O impedimento venceu, mas o golpe foi derrotado

http-fotospublicas.s3.amazonaws.com-wp-content-uploads-2016-05-RR_contraimpeach_fogopracadabandeira_20160510_010714-e1462911695969

POR WANDERLEY GUILHERME DOS SANTOS

Não há reversibilidade possível no processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff. O atual Supremo Tribunal Federal não tem coesão para tanto ousar, declarando inconstitucional a decisão iniciada pela Câmara dos Deputados e completada pelo Senado Federal. Os fundamentos da acusação à presidente são precários, a sentença é notoriamente desproporcional, mas a convergência de conspirações entre agentes econômicos, maiorias parlamentares conservadoras, ressentimentos de ricos e remediados, com a liga propiciada pelo oligopólio dos meios de comunicação, historicamente antidemocráticos, alcançou eficácia inédita na contra-história golpista brasileira.

Em vão a tonelada de argumentos e evidências da insustentabilidade de processos em que maioria decide que 2 e 2 são 5 porque ela assim quer. O impedimento se deu porque a maioria assim o quis. Qualquer objeção jurídica ou lógica à decisão é pura perda de tempo.

Por isso o golpe fracassou. As sucessivas ilegalidades da força-tarefa da Lava-Jato, com prisões injustificadas, humilhações de investigados, difamações, tortura psicológica de presos, vazamentos operados com oportunismo, incansável repetição de incriminação e degradação de investigados ou mesmo réus em curso de julgamento, linguagem virulenta de procuradores, policiais federais e Procurador-Geral da República, cultivando hostilidade e ódio na opinião pública e, finalmente, o apelo dos homiziados de Curitiba aos movimentos sociais conservadores e mídia golpista para continuado apoio, esquecendo as instâncias judiciárias e de outros poderes a que estão subordinados, substituiu a indumentária de cavaleiros pelo restabelecimento da moralidade pelo descarado uso da força bruta, e só ela, contida nas leis. Não há salvação: Michel Temer é um usurpador e seu governo não deve ser obedecido.

Não deve e não o será. O golpe fracassou socialmente e o usurpador só governará mediante violência física, repressão sem disfarce. Ou a sublevação social pela democracia é submetida pela força (e aí o golpe, finalmente, será vitorioso), ou a coerção servirá de combustível à sublevação. Então, de duas uma: ou Michel Temer renuncia e o STF convoca novas eleições ou as forças armadas intervirão.

3 comentários em “O impedimento venceu, mas o golpe foi derrotado

  1. Olha amigos, depois da declaração desse Gilmar Mendes hoje, dizendo que o AGU deveria se queixar com o Papa, vou fazer um desabafo aqui, que me permita o nobre Gérson. Esse Babaca, ordinário, Gilmar Maluco, insano, que se veste com a toga preta, sem escrúpulo, onde ninguém consegue tirar o pedir para que ele seja destituido do STF, será que existe outra corte onde podemos pedir o impeachment desse senhor, que já demonstrou não ter o menor equilíbrio para ser membro da mais alta corte do país. Até quando vamos ter que aturar crápula como esse.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Assino embaixo, amigo Jaime. Li também a infeliz manifestação desse cidadão que, por pura força das conveniências políticas, ganhou um cargo na mais alta Corte brasileira. O tempo todo ele se comporta como um militante partidário (do PSDB, obviamente) açulando ódios e ressentimentos. Está muito aquém da dignidade do cargo que ocupa, pois um magistrado não pode agir dessa forma.

      Curtir

  2. E o artigo propõe uma última cartada: a desobediência civil, quiçá resistência pela violência.

    Bom, independentemente de se concordar ou não com o método, há de se admitir que é uma alternativa. Uma alternativa impetuosa. Uma alternativa ousada. Uma alternativa corajosa.

    De ver se a sociedade vai se persuadir por esta alternativa. Senão toda, pelo menos os mais de 54 milhões que votaram na presidente. Ou ao menos os organismos que são aparelhados pelo governo tipo cut, une, mst. Mas, principalmente, de aguardar pra ver se o próprio articulista vai estar lá à frente para fazer cumprir presencialmente o que ele propõe pelo meio virtual.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s