Special One perto de acordo com o United

Segundo o jornal The Sun, José Mourinho será o novo técnico do Manchester United. O português, que foi demitido do Chelsea na última quinta-feira, já teria aceitado os termos propostos pelos “Diabos Vermelhos” e tem tudo certo para comandar a equipe.

Quem tocou a negociação foi o executivo-chefe do time, Ed Woodward, que deixou tudo arrumado para o Special One assumir o maior campeão inglês talvez já nesta temporada. O único problema agora é decidir quando Louis van Gaal será mandado embora.

Jose Mourinho Chelsea Leicester Campeonato Ingles 14/12/2015

De acordo com o jornal, a decisão está nas mãos dos donos do United, os irmãos Joel e Avram Glazer, que avaliam duas opções: mandá-lo embora ainda nesta segunda-feira, usando como justificativa os seis jogos sem vencer, com três derrotas seguidas, ou esperar até o próximo sábado, quando os Red Devils visitam o Stoke City – em caso de mais um revés, a situação do holandês torna-se insustentável.

O The Sun ainda cita uma pesquisa realizada pelo site Red Issue, que aponta uma taxa de 88% de rejeição ao trabalho de Louis van Gaal em Old Trafford. (Da ESPN)

Leão confirma 3 primeiros reforços

Link permanente da imagem incorporada

A diretoria do Remo firmou acordo com três reforços para a temporada. O primeiro é Marco Vinícius, lateral-esquerdo de 29 anos, goiano, que defendeu o Tupi-MG nesta temporada, sob o comando do técnico Leston Junior. O segundo é Alisson (abaixo), volante que também atua na lateral-direta, 29 anos, mineiro, que estava no Macaé-RJ. É conhecido da torcida do Papão, pois defendeu o clube em 2011. O terceiro é Yuri (foto acima), também volante, de 26 anos, nascido em Rio Negro-PR. Estava defendendo o Joinville-SC.

Link permanente da imagem incorporada

Fabíola e Leo depois do filme do motel

POR NATHALÍ MACEDO, no DCM

Léo e Fabíola foram os dois protagonistas do último grande escândalo da internet. Como esquecer a cena deplorável da moça sendo arrancada pelos cabelos do carro, pelo próprio marido, enquanto outro homem filmava a cena e a insultava?

Para Fabíola, os mais lamentáveis adjetivos: vagabunda, puta, piranha, sem caráter. E para Léo, o homem que saiu com a mulher do amigo? Apenas o estigma de amigo ‘fura-olho’, pegador, aquele que não resiste ao “instinto masculino”. “Tanta piranha, Léo!” – foi o que se ouviu na voz off do vídeo – tanta piranha e você ‘pega’ logo a mulher do seu amigo?

Léo poderia ser visto saindo com muitas ‘piranhas’ de um motel, mesmo sendo casado. Mas não com Fabíola, porque ela sim deveria ter se dado ao respeito.

O casal antes da tempestade

Após a exposição (certamente inesperada) na rede, Fabíola enfrenta uma depressão.

Não deve ser fácil ver milhões de pessoas julgando a sua vida íntima. Não deve ser fácil saber que quem te chama de vagabunda não vive o seu casamento, não enfrenta as suas dificuldades, não dorme com você todas as noites.

Assim como ela, muitas mulheres já tiveram a vida destruída pela exposição e julgamento machista na rede: quem esqueceu da menina de Veranópolis, que se suicidou após o vazamento de fotos íntimas no WhatsApp?

Não me surpreende. O mundo – especialmente o virtual – é cruel com as mulheres.

E enquanto Fabíolas e meninas de Veranópolis entram em depressão e se suicidam por não saberem lidar com a crueldade alheia, Léo se diverte em férias com a família. Sua esposa, também traída, não o agrediu; perdoou-o, decerto.

Afinal, homem é assim mesmo.

Léo também é adúltero, mas eu não vi um comentário sequer recriminando-o por ter traído sua esposa. Ela é que provavelmente não deu conta do recado. E homem insatisfeito em casa, procura na rua – nós é que devemos segurar os nossos homens com um bom sexo. Nós precisamos perdoar e nos calar – porque, como se diz, homem é artigo de luxo.

E quem nunca presenciou um casamento de merda? Quem nunca compreendeu, talvez sentindo na pele, que divorciar-se não é tão fácil quando o mundo inteiro te convence de que você precisa de um homem?

Precisamos ter sensibilidade e uma boa dose de empatia para perceber que a vida conjugal alheia – que não nos diz respeito, ressalte-se – não é tão simples quanto escrever um insulto na internet. Que as opressões são intermináveis. Que muitos homens convencem as suas esposas, silenciosa e meticulosamente, de que elas precisam deles. De que nenhum outro homem as aceitará – porque estão velhas, porque têm filhos, porque são problemáticas. Muitas mulheres acreditam cegamente que um casamento fracassado é tudo que lhes resta – porque qualquer coisa é melhor que ficar sozinha.

Por que Fabíola não se divorciou antes de trair? Eu não sei.

Mas, já tendo presenciado mulheres tentando livrar seus maridos violentos da cadeia – presos em decorrência da Lei Maria da Penha, por exemplo – porque eles eram os provedores, financeiros ou psicológicos, da família, eu consigo imaginar.

Tendo visto mulheres lindas – e mais próximas a mim do que você, leitor, pode imaginar – se submetendo a traições, insultos e humilhações porque “não conseguiriam outro casamento” ou “não querem que seus filhos cresçam sem pai”, sim, eu posso imaginar.

A sociedade patriarcalista cultiva em cada uma de nós uma carência oportuna, necessária para que continuemos nos calando, nos contentando com o lugar que nos foi imposto. É preciso muita ousadia para afirmar-se enquanto mulher divorciada e autossuficiente sem ser vista como “coitada”. É preciso muito amor próprio – aquele mesmo amor próprio que a sociedade nos tira – para não aceitar um relacionamento opressor.

Fique à vontade para me acusar de vitimista e “defensora de vagabundas”.

Mas antes, pergunte-se: E Léo? Por que não divorciou antes de trair?

Comitê de ética da Fifa suspende Blatter e Platini

Link permanente da imagem incorporada

O suíço Joseph Blatter e o francês Michel Platini, presidentes respectivamente da Fifa e da Uefa, foram punidos com oito anos de suspensão “de toda atividade relacionada ao futebol, administrativa, esportiva ou de qualquer tipo”, segundo decisão emitida nesta segunda-feira (21) pelo Comitê de Ética da Fifa.

A sanção entra em vigor “de forma imediata” e é válida nos âmbitos nacional e internacional. Ambos ainda foram multados, com pena de 50 mil francos suíços a Blatter e 80 mil francos suíços a Platini.

Em entrevista coletiva logo após o anúncio da punição, Blatter reclamou de ter sido informado da suspensão depois da imprensa, citou Nelson Mandela e disse ser um “saco de pancadas”. O dirigente ainda prometeu apelar ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) contra a punição.

“Senhoras e senhores eu sinto muito, sinto por ainda ser um saco de pancadas, sinto como presente da Fifa ser saco de pancada, sinto muito pelo futebol, sinto muito pela Fifa pela qual trabalhei mais de 40 anos. Sinto muito por mais de 400 funcionários da Fifa, mas sinto muito por mim por como fui tratado e retratado dentro deste roteiro do futebol”, disse Blatter.

“Para não usar a palavra corrupção, me acusam de ter dado um presente por esse acordo, esse contrato. A Fifa fez um contrato oral e por essa razão, eu estou suspenso por oito anos. Mas eu vou lutar, por mim e pela Fifa. Estou suspenso por oito anos e eu pergunto por que?”, defendeu-se. “Falei com meu advogado, vamos ao TAS e também procurarei meus direitos como cidadão suíço. Na lei suíça, para você ser suspenso, tem que ter cometido algo muito grave”.

Em entrevista à AFP, Michel Platini, presidente da Uefa, também informou que irá recorrer ao TAS e a Justiça comum. “Além de ir ao TAS, estou determinado a procurar tribunais civis para obter indenização por todo prejuízo que sofri ao longo das semanas”, falou.

O comitê considerou ilegal o pagamento de 2 milhões de francos suíços efetuado por Blatter a Platini em fevereiro de 2011. Ambos alegavam que o montante havia sido acordado verbalmente entre as partes em 1998 e seria referente a trabalhos efetuados pelo francês na Fifa.

Os argumentos, porém, não foram aceitos pela câmara julgadora do comitê de ética, que considerou que ambos os dirigentes feriram o código da Fifa. Em seu comunicado, a entidade afirma não ser possível afirmar que o dinheiro se tratava de suborno ou corrupção, mas diz que houve conflito de interesses e abuso de poder.

“Podemos chamar de um contrato oral, acordo de cavalheiros, feito em 1998, depois da Copa da França, quando senhor Platini me procurou porque queria trabalhar para Fifa. Achei maravilhoso, pois era uma pessoa com muita experiência. Disse ok, mas que não poderia pagar naquele momento. ‘Pode trabalhar agora e pagamos vocês depois'”, rebateu Blatter após o anúncio da punição.

“Outras pessoas sabiam deste acordo. O dinheiro passou pelo comitê executivo, dois comitês de controle e também aprovado em congresso. E a decisão do comitê julgador é que este contrato nunca existiu, que é uma doação, um presente. Tiveram cuidado de não usar a palavra corrupção, mas chegaram a conclusão que dei este dinheiro para comprar os votos da Uefa para a Fifa em 2011”, completou Blatter. (Do UOL)

Nova enquete: qual a maior decepção no futebol do Pará em 2015?

Atacante Zulu deve ser o novo reforço do Remo

O atacante Zulu, que defendia o Juventude-RS, está quase confirmado como novo reforço do Remo. O jogador vinha sendo sondado desde a disputa da Série D, mas na ocasião não foi liberado pela diretoria do clube gaúcho. Zulu é atacante de área, tem 32 anos e não vive um grande momento, tendo jogado como titular 6 vezes na Série C, marcando um gol. Na temporada, fez dois gols (o outro foi no Campeonato Gaúcho).

A frase do dia

“Sou brasileiro com muito amor. Não adianta vir um cara lá de fora, somos nós que ensinamos o mundo a fazer futebol. O torcedor do mundo todo quer ver o nosso futebol. Nós é que temos que ensinar a eles como se faz. Faça uma pesquisa e veja onde estão nossos jogadores. A história está aí para registrar. Na época do Pelé, todos diziam que era ele e mais 10. Aí corriam atrás dele e sobravam Rivelino, Jairzinho…”.

Coronel Antonio Carlos Nunes, vice-presidente da CBF, opinando sobre a ideia de trazer um técnico estrangeiro para comandar a Seleção.