Agora vai…

image

O ator pornô e militante pró-impeachment Alexandre Frota compareceu ao Ministério da Educação, nesta quarta-feira, para “levar propostas para mudar o ensino no Brasil”. Estava acompanhado de outro militante pró-golpe, Marcelo Reis. Ambos foram recebidos pelo ministro Mendonça Filho (DEM), posando para selfies no gabinete. Até hoje a vocação de Frota para a pedagogia era inteiramente desconhecida.

CjU6dXcVEAAOM8v

Gastos da Câmara com Eduardo Cunha superam R$ 500 mil mensais

images-cms-image-000499168Os gastos da Câmara com a residência oficial do deputado Eduardo Cunha, afastado do cargo de presidente da Casa e do mandato pelo Supremo Tribunal Federal (STF), além do salário mensal de R$ 33,7 mil e verba de R$ 92 mil para pagar os funcionários do gabinete, chegam a mais de R$ 500 mil por mês.

Os dados foram levantados pelo PSOL e deverão ser entregues à Procuradoria-Geral da República junto com pedido de suspensão de pagamento de benefícios a Cunha, garantidos por ato da Mesa Diretora.

Os cálculos incluem o salário pago à servidora da Câmara que administra a residência oficial (R$ 28,2 mil); um contrato de prestação de serviços de copa e cozinha (R$ 35,9 mil, já incluídos os salários de um chefe de cozinha, três cozinheiros, dois auxiliares de cozinha, quatro garçons e duas arrumadeiras) e um contrato de serviço de vigilância terceirizada (R$ 60,3 mil). Também consta um contrato de R$ 29,3 mil para o pagamento de quatro motoristas e mais 16 agentes do Departamento de Polícia da Casa (Depol), estimando um gasto de R$ 217 mil. (Do Brasil247) 

Veiga descarta proposta do Braga e fica no Leão

95db9307-7e4e-4ba9-a063-bba810842cc9

Nem o firme interesse do Bragantino-SP, que fez sondagem para contratá-lo anteontem, fez com que o técnico Marcelo Veiga desistisse do projeto de levar o Remo à Série B nacional. Segundo informações do site Futebol Interior, Veiga era o preferido do presidente Marco Chedid para substituir a Léo Condé, que deixou o clube paulista para assumir o Sampaio Corrêa. Questionado sobre a possibilidade de retorno ao Braga, Veiga foi taxativo:

“Fico feliz por ter feito uma história lá (no Bragantino) e voltar a ter o meu trabalho lembrado, mas estou focado aqui no meu trabalho no Remo. Estou muito feliz e por enquanto não fui procurado por ninguém. Pretendo continuar dirigindo o Remo, pensando no acesso”, disse. (Com informações de Nildo Lima/Bola)