PSC x Oeste; Cuiabá x Remo – comentários on-line

Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão – 2ª rodada

Paissandu x Oeste-SP – Estádio Jornalista Edgar Proença, 16h

Rádio Clube _ IBOPE_ Segunda a Sexta _ Tabloide

Na Rádio Clube, Claudio Guimarães narra; Gerson Nogueira comenta. Reportagens – Valdo Souza, Dinho Menezes, Francisco Urbano e Carlos Estácio. Banco de Informações – Jerônimo Bezerra 

———————————————————————–

Campeonato Brasileiro da Série C 2016 – 1ª rodada

Cuiabá-MT x Remo – Arena Pantanal, Cuiabá (MT), 19h

Na Rádio Clube, Guilherme Guerreiro narra; João Cunha comenta. Reportagens – Paulo Caxiado. Banco de Informações – Adilson Brasil 

Nota denuncia perseguição a Lula

CfD8zM_WwAA6NUu
Nota divulgada nesta sexta-feira (20) pelos advogados Roberto Teixeira e Cristiano Zanin Martins, defensores do ex-presidente Lula:
“É reprovável que o Ministério Público Federal do Distrito Federal (MPF/DF) e a Polícia Federal (PF) tenham utilizado o nome do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva para divulgar, nesta data (20/05), medidas de investigação autorizadas pela Justiça.
Tais medidas não envolvem Lula e seu nome foi indevidamente mencionado. Prova disso é que o MPF e a PF afirmam, na mesma nota que faz referência ao nome do ex-Presidente, que “a investigação é sigilosa” e os nomes efetivamente envolvidos “não serão divulgados” — não havendo, diante disso, qualquer explicação para a menção ao nome de Lula.
Lula já esclareceu nos autos do Procedimento Investigatório Criminal (PIC) nº 1.16.000.000991/2015-8, por meio de seus advogados, que depois que deixou a Presidência da República passou a realizar palestras, a exemplo de outras pessoas que já ocuparam o cargo no Brasil e no exterior — e é remunerado para essa atividade. Não presta consultoria e tampouco faz qualquer intermediação de negócios.
Lula também prestou depoimento em 15/10/2015 ao Procurador da República Ivan Cláudio Marx, relativamente a esse PIC, e esclareceu, dentre outras coisas, que (1) “nunca fez lobby e que respeita os profissionais de carreira que trabalham no BNDES”; (2) “Taiguara é filho do irmão de sua ex-esposa”; (3) “nunca apresentou Taiguara a nenhum dono de empresa (Odebrecht, etc)”; (4) “quando foi fazer palestra em Angola, Taiguara já estava naquele país trabalhando com uma empresa portuguesa”.
Também no citado PIC, Lula sofre devassa em sua vida profissional e pessoal há mais de (um) ano. Seus advogados já levaram ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) diversas irregularidades praticadas na condução do procedimento desde o seu nascedouro, a começar pelo fato de ter sido instaurado por um Procurador da República que mantinha em suas redes sociais diversas publicações revelando ódio ao governo de Lula e de sua sucessora, Dilma Rousseff, e também ao partido político ao qual estão vinculados.  O procedimento já passou pelas mãos de mais de 10 (dez) Procuradores da República e sofreu sucessivas redistribuições, capitaneadas por pessoa já demitida do Ministério Público a bem do serviço público, com a clara intenção de escolher a autoridade que iria dirigir os seus rumos.
Todo esse quadro revela mais uma tentativa de alguns agentes públicos de macular a honra e a reputação do ex-Presidente, além de utilizar o seu nome para dar uma publicidade indevida a uma operação policial sigilosa e da qual ele não é parte. Essa situação afronta garantias constitucionais, como a dignidade da pessoa humana e o direito à integridade moral, além de violar Tratados Internacionais dos quais o Brasil é signatário, que igualmente asseguram a proteção ao nome, à honra e à presunção de inocência, inclusive como regra de tratamento a impedir a formulação de juízos de valor negativos, sem a existência de culpabilidade legalmente estabelecida”.

Para estrear de verdade

POR GERSON NOGUEIRA

O Papão passa por um processo de reoxigenação de seu grupo de jogadores. A expressão não é minha, foi dita ontem pelo próprio técnico Dado Cavalcanti. Segundo ele, a chegada de reforços significa um saudável elemento renovador, agregando qualidade e estabelecendo desafios positivos para os atletas que já estavam no elenco por ocasião das duas conquistas do semestre – Campeonato Paraense e Copa Verde.

Dado, articulado como sempre, deixou claro que irá estabelecer um amplo rodízio de peças até achar a formação ideal. Falhas verificadas nos três jogos recentes (derrotas para o Gama-DF e Operário-PR e empate com o Ceará) devem ser imediatamente combatidas e as substituições indicam isso.

A zaga, por exemplo, setor muito criticado ao longo desse curto jejum, terá hoje a dupla Gualberto e Pablo. O zagueiro paraense ainda contabiliza os frutos da excelente participação na reta final da Série B do ano passado.

As mudanças tendem a ser mais frequentes no meio-campo e ataque. A cobertura da zaga segue sob a responsabilidade direta de Ricardo Capanema e Augusto Recife. A criação tem em Rafael Costa sua cabeça pensante. O armador, com o bom desempenho na estreia diante do Ceará, carimbou a titularidade.

Para receber o Oeste-SP, Dado arma o time com a presença de Celsinho ao lado de Costa. A dupla deve dar fluidez ofensiva ao time, com a possibilidade de revezamento dos dois meias em relação às jogadas de ataque. Celsinho, destaque do time no Parazão, representa também um importante (e decisivo) trunfo nas bolas paradas.

Alexandro e Leandro Cearense serão os homens de frente, atuando juntos pela primeira vez e com a responsabilidade de vencer a resistência do esquema defensivo montado por Fernando Diniz, técnico vice-campeão paulista com o Audax que mudou de armas e bagagens para o Oeste, levando com ele um grupo de atletas de seu antigo clube.

Em relação a esse Oeste com jeito de Audax, o técnico do Papão não economizou palavras de cautela, principalmente pela presença do surpreendente Diniz, que encantou a todos com a campanha do Audax no Paulistão. Mesmo sem ter tido muito tempo para montar o Oeste, merece respeito pelo currículo recente.

De toda sorte, perante sua apaixonada torcida, ainda em festa pelas conquistas recentes, o Papão tem condições de fazer uma estreia de verdade na competição, impondo-se ao visitante, por mais audacioso que este venha a ser.

3cfff905-47cb-4cc6-93b0-a181f9520a95

————————————————–

Leão tenta afastar o fantasma do Pantanal

Ao anunciar Edno como reforço, a diretoria do Remo cumpre a promessa feita ao técnico Marcelo Veiga e à torcida de reforçar o ataque para a Série C. A vinda do atacante é de longe a notícia de maior impacto entre as aquisições azulinas para a competição nacional, mesmo que venha carregada por um certo grau de desconfiança em virtude de experiências desastrosas no passado recente – Leandrão, Zé Soares e Flávio Caça-Rato.

Edno não joga na estreia remista na Série C, mas o anúncio de sua chegada já empolgou a torcida e deve acrescentar motivação ao grupo de jogadores que encara o Cuiabá hoje à noite.

No time escalado para o jogo, várias alterações em relação ao que o Remo apresentou no Parazão e Copa Verde. Estreiam Brinner, Schmoller, Allan Dias e Fernandinho. A maneira de atuar deve seguir a filosofia de Veiga, um técnico adepto da marcação forte e da compactação entre setores. Allan Dias deve ser um falso atacante, mas Eduardo Ramos também pode exercer esse papel.

O adversário ainda carece de maior entrosamento, mas é dirigido por Flávio Araújo, treinador de currículo respeitável que só não triunfou no Remo.

————————————————–

Federação nega pendências com o INSS

O vice-presidente da Federação Paraense de Futebol, Maurício Bororó, informa que não há fundamento nas especulações sobre recolhimento de INSS sobre jogos oficiais realizados no Estado. Em 2014, a entidade recolheu cerca de R$ 93 mil correspondentes a jogos válidos pelo certame estadual e demais torneios, estando inteiramente regular perante o Estatuto do Torcedor e a legislação vigente.

Quanto ao ano passado, seguro Bororó, os recolhimentos referentes ao Parazão estão em ordem, restando a pendência quanto aos jogos de competições nacionais. Nesta temporada, o recolhimento vem sendo feito normalmente, de acordo com o término das competições.

(Coluna publicada no Bola deste sábado, 21)