Caixa vincula Profut ao patrocínio de 10 clubes

guerrero-disputa-bola-na-partida-do-flamengo-contra-a-ponte-preta-no-brasileirao-1448228945797_615x300

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (19), em Brasília, a estratégia de patrocínio ao futebol para 2016. O banco divulgou investimento de R$ 83 milhões em 10 clubes brasileiros. Para este ano, a Caixa mantém os times já patrocinados, desde que tenham permanecido nas séries A e B do Campeonato Brasileiro. A novidade é a inclusão dos maiores times de Minas Gerais – Cruzeiro e Atlético Mineiro.

Segundo a presidenta da CEF, Miriam Belchior, os patrocínios ao futebol integram a estratégia mercadológica do banco, fortalecendo sua marca e colaborando com a profissionalização dos processos de gestão dos clubes. “O apoio ao futebol, assim como a outras modalidades esportivas, aumenta a visibilidade da nossa marca e contribui com o desenvolvimento do esporte. Os patrocínios ao futebol já obedecem aos critérios estabelecidos no Profut, além de outras exigências legais que definem a comprovação de regularidade fiscal dos clubes”, comentou a presidenta.

“A vinculação dos patrocínios da Caixa ao Profut demonstra que o banco está alinhado a essa iniciativa do governo federal para a profissionalização do futebol: gestão fiscal, governança, fortalecimento do futebol feminino, melhoria das condições de trabalho dos atletas e formação de categoria de base. Para isso, o Profut prevê ainda a criação de uma modalidade exclusiva de Loteria Instantânea Federal a ser administrada pela Caixa, com destinação de recursos arrecadados para os clubes que aderirem ao programa, mediante a cessão de uso de imagem das marcas”, explicou Miriam.

A lista de clubes com patrocínio master da Caixa inclui: Flamengo (RJ), Cruzeiro (MG), Atlético Mineiro (MG), Atlético Paranaense (PR), Coritiba (PR), Chapecoense (SC), Figueirense (SC), Sport (PE), Vitória (BA) e CRB (AL). Os contratos assinados têm vigência até 31 de dezembro de 2016. O banco mantém ainda, negociações com o Corinthians, que tem contrato vigente até fevereiro de 2016.

unnamed

Difícil é acreditar que Corinthians e Flamengo estejam em perfeita situação contábil e jurídica (e, portanto, habilitados ao Profut) com as dívidas monstruosas que acumulam há décadas e as centenas de processos nas costas. 

10 comentários em “Caixa vincula Profut ao patrocínio de 10 clubes

  1. Não seria o oposto? Isto é, a Caixa não estaria condicionando o patrocínio ao Profut?

    Outro aspecto a observar, este bem mais relevante, é que idêntico como faz a rede globo, a Caixa também aquinhoa, ou pretende aquinhoar, muitíssimo mais generosamente o Flamengo, e, muito provavelmente, também o Corinthians.

    Será que o próprio governo federal juntamente com a cbf e a globo também está contribuindo para acentuar as desigualdades no futebol brasileiro e aumentar o abismo entre os clubes, contribuindo para sucateamento da qualidade deste esporte?

    Curtir

  2. Com toda certeza, amigo Oliveira. Neste caso e em alguns outros, a ação oficial (via um banco social, como a Caixa) está contribuindo para aumentar o fosso entre os muito ricos e o restante das agremiações brasileiras, de todas as quatro divisões. E ainda premia inadimplentes crônicos, como Fla e Corinthians.

    Curtir

  3. Interessante como as pessoas já esqueceram da Timemania, cujo o objetivo era o mesmo deste Profut…Tem dirigente que só viu a parte boa, que é o patrocínio da Caixa, mas não deu muita atenção para as obrigações como:…Ter que publicar a prestação de contas no site…Não vai poder antecipar as cotas de gestões posteriores…Nem pensar em atrasar salários ou não pagar os encargos sociais…E ninguém toca num assunto, que é a criação de uma nova loteria…Por sinal, foi a única coisa que sobreviveu da Timemania, e acho que vai acontecer a mesma coisa com o Profut…É só uma desculpa pra criar uma nova loteria…Ou voces acham que os clubes vão se tornar bons pagadores de uma hora pra outra?…Ou que vão ter peito pra rebaixar os grandes clubes que não cumprirem com as obrigações previstas no Profut…Pago pra ver isso acontecer…Quem aderiu vai ter que mostrar que está realmente cumprindo com suas obrigações, e não ficar só no blá-blá-blá…Vamos ver se no final deste mês vão publicar mesmo a prestação de contas…Agora, quem tá na chuva…

    Curtir

  4. Muito oportuno e bem sacado este seu comentário, Fenômeno!! Se me perdoa a intromissão, creio que sem abandonar a “tropa de choque” do Mais Querido contra as abusivas investidas encarnadoras d’alguns torcedores do rival, acho que você deveria investir mais em abordagens com estas características.

    Curtir

  5. A Caixa, como banco público-privado, não deveria brincar com dinheiro público. Por sinal, deveria ter uma lei proibindo patrocínio por parte de estatais ou empresas mistas.

    Curtir

  6. Uma pergunta amigo gerson.. Agora que o paysandu está com a certidão negativa e aderiu ao profut… pq ainda não tem o patrocínio da caixa.. haja vista que até o crb já o tem? Coisa a se pensar…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s