado esquerdo, levando alguma vantagem sobre a marcação, mas as jogadas não tinham continuidade quando chegavam a Rivaldinho. Dado demorou a substituir, perdendo a chance de testar Cleiton (que substituiu Raí) mais cedo.

De toda sorte, apesar do esforço, o Londrina não se fazia merecedor da vantagem. Mesmo insistindo com as tentativas aéreas, o time da casa não conseguia levar maior perigo. Depois do gol anulado, somente outro lance levantaria a torcida, quase ao final: Safira cruzou e Jô, com o gol escancarado, finalizou no travessão. A bola bateu na linha e voltou.

Desanimado, o Londrina arrefeceu e cedeu espaços ao ataque do Papão, que já contava com Leandro Cearense e Bruno Veiga. O problema é que o cansaço já dominava as equipes e a partida entrou em ritmo mais lento. Cearense ainda teve boa oportunidade, depois que Veiga dividiu bola com a zaga. Chutou à meia altura, no canto, mas o goleiro defendeu. O resultado final só foi bom para o Papão.

—————————————————

No Remo, circo armado e eleição ameaçada

Às vésperas de eleição decisiva para os destinos do Remo, uma ruidosa batalha interna sufoca o debate de ideias próprio de uma campanha eleitoral. De um lado, o presidente do clube vive sob o ataque inclemente da chapa de oposição, cujo candidato é também o presidente do Conselho Deliberativo, com poder e influência para criar vários focos de incêndio – e atrapalhar ainda mais a gestão atual.

Nas redes sociais, o clima é de guerrilha. Reputações são enlameadas, figuras da velha guarda são achincalhadas e qualquer ato de um dos lados é rechaçado de imediato pelo oponente. Ontem, depois que a diretoria anunciou o cadastramento do Profut, a oposição rebateu de pronto alegando que nem tudo é divino e maravilhoso. Lembrou que muito há de ser feito para que a adesão ao Profut possa vir a ser digna de festejos.

Em entrevista a uma emissora de rádio, o candidato Manoel Ribeiro falou que a eleição direta foi a pior coisa que podia ter ocorrido ao Remo, renegando o próprio estatuto do clube. Garantiu que o torcedor não quer saber se a administração é boa ou ruim. Completou o exercício de sincericídio dizendo que há um milionário por trás de sua campanha.

Sem detalhar propostas de gestão, o candidato repetiu apenas o mantra de que o Remo precisa voltar a vencer e a alegrar sua torcida – sem explicar exatamente como pretende alcançar essas metas.

Coincidência ou não, horas após MR haver detonado o instituto da eleição direta surgiu a informação de que o pleito poderá ser adiado. O presidente da assembleia geral, que não pode decidir monocraticamente sobre o assunto, estaria propenso a suspender a eleição de 12 de novembro, alegando incorreções na lista de votantes.

De repente, por vias transversas, a eleição esconjurada pelo “Marechal da Vitória” pode não acontecer. Enfim, nada a estranhar dentro do circo de horrores em que se transformou a campanha eleitoral azulina.

(Coluna publicada no Bola desta quarta-feira, 02)

Londrina x PSC – Comentários on-line

Campeonato Brasileiro da Série B 2016

Londrina x Paissandu – estádio do Café, em Londrina (PR), às 18h15

unnamed

Na Rádio Clube, Valmir Rodrigues narra; Rui Guimarães comenta (com participação de Danilo Pires). Reportagens – Valdo Souza e Dinho Menezes. Banco de Informações – Fábio Scerni

unnamed

Flamengo aumenta a receita, mas gastos exagerados diminuem lucros

proxy

Não importa a crise que o país vive. O Flamengo continua a ter forte crescimento nas suas receitas, como mostra o balanço divulgado pelo clube com as contas dos nove primeiros meses de 2016. Só que o esforço para montar o time que briga pelo título do Brasileiro tem um preço.

Somando os três primeiros trimestres do ano, o clube carioca teve receita operacional bruta, antes do pagamento de impostos, de R$ 306 milhões, um crescimento de 15% em relação ao mesmo período de 2015, quando as receitas ficaram em R$ 265,6 milhões. O item que garantiu esse aumento nas receitas foi novamente o de direitos de transmissão, que passaram de R$ 102,3 milhões para R$ 155,1 milhões.

Para cumprir seu principal objetivo no ano, que era conquistar uma vaga na Libertadores, o Flamengo montou um elenco com estrelas, com as contratações de Diego, Leandro Damião e Mancuello. E isso fez a folha de pagamento do clube aumentar muito mais do que as receitas. De acordo com os números divulgados em seu site oficial, o Flamengo teve de janeiro a setembro despesas com pessoal no futebol de R$ 73,5 milhões, ou quase 36% a mais do que gastou em igual período do ano passado.

Gastando mais, o Flamengo viu seu lucro diminuir. Nos três primeiros trimestres de 2015, o clube teve lucro de R$ 142 milhões. Agora, esse valor ficou em R$ 57,3 milhões. A diferença é tão grande por que no ano passado o clube teve um impacto positivo por causa dos efeitos do Profut. Mas agora o lucro operacional também caiu, de R$ 88,4 milhões para R$ 81,2 milhões.

A falta do Maracanã e resultados ruins também contribuíram para o lucro flamenguista diminuir. Até setembro, o clube arrecadou R$ 16,3 milhões com bilheteria no Brasileiro, sem nenhum jogo na sua tradicional casa. Em igual período de 2015 foram R$ 21 milhões. Na Copa do Brasil, quando foi eliminado precocemente, o clube faturou só R$ 162 mil com ingressos, contra R$ 2,9 mihões no ano passado. (Da ESPN) 

Seleção feminina terá uma ex-atleta como técnica

unnamed

Em nota divulgada na tarde desta terça-feira, a CBF informa que Emily Lima é a nova treinadora da Seleção Brasileira Feminina. Recentemente, ela foi vice-campeã da Copa do Brasil de Futebol Feminino treinando o São José-SP. Ex-jogadora, Emily atuou em times do Brasil e da Europa, e agora será a primeira mulher a comandar a Seleção Feminina. O primeiro compromisso dela no comando da equipe nacional será o Torneio Internacional de Manaus, em dezembro deste ano.

A Diretoria da CBF fez um agradecimento ao treinador Oswaldo Alvarez e a sua comissão técnica “pelo trabalho e dedicação nestes dois anos e meio em prol do futebol feminino”. Ao longo desse período, o treinador foi bicampeão do Torneio Internacional (2014 e 2015), conquistou a medalha de ouro pan-americana em Toronto 2015 e ficou entre as quatro melhores seleções dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Emily Lima concederá entrevista coletiva na próxima quinta-feira (3), às 11h, no auditório da sede da CBF, no Rio. (Com informações de Comunicação CBF) 

CBF altera o local de jogos do Papão

A CBF confirmou a alteração de local dos últimos jogos do Papão em Belém pela Série B 2016. As partidas contra Paraná Clube e Criciúma, que seriam realizadas no estádio Jornalista Edgar Proença, foram transferidas para o estádio Leônidas Castro, a Curuzu.

O jogo contra o Paraná, no próximo dia 8 de novembro, pela 35ª rodada, será às 20h30 (horário de Belém). Já a partida contra o Criciúma, pela última rodada, acontece no dia 26 de novembro, às 16h30 (horário de Belém).