Diretoria do Remo informa que já vendeu 18.600 unidades da nova camisa antes do lançamento

CaKGmfJWcAABb5v

O vice-presidente do Remo, Fábio Bentes, também responsável pelo Marketing do clube, informou na manhã desta quarta-feira que 18.600 camisas já foram comercializadas antes mesmo do lançamento oficial do novo uniforme, confeccionado pela Umbro. Este número inclui o atendimento a pedidos de lojistas. A festa de apresentação da nova linha de uniformes acontece nesta quarta-feira, a partir de 19h, na casa La Musique.

CaSlBXXWwAElPmf

Entenda como o EI tenta quebrar monopólio da Globo nas transmissões do Campeonato Brasileiro

DO BLOG DO PERRONE

Em busca de fecharem acordo com pelo menos oito clubes, executivos da Turner, dona do Esporte Interativo (EI), tentam, em conversas com dirigentes, minar os argumentos usados pela Globo para renovar o contrato de transmissão dos jogos do Brasileirão em TV fechada a partir de 2019. Até agora, só o Santos afirmou publicamente ter aceitado a proposta da concorrente da Globo por um acordo de seis anos. Abaixo, veja como a Turner tem bombardeado o discurso e a oferta da emissora rival para os cartolas.

Redução de cotas

Durante as reuniões, representantes da Turner tem se esforçado para desconstruir o argumento usado pela Globo com os dirigentes de que a atual crise financeira no país tornou difícil a venda de anúncios em jogos de futebol. Por conta dessa tese, a primeira proposta de renovação previa uma redução nos valores do contrato atual.

Os diretores do EI usaram até uma tabela publicada pelo Meio & Mensagem, veículo especializado em informações sobre marketing, mídia e comunicação, em outubro de 2015, para convencer os cartolas de que a situação não é tão feia para a emissora da família Marinho. O quadro traz as quantias arrecadadas pela Globo com patrocínio no futebol desde 2010, já incluindo os valores de 2016. A reportagem mostra que houve um aumento de 9,2% nos preços cobrados pela Globo dos patrocinadores de 2015 para 2016. A cota total passou de R$ 225 milhões para R$ 245,7 milhões. Só que a mesma matéria registra que essa foi a menor evolução de patrocínio do futebol da emissora desde 2010. Na conta não entra a temporada de 2014, por causa de mudanças no sistema de cotas provocadas pela Copa do Mundo no Brasil.

Importância da TV fechada

Os executivos da Turner tentam demonstrar para os cartolas que os jogos em TV por assinatura são, sim, importantes para a Globo porque asseguram excelente audiência para o Sportv, canal fechado do grupo. É comum os dirigentes dizerem que a Globo não paga bem por essa modalidade porque tem pequeno retorno financeiro com ela. O discurso dos donos do EI, então, passou a ser de que sua concorrente valoriza o canal fechado. E que quem não valoriza, segundo eles, são os cartolas, pois vendem os jogos em sinal fechado por pouco dinheiro. Nessa discussão, como mostrou o blog, a Turner disse aos clubes que oferece pouco mais de nove vezes o que a Globo paga pelas partidas em TV fechada.

Patrocinadores na tela

Uma das promessas feitas pelos executivos da Turner é mostrar os painéis com patrocinadores dos clubes nas entrevistas dadas por jogadores, treinadores e dirigentes. Acontece que Globo e outras emissoras costumam usar imagens fechadas em que até patrocínios em bonés não aparecem. Como mostrou o Blog do Rodrigo Mattos, os donos do Esporte Interativo também prometem falar o nome dos anunciantes que batizam estádios.

TV aberta

Os executivos da Turner ouviram que cartolas temem que a Globo não compre seus jogos jem TV aberta, caso fechem com o EI. Em resposta, eles tentam convencer os dirigentes de que é desinteressante para a concorrente transmitir o Campeonato Brasileiro sem todos os clubes. De acordo com essa tese, a Globo acabaria adquirindo também as partidas de quem assinou com o Esporte Interativo na TV por assinatura para ter a competição completa. Além disso, a Turner assegurou quecomprará os direitos de transmissão para canal aberto, mesmo sem saber ainda o que fazer com eles, se os times não conseguirem vender para ninguém.

Liberdade de escolha

Uma estratégia importante dos donos do EI é tentar provar que são mais abertos ao diálogo do que a Globo, dando mais liberdade para os clubes decidirem questões fundamentais como horários dos jogos e divisão do dinheiro a ser recebido. A pedido dos cartolas, por exemplo, ficou decidido que a emissora nunca vai exigir a realização de jogos depois das 21h30. A Globo impõe determinadas partidas às 22h, horário criticado por torcedores e cartolas por ser considerado muito tarde. Sobre a divisão de cotas, a Turner deixou os dirigentes escolherem o que é melhor. E a escolha foi pela divisão de 50% igualitariamente, 25% de acordo com a audiência e 25% conforme o desempenho esportivo. Nos últimos anos, a Globo vinha se recusando a mudar o formato pelo qual paga mais a Corinthians e Flamengo, que têm melhores audiências.

MPF denuncia Neymar e o pai por falsidade ideológica e sonegação

CaTPk5MWcAAY_CV

O Ministério Público Federal divulgou na terça-feira (2) a denúncia contra o jogador Neymar da Silva Santos Junior, seu pai, Neymar da Silva Santos, e dois dirigentes ligados ao Barcelona, por sonegação de impostos e falsidade ideológica. De acordo com o MPF, eles forjaram uma série de documentos entre 2006 e 2013 com o intuito de deixar de pagar os impostos devidos à Receita Federal do Brasil. O pai de Neymar é apontado como o mentor do esquema.

Para que sejam considerados réus, um magistrado federal deve acatar a denúncia, dando início ao processo penal, conforme prevê a legislação. Três empresas ligadas à família do atacante estão sendo investigadas: a Neymar Sport e Marketing, a N&N Consultoria Esportiva e Empresarial e a N&N Administração de Bens, Participações e Investimentos. Conforme foi apurado, as companhias não possuíam capital social nem capacidade operacional condizentes com a movimentação financeira realizada.

A fraude teria gerado grandes prejuízos aos cofres públicos. Em setembro do ano passado, o Tribunal Regional Federal da 3ª Região bloqueou R$ 188,8 milhões do jogador, do pai e das empresas da família para assegurar o pagamento das pendências tributárias e das multas cabíveis nesse caso.

Ainda segundo a denúncia, as irregularidades foram praticadas em contratos relacionados ao uso do direito de imagem de Neymar enquanto atuava pelo Santos Futebol Clube, a partir de 2006, e durante o processo de transferência do jogador ao Barcelona, cujas negociações tiveram início em 2011.

Nota

A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) publicou ontem uma nota rebatendo as críticas ao membro do MPF responsável pelas investigações. Em declarações recentes à imprensa, o pai do atacante sugeriu que o procurador da República Thiago Lacerda Nobre poderia ter supostos interesses “extra campo” e que “procura desesperadamente os holofotes da mídia”.

“Nada mais equivocado e distante da realidade”, afirmou o comunicado assinado por José Robalinho Cavalcanti, presidente da entidade. “É público e notório que os próprios aqui investigados, Neymar e seu pai, respondem a investigações também na Espanha por fatos que têm ligação e parcial correspondência com os tratados no Brasil, e também sob o foco de não cumprimento de obrigações tributárias”, completou. (Da Revista Forum/foto: Rafael Ribeiro / CBF (Fotos Públicas)

Comemoração pelos 111 anos do Leão começa hoje

8b2776cb-1c98-4711-9408-1a1f052dfeb2

A Nação Azulina está em festa. No dia 5 de fevereiro, o Clube do Remo completa 111 anos de glórias. Para comemorar a data, a Diretoria preparou uma série de eventos, que começam nesta quarta-feira com o lançamento da nova Armadura para 2016. A festa de lançamento será na casa La Musique, a partir das 19h.

Além das atrações, o torcedor azulino poderá ver o jogo do Leão contra o São Francisco em telões espalhados pelo local. A partida será transmitida ao vivo, direto de Santarém. Na partida de hoje, no estádio Barbalhão, o “Mais Querido” já estreará o seu novo uniforme, fabricado pela Umbro.

a48f4eca-b305-44d0-9956-4489ebacddf9

A partir de quinta-feira, 4, o torcedor azulino poderá adquirir a nova camisa nas lojas do Clube do Remo, localizadas na sede social em Nazaré, no IT Center e nos shopping Castanheira e Pátio Belém.

BAILE INFANTIL – No Remo, não só os adultos brincam carnaval. A criançada já tem data marcada para se divertir na folia de momo. O Clube do Remo preparou uma programação especial para quinta-feira, 4, a partir das 17h, na sede do clube. Músicas carnavalescas e muitas brincadeiras estarão no cardápio especial da festa destinada aos jovens azulinos.

BAILE DO PIERROT – Quem conheceu as emoções dos grandes bailes de carnaval do Clube do Remo poderá revivê-los neste ano. O tradicional Baile do Pierrot está de volta ao calendário de eventos do Leão. Na sexta-feira, 5, data em que se festeja o aniversário de 111 anos de fundação do clube, a Diretoria Social traz de volta as famosas marchinhas que marcaram época. O local, que já abrigou os principais bailes da cidade, vai ter como atrações musicais o cantor Eloi Iglesias e a bateria do Rancho Não Posso Me Amofiná.

Segundo o presidente do Clube do Remo, André Cavalcante, “resgatar o Baile do Pierrot é resgatar também a história do Clube do Remo, onde famílias se reuniam para brincar o carnaval. Tenho certeza de que será um belo reencontro”.  

SERVIÇOS:

Lançamento Nova Armadura (fabricada pela Umbro)

Data: Hoje, 3 de fevereiro

Local: La Musique

Hora: 19h.

Valor: R$ 230,00 (camisa +ingresso no La Musique). Pré-venda: R$ 210,00 (camisa +ingresso) p/Sócio Torcedor

———————————————-

Baile do Leãozinho

Data: quarta, 4 de fevereiro

Hora: 17h

Local: Sede do Clube do Remo. Mesa para 4 pessoas: R$ 80,00 (não-sócios) / R$ 60,00 (sócios remidos e proprietários)

———————————————-

Baile do Pierrot

Data: sexta, 5 de fevereiro

Hora: 21h

Local: sede do Clube do Remo, av. Nazaré. Mesa para 4 pessoas: R$ 120,00 (não-sócios) / R$ 80,00 (sócios remidos e proprietários)

(Com informações da Ascom Remo/Rodrigo Monteiro – fotos: MÁRIO QUADROS) 

Guardiola: R$ 1 bi para montar um time campeão

622_d491730e-fd31-38b5-b288-9522adb86f87

Anunciado pelo Manchester City como novo treinador do time a partir da temporada 2016/17, Pep Guardiola tem bastante o que comemorar. O clube vai liberar 150 milhões de libras (quase R$ 1 bilhão) para o técnico usar no mercado de transferências do meio do ano. A quantia é recorde na história do Manchester City. Manuel Pellegrini, técnico que terminará a temporada atual pelo clube, jamais teve algo algo próximo.

O valor foi revelado pelo jornal inglês “The Guardian”, nesta segunda-feira. De acordo com a publicação, o novo treinador, que assumirá oficialmente em 1º de julho, receberá salário de 15,2 milhões libras (cerca de R$ 87 milhões) por ano – ele assinou por três anos.

No Bayern de Munique, último clube em que trabalhou, Guardiola recebia cerca de R$ 74 milhões. O aumento salarial foi incluído como um prêmio pelo “sim” dado ao City.

Um dos clubes mais ricos do mundo, o Manchester City tem um plano ambicioso com a vinda do novo treinador. Quer conquistar a Europa e por isso dará liberdade para o futuro técnico reforçar a equipe como ele considerar melhor.

Os valores disponibilizados pelo City para Guardiola não se devem apenas ao dono da equipe, o milionário xeque Mansour bin Zayed al-Nahyan, mas também aos contratos de TV. Segundo informou “The Guardian”, a avaliação na Inglaterra é que o clube receberá no mínimo R$ 13 bilhões a partir de 2016/17 pela transmissão dos jogos na Premier League. (Da ESPN)